História Chuva - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Marceline, Princesa Jujuba
Tags Bubbline, Yuri
Visualizações 19
Palavras 336
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Droubble, LGBT, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Rain


Fanfic / Fanfiction Chuva - Capítulo 1 - Rain

Eu odiava a chuva, principalmente naquele dia, caindo inúmeras lagrimas pesadas sobre meu ser pálido solitária e sozinha.

Como sempre esqueci o maldito guarda-chuva me molhando toda conforme andava pela rua que conhecia tanto, os fios negros encharcados grudava em meu rosto dificultando a visão enquanto rumava ao ponto de ônibus que era coberto, o vento frio batia contra o corpo desfalecido me causando arrepios implorando por algo quentinho para se aquecer, se pudesse sentir o tão odiado e amado calor.

Parada de pé esperando a droga do ônibus que demorava milênios para aparecer, com os fones de ouvindo escutando uma música depressiva, não percebi que ao meu lado sentada no banco gélido uma garota de longos cabelos róseos caídos por seus ombros, com um unicórnio de pelúcia rosa em seu colo que o abraçava em seus braços tão frágeis, seus olhos azuis brilhantes e misteriosos como diamante fitava o céu chuvoso perdida em pensamentos com um sorriso bobo nos lábios finos rosados, tudo nela era perfeitamente rosa desde da calça jeans justa, a maquiagem discreta, a seu corpo pequeno atraente com imperceptíveis curvas, meus olhos escuros demoníacos não conseguia desviar o olhar para outra coisa mais linda que ela com seu jeito inocente que fazia meu interior um caos de sentimentos que não compreendia, não tenho culpa eu sou uma vampira que vaga pela a noite iludindo e tomando  o sangue de jovens princesas sem tempo para seus sentimentos ingênuos, mas agora me sentia como elas morrendo por esse "amor" com mil borboletas dentro de mim, reuni toda minha coragem que tinha com os punhos fechados toda nervosa.

- E-eu amo a chuva.

Marceline você é tão ridícula! Não tinha algo melhor do que isso? Ahh vou correr para bem longe dela e me matar! Nossa sua idiota você já está morta!

A garota lançou um sorriso amável fazendo meu coração sem vida bater acelerado.

- Eu também amo...

Mal sabia que essa rosada que mexia tanto comigo tornaria minha morte um caos de rosa.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...