História Choix de la vie. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Audrey Bourgeois, Chloé Bourgeois, Emilie Agreste, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Juleka Couffaine, Kagami Kyoko Tsurugi, Lila Rossi (Volpina), Luka Couffaine, Marc Anciel, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Rose Lavillant, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Catnoit, Ladybug, Miraculous
Visualizações 19
Palavras 822
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello, babies. Sou nova aqui!
Já escrevi outras fanfics antes porém numa conta que nunca mais lembrei o nome hahaha. Mas espero que gostem!

VALE RESSALTAR QUE MINHA MENTE BRISA DEMAIS! então vamos à uma prévia sobre algo que eu tô com muita vontade de fazer: ESCREVER PRA VOCÊS, PODERES DE ARRASO😘

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Choix de la vie. - Capítulo 1 - Prólogo

Ainda como no início, o som da chuva me faz calmo como teu sorriso;

Sempre me pego lembrando de quando você chegava e dizia "querido, não é tarde para recomeçar"

Por mais que eu ainda sofresse do passado, sua presença foi renovando cada partícula do meu ser.

E superou... Superou!

Como as estrelas, você brilha aonde não há esperança, a escuridão não é capaz de tirar o quão nítido é seu olhar sob o meu desencorajado coração;

Volte ao passado, fuja de mim para que eu não lembre do seu antídoto!

-de Agreste para... ela.



      •


-Plagg? Aonde você se enfiou... -O garoto apressado sentia que lhe faltava algo e resolveu retornar ao quarto para se certificar.

-Estou aqui, Adrien. Da forma mais digna do meu ser: deitado e com meu queijinho ao gosto celestial dos deuses. -O kuami ousado degustava da maneira mais feeling myself que você possa imaginar.

-Você quis dizer o queijo do aroma meia de atleta pós maratona são silvestre, não é mesmo? Sai fora daí e se esconde no meu bolso. -Rapidamente Adrien pegou o que lhe faltava: seu celular e o... 

-Você deveria me respeitar mais, sabia? Graças a minha esplêndida existência você deixou de ser solitário e um gato humano sem pelo numa jaula. 

-Ah é verdade? Então vamos arrumar um novo companheiro pra você ver se ele te dará o queijo mais caro de Paris, Plagg. -Com o kuami no bolso e o celular na mão, Adrien rapidamente desceu as escadas nem dando mais tempo para o queijomaníaco resmungar.

-Eu não quero queijos baratos muito menos outro Cat noir. Vou confessar, estou muito bem... -Sussurou Plagg se escondendo por completo no bolso.

-Então estamos quites! -Adrien sussurrou de volta e correu em direção a porta onde o segurança já o aguardava. Assim que foi chegando perto, o homem de 1.90 abriu a porta e ele passou já notando que Nathalie permanecia ao lado da porta do carro aberto para que ele adentrasse. Ele estava tão feliz! Explodindo de alegria e ansiedade.

-Bom dia, Nathalie. -Entrou no carro rapidamente e colocou o cinto de seguranca.

-Bom dia, jovem Adrien. Espero que seja de total êxito seu primeiro dia de aula. -Disse enquanto olhava seu tablet de forma calma e educada.

-Muito obrigado! Diga ao meu pai que estou feliz por ele me permitir frequentar uma escola... Graças a sua ajuda eu consegui também, é claro!!! Obrigado por tudo. -Adrien sorriu como uma criança que acabara de ganhar um saco de doces. Também não era para menos, seu sonho havia se tornado realidade: poder frequentar uma escola de verdade, ver pessoas diferentes e até tentar fazer novas amizades. Uma vida comum e saudável para um jovem de 15 anos. Vida a qual ele poderia usufruir daquele momento a diante.

-Certo. Qualquer coisa me ligue e ao meio dia o motorista estará em frente à escola para lhe trazer de volta. Lembre-se que às 14h você tem aula de chinês e as 15h30 será a aula de esgrima. -Nathalie respondeu e fechou a porta do carro que em seguida deu partida. 

O coração de Adrien estava ansioso, otimista e super animado. Na verdade ele não sabia bem o que fazer ou como agir, afinal o único garoto da mesma idade que ele tinha "contato" era seu primo Felix. Na verdade, ele também mantinha contato com a filha do prefeito, Chloe. Mas eram contatos breves e sem muita intimidade... Não poderia nem dizer se ele realmente possuía uma amizade verdadeira. O que o tornou solitário e carente sua vida toda... Ah, mas isso mudou após encontrar Plagg! Isso ele não podia negar. Mas agora seria diferente, ele iria ter contato com jovens da mesma idade e fazer coisas que adolescentes fazem. Sua vida agora seria escrita num novo caderno cheio de aventuras e descobertas.

-Chegamos, Plagg! -Adrien falou baixinho sem que o motorista o ouvisse.

-Agora vê se pelo menos arruma uma namorada pra deixar de fazer aquilo na hora do banho. -Plagg sussurrou.

-E você vê se encontra uma kuami pra me deixar em paz! -Adrien desceu do carro com a mochila nas costas e fechou a jaqueta impedindo o Kuami de falar asneiras.

Adrien estava confiante, sentia que seu espírito havia ganhado vida! Sentia como se tivesse saído de uma prisão por anos... Bom, literalmente havia saído de uma prisão sim, mas uma prisão chique com muita riqueza e nenhum contato de proximidade. Sua vida já havia mudado para melhor depois de encontrar Plagg... Mas mesmo assim ele sentia que lhe faltava algo, como um bolo super confeitado mas sem cor no chantilly. Mas naquele momento, era como se sua vida havia se completado quase toda. Quase toda pois faltava sua mãe e mais alguma coisa ao qual ele não sabia explicar bem mas que descobriria alguns dias depois. 


E ele jamais poderia imaginar que o amor de sua vida o teria como amor da vida dela mas de forma diferente.


Notas Finais


•Feelingmyself é uma expressão de "TO ME SENTINDO" "TO ME ACHANDO"

Por favorzinho, digam o que estão achando! É super importante!

Beijocas. ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...