História Choices - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Amanda Waller, Barry Allen (Flash), Cisco Ramon (Vibro), Donna Smoak, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Felicity Smoak, Helena Bertinelli, John Diggle, Laurel Lance, Malcolm Merlyn, Moira Queen, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Quentin Lance, Raymond "Ray" Palmer (Átomo), Roy Harper (Arsenal), Sara Lance (Canário Branco), Slade Wilson, Thea Queen, Tommy Merlyn
Tags Arrow, Olicity, Romance
Visualizações 99
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Hentai, LGBT, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oollaaaaa.



OLHEM AS NOTAS FINAIS.

Capítulo 3 - Coisas a acontecer.


POV FELICITY

Esquerdo, direito, troca a base, chute, repete. Olho para o boneco com cara de mal me sentindo aliviada. Fazia mais de um mês que tinha começado as aulas de luta.

Eu comecei escondida, em uma pequena academia no Glades, comecei com defesa pessoal e como consegui dominar rápido os movimentos meu instrutor me colocou no Krav Magá e Muay Thai, e claro continuei com a defesa pessoal. Acho que pelo fato de já ter uma base ( olhando Oliver e os outros).

Meu mestre Takeo é um ótimo homem e lutador, mesmo já tendo seus 50 e muito, vários dos alunos apanham feio dele. Mas é grassas a ele que eu agora não sou mais indefesa, sem contar dos benefícios de fazer exercícios, meu corpo mudou bastante em um mês, mas parece que não foi tanto já que a pessoas que eu queria que reparasse nem sequer me olhou.

M.T_ Se acalme srt.Smoak, deixa suas frustações fora da academia_ fala meu mestre segurando meu quadril quando ia desferi outro chute.

_Desculpe! Só estou com coisas na cabeça_ falo passando a mão na nuca, eu sempre respeitava essa regra dele, de deixar qualquer problema e frustação fora da academia, ele diz que aqui é um lugar sagrado e de boas energias. “ E realmente é “

M.T_ Vamos srt.Smoak, você esta precisando dos bastões_ ele fala me guiando ate um outra sala.

Eu já tinha ouvido falar dos bastões, ele só fazia isso quando via que a pessoa estava abalada ou não se concentrando.

A sala era um  pouco pequena e a única iluminação era de uma luminária que ficava do lado da porta.

M.T_ Quero que me diga suas frustações, pode falar indiretamente mas fale, falar ajuda, pensar menos ajuda, relaxar ajuda_ fala enquanto pega dois grandes bastões com cordões na ponta.Ele vem ate mim e prende as cordas nos meus pulsos.

M.T_ Comece a falar Felicity_ era a primeira vez que ele falava meu primeiro nome, e , de alguma forma saiu tão terno e preocupado. Soltando um suspiro começo.

_Eu tenho uns amigos... bom, pelo menos para mim eles são meus amigos, eu confio neles, as vezes ate demais_ Em quando eu falo ele começa a mexer os bastões e eu sigo seus passos.

( para quem já assistiu Karate kid é tipo a cena de quando o mestre quebra o carro e o menino vem e faz com ele os bastões, mas para vcs verem eu vou colocar o link nas notas finais )

_Enfim.... eles começaram a me tratar como se eu fosse de vidro, uma donzela em perigo... e ... tem um cara que eu gosto mas que nem sequer olha pra mim.... ele me deixa confusa, porque uma hora ele é atencioso e gentil e eu ate chego  pensar que ele gosta de mim, mas então ele se afasta e fica frio e serio, eu não o que pensar ou como agir, é estranho e desumano como eu gosto dele... mas como nada na minha vida é fácil, ele nem sequer me repara._ falo deixando que a frustação me consumisse.

M.T_ Mostre a ele, mostre o quanto você se importa, o quando você gosta dele_ fala como se fosse obvio.

_Eu não posso... tem tanta coisa envolvida, ele tem tantas coisas nas costas... eu só queria que ele compartilhasse essas coisas comigo... que ele confiasse em mim como eu confio nele _

M.T_ Se estou entendo bem o que esta me dizendo, você ama esse homem e tem medo que ele não corresponda aos seus sentimentos, você tem medo se quebrar mais do que o mundo já a quebrou... mas querida ousa o conselho de um homem que já viu e ouviu muita coisa nesse mundo... se você o ama, mostre a ele ou então faça ele ver o que esta perdendo, as vezes nós homens demoramos para ver o que esta na nossa frente_ fala sorrindo e eu não consigo reprimir o meu.

_Obrigada!!!_ falo emocionada.

M.T_ De nada_ fala na mesma hora em que levanta a minha perna me fazendo ficar em uma pose que eu nem sequer sabia que meu corpo conseguia. “Deus!! Quando eu fiquei flexível ?”.

POV OLIVER

Hoje mesmo sendo sexta eu não iria trabalhar, pelo menos na empresa.Tinha algo para resolver com Dig então dispensei Felicity dando um dia de folga pra ela.

Por “falar” nela, ela tinha mudado bastante nesse ultimo mês, foi bem difícil ficar imparcial quando eu reparava que sua cintura estava mais fica, seus seios mais avantajados, Deus!!! E suas pernas? Elas sim eram a perdição qualquer um, principalmente quando ele usa aqueles vestidos ou aquelas saias lápis maravilhosas.Cada dia mais Felicity Smoak me surpreendia com seu jeito meigo e sexy de ser.

Dig_ Em que tanto pensa Oliver, apesar de eu já ter uma ideia pelo sorriso idiota que esta no rosto_ fala olhando pra mim.Eu esta sentado no banco ao lado do motorista, o que eu fazia pouco.

_Estou pensando no nosso compromisso_ falo na maior cara lavada.

Dig_ Sei!! Como se ir espionar Helena Bertinelli fosse algo legal ou divertido de se fazer_ fala com uma cara de desgosto e eu rio pelo nariz.

_Vamos parar aqui e ir andando, ela esta na praça esperando alguém_ falo apontando uma vaga.Ponho um boné e assim que ele estaciona eu saio do carro e o espero.Hoje estávamos com roupa de pessoas normais, sem ternos ou couro.

Espero ele se ajeitar e então começamos a andar ate a grande praça\ parque.Dig e eu estamos aqui porque estamos investigando Frank Bertinelli e soubemos\descobrimos\hakeamos que Helena filha de Frank é uma mulher suspeira pelos seus encontros com alguém que ainda não descobrimos.Felicity conseguiu rastrear o celular dela e então começamos a monitorar todas as ligações e mensagens dela.

Ontem, Dig e eu descobrimos que ela iria encontrar essa pessoa misteriosa no parque do Glades e então resolvemos vir espionar,e como o “encontro” era de manha resolvi tirar folga do trabalho e por Felicity ser minha secretaria ela em contra partida também não precisa ir.

Ouso Dig engasgar e quando olho pra ele vejo ele ficar pálido e olhar para um lugar fixo.

_O que aconteceu?_ ele olha pra mim e tenta se recuperar.

Dig_ Nada!! Vamos seguir em frente_ fala nervoso e olha de novo para o mesmo lugar, eu aproveito o seu deslize e sigo seu olhar encontrando o motivo dele ter engasgado e confesso quase ter sofrido o mesmo.

Felicity com roupa de ginastica correndo,ela corre ate uns aparelhos e se deita em uma prancha de ferro e então começa com abdominais.

Dig_ Engole a baba Oliver_ fala rindo. Olho para sua volta e tinha a porra de vários caras encarando ela fazer seus malditos abdominais.Ela para e se levanta e começa a arrumar o cabelo.

(vou colocar foto nas notas finais, o corpo dela vai estar como o da foto)

Sem que eu perceba já estou andando em sua direção lançando um olhar mortal para qualquer engraçadinho que estivesse olhando.

Ela então me repara e arregala os olhos parecendo não acreditar me ver ali.Deixo meu sorriso mais cafajeste sair e falo com ela.

_Oi Felicity_ vejo ela segurar a respição pela forma pausada que falei sou nome.

Pelo visto essa missão não vai ser tão ruim.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...