História Chupetinha - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bottom!jungkook, Bts, Jikook, Jimin, Jimin!seme, Jungkook, Jungkook!uke, Jungkookbottom!, Kookmin, Top!jimin, Vhope
Visualizações 222
Palavras 1.600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiinnn meus nenéns :3
Estou tão feliz em ter criado esse "refúgio", tem me ajudado bastante a escrever e é muito bom escrever sem compromisso e sem medo sabe kkk obrigada pelos favs e comentários, me deixa muito feliz e me motiva a continuar e postar rapidinho para vcs :*

(LEMBRANDO AQUI QUE JUNGKOOK VAI TER 15 ANOS E JIMIN 25 QUANDO ROLAR O LEMON E NÃO TEM ESTUPRO, NÃO ESTOU ROMANTIZANDO ALGO RUIM, JUNGKOOK É NOVO MAS É SAFADOOO)


Boa leitura xoxo

Capítulo 2 - 02


Fanfic / Fanfiction Chupetinha - Capítulo 2 - 02

Hoje é um dia muito especial para a minha pessoa e eu estava muito animado. Era meu aniversário, meu irmão estava preparando uma festinha a fantasia e me pediu para chamar meus amiguinhos da escola. O único lado ruim é que eu não tinha muitos amiguinhos porque as vezes eu chupava chupeta na escola e todos ficavam rindo de mim, dizendo que eu já estava velho demais para isso. Eu sentia falta da minha chupetinha quando não estava com ela e já tentei largar ela, mas eu não consigo pois ela me acalma quando estou estressado ou triste. Os únicos amigos que eu tinha na escola era o Namjoon e o Yoongi, só que o Yoon disse que ia me ajudar para o meu irmão não se preocupar já que ele acha que eu tenho muitos amigos. No meu colégio tinha um grupinho dos mais populares e o Nam e o Yoon falavam com essas pessoas, por isso que eles vão me ajudar e vão chamá-los. Eu pedi pro meu irmão se fantasiar de algo bem legal para impressionar o pessoal da minha escola e ele disse que ia se vestir de algum personagem do Mortal Kombat, eu também pedi para ele arrumar uma fantasia bem fofa para mim, minha única intenção é impressionar o Jimin e fazer ele me notar finalmente porque desde o dia em que vimos filme agarradinhos ele nunca mais me tocou daquela forma, nem quando eu dormia em sua casa já que ele arrumou o quartinho da bagunça que agora é de hóspedes.

 

Eu já estava na escola esperando o horário de ir embora com Yoongi ao meu lado, Namjoon era do nono ano e nós estávamos no oitavo.

 

– Jungkook, o que acha se eu for fantasiado de Finn? – Mostrou-me seu sorriso gengival e eu sorri apenas em imaginar.

– Ia combinar muito com esse seu cabelo loiro, hyung.– E sim, Yoongi era um ano mais velho que eu, só que ele já repetiu por falta.

– Acho que farei isso então... Mas e você? Do que vai se fantasiar?– Indagou e no mesmo segundo ouvimos o sinal indicando o horário de sair. 

– Eu ainda não sei, vou esperar chegar em casa e ver o que o Seokie preparou para mim. Pedi que fosse algo bem fofo pois eu quero chamar a atenção do MinMin – Terminamos de arrumar os materiais na mochila e seguimos até a saída enquanto conversávamos. 

– Sabe que seu irmão é um otário, ele vai fazer merda com certeza. 

– Não fala assim dele, Hyung. Com certeza vai ser algo aproveitável...

 

 

(...)

 

Eu estava enganado, era óbvio. Fui burro o bastante para acreditar que meu irmão mais velho tinha conseguido uma boa fantasia, mas é claro que não conseguiu. 

 

–Seokieee, eu não vou aparecer na festa de minion.– Choramongava para meu irmão que estava em meu quarto encarando a fantasia na minha cama e Taehyung estava ao seu lado. 

– Aish, já está quase na hora Jungkookie. Jimin já ligou avisando que já tem convidados chegando.– Avisou. A festa seria na garagem do Park já que aqui em casa não tinha espaço. 

– Não posso aparecer com isso, todos da minha escola vão rir de mim! – Falei emburrado. Hoseok nunca errou em nada que escolheu para mim, não sei o que deu na cabeça dele para fazer isso. 

– Ggukie, não fica assim. A culpa foi minha, eu quem dei a ideia de comprar essa fantasia por que achei muito fofa e você pediu algo fofo. – Era Taehyung quem estava falando e isso me deixou triste. Eu apenas me joguei na cama chorando e abraçando o calinho, meu ursinho, enquanto pegava a chupeta que estava escondida na fronha do travesseiro. 

– Aah, não fica assim... Por favor... – Insistia tentando me fazer parar de drama. 

 

Eu sei que sou dramático e infantil a maioria das vezes, mas eu realmente estou triste então não consigo simplesmente ignorar isso. Com um grande bico nos lábios eu me levantei e comecei a olhar tudo o que tinha no meu guarda-roupas, se era obrigado a ir para a minha festa, pelo menos que fosse bonito e não de minion. 

 

– Jungkookie, você está chateado comigo?– Indagou quando Taehyung saiu do quarto Para se arrumar. 

–Sim! Era para você ter escolhido minha fantasia e não seu namorado! – Sentei ao seu lado na minha cama encarando uma peça de roupa qualquer que estava em minhas mãos. 

– Me perdoa, eu só queria fazer o Tae se sentir acolhido por você. Você sempre foi tão receptivo com o Jimin e não costuma dar muita bola para o TaeTae... – Ele falava e coçava a nuca, era um sinal de que estava nervoso.

– Eu... Não sei se gosto do Tae ainda, nos conhecemos a pouco tempo Seokie... – Comentei, mesmo sabendo que isso poderia magoá-lo.

–Tudo bem, eu acho que te entendo-

–O que está acontecendo?– Jimin interrompeu entrando no quarto, o que me fez quase ter um ataque.

 

Taehyung estava com ele e agora vestido de Harley Quinn, estava muito bonito com os fios tingidos nas pontas, acho que ele usou sombra de olho mesmo porque estava bem artificial e não parecia tinta. Jimin estava encantador e medonho ao mesmo tempo, uma mistura que eu descobri amar. O rosto mais pálido e presas falsas com manchas vermelhas nos lábios e sujando a roupa branca, como se fosse sangue, por baixo da capa que era preta por fora e vermelha por dentro. Estava lindo demais e eu tive que me controlar para não pular em seu colo naquele mesmo instante, algo que eu só não fiz também por estar muito triste e em um grande conflito interno. Eu tinha dito a ele que já tinha tempo que não chupava chupeta e não menti, mas como eu já disse, chupar chupeta me acalma quando estou estressado ou triste e neste caso era a segunda opção. A questão é que agora ele ia me achar um mentiroso e infantil, isso não é nada bom.

 

– Está chorando, chupetinha? – Ele brincou vindo e me abraçando, não deixei ele me soltar do abraço e ele teve que me pegar no colo.

–O Seokie comprou uma fantasia de criança, MinMin– Falei bem baixinho enquanto encostava o rosto na curvatura de seu pescoço, adorava demais seu cheirinho.

–E você não é criança?– Brincou beijando meu cabelo e sorrindo.

–YA! É claro que não! – Resmunguei e ele riu ainda mais.

 

Ouvi Hoseok dizer que ia se arrumar e pedir para que Jimin tentasse me animar, algo que ele sabia que poderia dar certo.

 

– O que é essa chupeta então? Huh? Sabe que só criança chupa chupeta, né? – Senti ele se sentar na cama e me ajeitar em seu colo enquanto fazia carinho nos meus fios marrons.

– Eu chupo só quando estou triste, MinMin... Isso não me torna uma criança! – Tentei ser mais firme e ele só sabia rir, o que me fez ficar com um bico enorme.

– Não gostou da sua fantasia? – Indagou depois de me encarar por um tempo e eu assenti. – Vamos montar uma com suas coisas então, oras!

 

Não demorou muito para Jimin começar a vasculhar minhas coisas no guarda roupas, eu só tinha me esquecido que não deixava ninguém mexer na minha última gaveta. Quando conversava com Yoongi ele me disse que homens mais velhos costumavam ter fetiches e eu demorei um pouco para aprender o significado dessa palavra, mas gostei muito disso. Hoseok me dava dinheiro toda semana para eu comprar doces ou alguma roupa ou sapato, eu sempre guardava o que sobrava. Não era muito já que o meu irmão não tinha o melhor emprego do mundo, ele costumava dizer que o emprego do Jimin era melhor, mas era o suficiente e ele sempre se esforçou para me dar o melhor. A questão era que eu comecei a pesquisar na internet sobre esses fetiches que os homens mais velho tinham e descobri que chupeta poderia estar nessa lista, então eu não era obrigado a parar. Além de chupetas novas eu também consegui comprar na loja da prima do Yoongi orelhas de coelho, meias e até uma calcinha. Parece ousado mas eu nunca usei mesmo, só achei muito bonita e pensei que talvez pudesse ficar boa em mim. Eu escondia na última gaveta junto com meu cofrinho que era onde eu juntava minhas economias para comprar mais coisas na lojinha da prima do Yoon, por isso eu fiquei nervoso quando vi o Park se aproximar dessa minha gaveta.

 

– Não MinMin, não mexe nessa.– O impedi quando ele se aproximou da última gaveta.

– O que esconde aqui, chupetinha?– Riu e me pegou no colo até me levar de volta para a cama e me deixar deitado ali. Eu usava meu roupão de bichinhos já que tinha acabado de sair do banho quando Hoseok me mostrou a fantasia que comprou, quando Jimin começou a fazer cosquinhas em mim eu comecei a balançar muito o corpo e minhas pernas já estavam toda de fora, me sentia estranho pois nunca fiquei tão exposto para ele, mesmo que eu quisesse muito.

– É só o m-meu cofrinho, Jiminnieee...– Proferi entre risadas, sabia que estava muito manhoso, mas o que poderia fazer se ele sempre me deixava assim.

–Então não tem problema nenhum... – Se interrompeu e me largou ali na cama, foi um ato rápido e quando eu me dei conta ele já estava abrindo a gaveta. –Se eu ver o que guarda aqui... – Desta vez a fala foi morrendo aos poucos conforme ele via o que estava ali guardado.

 

Eu estava em choque, meu coração batia forte demais no peito e minha respiração estava pesada. Será que ele ficaria bravo comigo? 

 


Notas Finais


FALEM COMIGO SE ESTÃO GOSTANDO PLEASE ❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...