1. Spirit Fanfics >
  2. Christmas >
  3. Not Now

História Christmas - Capítulo 47


Escrita por:


Capítulo 47 - Not Now


 Nossos olhares se encontraram.


"O-Oi." Camila sussurrou. Seus olhos pararam na menina pálida, que olhava ela com intensidade. Seus olhos eram bonitos...



"Por que você está chorando?"


"Porque isso é tudo o que eu nunca vou ter, Lauren."


"Você diz isso com tanta certeza, é claro que você pode ter isso, Camz." 


"Não posso, ninguém nunca vai me aceitar do jeito que eu sou, e-eu." Suspirou engolindo o choro. Abriu os olhos e olhou nos verdes preocupados. "Eu sou uma aberração, e nunca passarei disso."


"Por que você faz isso consigo mesma?" Lauren se sentou, completamente irritada e com os olhos marejados. "Você é tão linda! Você tem uma alma e um coração tão puro e único, eu mal te conheço direito mas sei que você é uma pessoa tão sensacional que você merece o mundo, você não consegue ver? Olhe como você fala de si mesma, como se não merecesse estar aqui, como se fosse algo tão nojento, você mesma se menospreza, se diferencia dos outros, você não é diferente de ninguém, você é um ser humano igual a todos, não importa se você tem algo nas pernas diferente de uma mulher 'normal', você continua sendo uma mulher, você continua sendo alguém, você não é algo, ou uma porra de uma aberração. Caramba, como você consegue se olhar dessa forma? Você é perfeita, não importa o que digam, não importa o que pensam, você não é diferente de ninguém. Você é a coisa mais linda que eu já vi na minha vida e eu não posso deixar você ter tanto nojo de si mesma a ponto de te fazer aceitar que você não merece o que todos têm, você merece tudo, e você deve ter tudo." 


"Você é perfeitamente normal."


"Obrigada." Sussurrou voltando a abrir os olhos, Lauren sorriu largamente e ela se perdeu em seu sorriso, seus olhos, ela se perdeu nela. 



"Já apresentadas, gente essa aqui é a Camz, não a chamem assim só eu posso! Pra vocês são Camila." Lauren cerrou os olhos de brincadeira e Camila sorriu, se inclinou e beijou sua bochecha e se afastou envergonhada, Lauren a olhou sorrindo e piscou para ela.



“Mas você é especial." Camila deixou escapar e assim que percebeu engoliu em seco, as meninas estavam rindo e ela viu Lauren levantar a cabeça.


"Sou?" Lauren sorriu tímida e ela assentiu com vergonha. "Você também é muito especial!" Sentiu seus lábios tocarem os dela em mínimos segundos e logo se afastarem, Camila fechou os olhos por reflexo e os abriu em seguida, em choque. Lauren riu envergonhada e corou, Camila não estava longe disso.



"Boa noite Camz." Sentiu Lauren beijar sua bochecha e sorriu.


"Boa noite seios, não meu Deus, Lauren, de-desculpa e-eu." Gaguejou completamente envergonhada e ela gargalhou, tacando a almofada em Camila.



"Eu estou feliz por ter te conhecido, Camz." Lauren sussurrou sincera e Camila sentiu seu coração bater rápido, ela se virou de frente para a outra e sorriu. "Não saia da minha vida." Acariciou seu rosto e a latina sorriu sentindo suas bochechas corarem, os olhos da Lauren focados nos dela sempre a deixavam envergonhada.


"Eu espero não sair." Beijou a palma de sua mão e ela se aconchegou em Lauren num abraço, se viraram para a janela novamente e todos começarem a contagem dos dez segundos, ficou apenas quieta sentindo o perfume gostoso de Lauren, seus braços ao seu redor, sua respiração calma. 



"U-Um encontro?" Camila gaguejou e Lauren sentiu vontade de apertar aquele rosto e encher de beijinhos, ela ficava linda nervosa.


"Uhum, eu levo você para algum lugar legal, a gente come, conversa, beija." Sussurrou arrancando-lhe um selinho e ela sorriu. "Você quer?" 


"Quero." Ela riu envergonhada e Lauren sorriu largamente, deu um pulinho de felicidade e agarrou seu pescoço deixando alguns selinhos em sua boca até que se transformou num beijo lento, delicioso.



"É lindo não é?" Lauren sussurrou sentindo os carinhos da latina em seu cabelo, seus braços estavam em volta da sua cintura de forma leve, não queria aperta-la.


"Igual você." Camila sussurrou de volta e Lauren subiu o olhar vendo-a sorrir envergonhada. 


"Aí Camz você é a coisa mais fofa da minha vida." Resmungou esmagando-a em um abraço e ela gargalhou. "Gosto tanto de você." Sussurrou beijando-lhe a bochecha com calma, Camila suspirou e Lauren a olhou, aqueles olhos castanhos mais clarinhos, o sol refletindo em metade do seu rosto e aquele sorriso tímido, Camila acabava com Lauren.


"Eu também gosto muito de você." 



"Você faz eu me sentir a pessoa mais especial do mundo." Lauren sussurrou sorrindo e sentiu a ponta dos dedos da latina acariciarem a maçã do seu rosto, ela a encarava concentrada, ficava linda quando fazia isso, como se gravasse seu rosto todo. 


"Porque você é. Você é a pessoa mais especial para o meu mundo." 




"Você?" Lauren prendeu o riso e cruzou os braços. Camila abaixou a cabeça e olhou para a mão segurando com força o anel.


"Lo..." Sorriu fraco ao voltar a olhá-la e subi o anel até seu campo de visão, viu ela prender a respiração ao reparar nele. "V-Você nam-morar quer?" Engoliu em seco nervosa e arregalou os olhos. "Quer dizer, você quer namorar comigo? Aí meu Deus, eu estou estragando tudo." Resmungou irritada e Lauren segurou seu pulso a fazendo travar, ela pegou o anel com cuidado e Camila voltou a prestar atenção nela vendo seus olhos se encherem de lágrimas.



"Você é tudo o que eu preciso." Lauren sussurrou perdida em seu rosto e acariciou sua bochecha com cuidado, seus olhos se fixaram nos dela e ela sentiu suas pernas tremerem com o tanto de amor que eles transmitiam.


"Eu amo você." Camila sorriu daquele jeitinho lindo, a língua entre os dentes, Lauren sorriu de volta e sentiu seus olhos marejarem com tudo o que eu estava sentindo junto. "Eu sou tão idiota pelo jeito que você se move." Camila riu baixinho e a apertou pela cintura.



"Eu tenho uma teoria muito boa sobre nós duas, sabia?" Camila falou baixinho, com os olhos na lua, Lauren levantou a cabeça e focou nela, esperando continuar. "Sempre vivi na escuridão desde que meus pais me deixaram, sem companhia, solitária, tudo era tão cinza e sem graça, perdia aos poucos a vontade de viver entende? É sempre que eu olhava para lua eu sentia que eu era como a lua, solitária na escuridão. Mas então você chegou, com esse brilho interior, o sorriso que cegava pela intensidade, a alma leve e feliz, foi então que percebi que você era como sol, trazia luz e aquecia qualquer um com apenas um abraço, um sorriso, um olhar. E nós somos o sol e a lua, que nunca daria certo por milhões de motivos, mas então vem o eclipse e nos junta. Somos um eterno eclipse, Lolo." Lauren sentia seu coração bater acelerado dentro do peito, as palavras da latina a deixaram tão atônita e emocionada, achou lindo ela as comparar dessa forma. Nunca pensou dessa maneira, e encaixava tão bem, mas o eclipse delas não duraria apenas uma noite. Seria eterno. 


“Tchau, Lauren.” 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...