História Cicatrizes - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Letícia, Li, Lysandre, Viktor Chavalier
Visualizações 51
Palavras 1.754
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ta curto em comparação da demora do outro cap?
sim mas eu prometo que o próximo vai ser grande

Capítulo 18 - Sozinhos em casa....


Fanfic / Fanfiction Cicatrizes - Capítulo 18 - Sozinhos em casa....

Armin- p-perra ai, o oque? 

-vc não pode ir pra casa e minha mãe não pode voltar- falei como se fosse a coisa mais normal do mundo 

Armin- então quer dizer que somos só nos dois?- ele fala fazendo um cara maliciosa, puta merda 

-......-no momento que ele falou isso senti minha bochechas queimarem, com certeza eu tava corada, virei de costas pra ele, Deus... Por que isso só acontece comigo?- s-sim, porquê?- caralho, por que q eu to gaguejando? 

Armin- *ri* relaxa eu não vou fazer nada- ele se aproximou de mim, não vi, mas senti- a não ser que vc queira- ele sussurrou no meu ouvido, me arrepiei, a voz dele era rouca, meu Jesus por que eu não posso ter ele?? 

-A-armin 

Armin- que foi?- ele perguntou sussurrando no meu ouvido (de novo) 

-j-já que v-você vai dormir aqui e-em casa pq vc n-não põem o p-pijama já?- ele veio pra minha frente 

Armin- e qual pijama eu usaria?- ele veio pra minha frente 

-o meu, eu uso blusa larga pra dormir 

Armin- vc usa só a blusa?- ele fez uma cara maliciosa (de novo) 

-ARMIN! 

Armin- desculpa *ri*, me dá uma toalha? 

-pra que? 

Armin- pra eu tomar banho talvez... 

-ah éh, espera- fui até meu roupeiro e peguei uma toalha e um pijama pra ele, coloquei em cima da cama e saí do quarto, antes de eu sair ele me chamou 

Armin- vai aonde? 

-vou pedir pizza, to com fome 

Armin- obrigado Senhor, pizza é vida 

-na verdade obrigado Alice 

Armin- pode ser...- ele entrou no banheiro (que tinha no meu quarto;) e eu fui pra sala pra ligar pra pizzaria, pedi uma pizza só, eu realmente espero que o Armin não esteja com muita fome, esqueci de perguntar de qq ele gosta, mas é pizza, todas são boas (eu acho), então pedi uma que eu gosto 

Quando terminei de fazer o pedido voltei pro quarto, eu ia entrar, mas ele podia ta se vestindo, então eu bati na porta e perguntei se eu podia entar, ele falou que sim, abri a porta e eu não sei se eu me arrependi ou não, mas eu sei que eu tava mais vermelha que qualquer coisa no universo, nesse momento vc me pergunta: "mas Alice por que vc ficou mais vermelha que qualquer coisa no universo?" Simples, porque o Armin tava sem camisa, e não ouse falar que é só um homem sem camisa, por que eu nunca vi isso na vida real (sim, antes que vc fale eu sou virgem), ele percebeu que eu tava alí (e é claro que eu não estava olhando fixamente pra ele, é claaaaro...) 

Armin- qq foi? Queria ter tomado banho junto? 

-A-ARMIN!! 

Armin- *ri* brincadeira, mas não vai tomar banho agr então? 

-vou tomar banho depois que a pizza chegar 

Armin- vc que sabe

 
~QUEBRA TEMPO~ 

Ficamos conversando até pizza chegar, finalmente escutamos a buzinah do entregador 

-aleluia! Agora vai lá buscar Armin 

Armin- sou cachorro pra buscar alguma coisa? Vai vc 

-mas vc é o mais velho 

Armin- tu é a dona da casa 

-tu ta mais perto da porta 

Armin- tu que pediu a piz- escutamos a buzina de novo 

-vai logo Armin! 

Armin- tu é chata pra caralho, puta merda- ele saiu do quarto e eu fiquei esperando ele aqui no quarto, depois de um tempo ele entra no quarto- não vai vim não? 

- eu achei que a gente ia comer aqui no quarto 

Armin- pelo amor de Deus Alice, vem logo- ele saiu do quarto e eu fui junto 

Quando terminamos de comer voltamos pro quarto e continuamos conversando, afinal a internet tinha caído, era mais ou menos 23:00 quando falto luz 

-putamerda 

Armin- só falto luz Alice, melhor pra gente dormir também 

- e o meu banho? e como eu vou arrumar a sua cama? 

Armin- o banho eu não sei, mas a gente pode dormir juntos 

-Armin eu não to brincando 

Armin- nem eu- senti minha bochechas queimarem pela milésima vez 

-nossa muito engraçado você, agora faz algo util e liga a lanterna do teu celular 

Armin- nossa tua família não te deu educação 

- deu mas eu não to afim de ser educada agora- quando eu fui procurar meu celular a luz voltou 

Armin- mais calma agora? 

-sim, vou tomar banho antes que falte luz de novo 

Armin- ta 

Peguei minha toalha e fui pro banheiro, tomei um banho rapido, e adivinha, o animal aqui esqueceu o pijama no quarto, puta merda, eu me odeio, caralho, me dá uma tesoura pra eu começar a cortar de novo ou pode ser uma arma também é mais rapida a morte, desculpa me irritei um pouco. Me enrolei na toalha e saí do banheiro 

Armin- procurando isso?- ele tava com o meu pijama na mão 

-m-me devolve A-Armin 

Armin- que foi? por que tá tão vermelha Alice? 

-A-Armin p-por favor 

Armin- Alice... 

-o q-que? 

Armin- eu acho que você não vai precisar disso- ele falou levantando da cama e deixando o pijama em cima dela 

- Armin p-para de b-brincadeira- nesse momento eu já tava mais vermelha que um tomate 

Armin- Alice, quem disse que eu to de brincadeira?- ele falou vindo até mim e me prensando na parede 

-Armin...- eu não sei se eu vou me arrepender disso depois mas eu quero ele 

Armin- que foi?- ele fez um chupão no meu pescoço que com certeza iria ficar a marca- algum problema? 

-na verdade não- beijei ele, eu não tava no meu comum, mas, eu só sei que eu queria mais, ele me jogou na cama e tirou minha toalha, que eu não sei por que eu ainda tava com ela 

Terminei o beijo com uma mordida leve no seu lábio inferior. 

-Mas eu acho -Me aproximei de seu ouvido -Que se eu não preciso da toalha, você não precisa da calça...- agarrei minhas pernas ao redor de seu quadril, sentindo algo a mais, e ouvindo um suspiro baixo. 

Armin-Então tire-as, Alice... -E girou nossos corpos, fazendo com que eu ficasse por sima de seu corpo, e lhe dando a visão de meus seios perfeitamente expostos. 
-

Armin, você já fez isso antes? Sexo? -Perguntei, antes de tudo. Ele negou e segurou minha mão, entrelaçando nossos dedos. 

Armin-Mas eu quero que seja com você, se também quiser... -Ele corou, mas não desviou o olhar, era bem claro que estava falando sério 

Com essa confirmação, engatinhei até que estivesse na altura de sua cintura, abaixando sua calça até os joelhos, parando para observar o volume em sua box. Não parecia tão grande, mas definitivamente não é pequeno. Recebi um suspiro totalmente aliviado quando terminei de o despir. olhei para cima e encontrei aquelas safiras me encarando de forma curiosa e lasciva, esperando me próximo movimento. Ao contrário dos olhos dele, os meus estavam apenas confusos, mas eu estava com muita vergonha para perguntar. percebendo isso, ele falou: 

Armin-Você pode tocar... bem devagar...- e o fiz, segurando com um pouco de cuidado e movendo lentamente. Seus olhos se fecharam e um suspiro deixou os seus lábios, e eu aproveitei para subir meu corpo e beijá-lo, sem parar a masturbação. 
Uma de suas mãos segurou a minha nuca, tornando o beijo mais profundo, e a outra tocou o meu seio esquerdo, massageando-o. Arfei. Desci minha boca até seu pescoço, onde chupei e mordi, deixando uma marca muito bonita, aliás. Sua mão também desceu, para a minha barriga, mas não parou. Quando percebi, soltei um gemido baixo. 

Armin-Que molhada... É por mim?- Assenti e rebolei contra seus dedos, que tocavam meu sexo hesitantes. Me ajeitei sobre o seu colo e voltei a punhetá-lo, algo que nem percebi quando parei de fazer. Passei meu polegar pela glande, espalhando o pré gozo que começava a vazar, Armin gemeu longo e baixo. 

Seus dedos tocando uma parte tão intima minha eram bons, mas poderiam ser melhores. 

-Hey...- Levei minha mão à dele e segurei seus dedos indicador e médio e os levei até minha vagina e sussurrei roucamente: - com esses você fode aqui...- gemi com gosto pela invasão. Levei seu polegar até meu clitóris e arfei pelo toque.- e com esse você massageia aqui... De leve...- e assim ele fez. 

Me permiti recompensá-lo aumentando a potência de minha masturbação em si, ouvindo-o gemer deleitoso e fazer a cara de prazer mais excitante do mundo, e nos senti pulsarmos nas mãos um do outro. Uni nossos lábios e corpos em um beijo lascivo e luxurioso, que vez ou outra era interrompido por gemidos tanto meus quanto dele. 

Em dado momento, seus dedos acertaram uma parte muito sensível dentro de mim, então quebrei o beijo por completo, gemendo alto. Ele passou a acertar apenas ali. 

Sua mão livre se juntou a minha, comandando o ritmo se sua masturbação, gemendo um tanto manhoso. 

Nós já tínhamos um ritmo, era forte e intenso. Eu nos sentia tremer, estávamos muito próximos do ápice. 

Juntos, selamos mais uma vez nossos lábios, de maneira agitada, tentando descontar tudo o que sentíamos, tanto um pelo outro quanto pelo o que fazíamos. Nossos corpos derretiam juntos, se grudavam, se complementavam, e sem aviso prévio, explodiram juntos em uma pilha de arrepios, espasmos e gemidos.

Deitamos na cama um do lado do outro

-eu te amo- sorrio

Armin- eu também- ele sorri também, e mano, ti fofohhh

-vou tomar banho

Armin- mas jah?

- não, vou tomar banho semana q vem

Armin- nosfa Alice- levanto da cama, na verdade eu tento e falho e essa disgraça (mais conhecida como Armin) começou a rir de mim- era isso q eu queria

-cala a boca- pego o roupão q esta na minha cadeira (ainda sentada) e o visto, vou até o banheiro me apoiando nas coisas do meu quarto

Armin- não ajuda?- ele fala tentando segurar a risada

-não!

Armin- calma soh perguntei

Entrei no banheiro e fechei a porta, enchi a banheira e entrei, tomei um banho demorado, como jah tava um pouco melhor me enrolei na toalha (eu tinha pegado enquanto tava vindo pro banheiro) saí do banheiro e peguei meu pijama (que tava no chão, mas okay), voltei pro banheiro e me vesti

Armin- pq se vestiu no banheiro?

-costume, pega- joguei uma tolha nele

Armin- pra q isso

-pra fazer um carro -_-

Armin- poxa Alice ;-;

-seu pijama jah ta no banheiro

Armin- okay- ele levantou e se enrolou na toalha, e foi até o banheiro. Depois de um tempo ele voltou jah vestido, deitou do meu lado, dormimos de conchinha 

 


Notas Finais


desculpa qualquer erro
e obg a @Candy_Foxy q escreveu a parte do hentai pra mim


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...