História Cicatrizes Em Obras Primas. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Amor, Carinho, Drama, Hinata, Kakashi, Mistério, Naruto, Obsessão, Romance, Sai, Sasuke, Tragedia, Universo Alternativo, Violencia
Visualizações 69
Palavras 1.129
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Literatura Feminina, Luta, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 7 - Capítulo 7: O que sou para você?


A sombra era nada mais nada menos que a prima de Naruto a Naruko e o “marido” dela Itachi Uchira. Como Ninguém vinha atendê-los eles foram embora e planejavam voltar depois. Eles tinham uma coisa muito importante para resolver com Naruto. Enquanto isso.

Naruto e Hinata estavam indos caminhar pelo jardim para por a conversa em dia quando encontraram Sai que contou sobre Ino, ela estava dormindo no quarto de Sai estava muito cansada de fugir dos lobos, então Naruto com um sorriso disse.

Naruto: Vamos pescar?

Sai: Estou dentro! E vocês meninas? Comemorando a volta de Hinata a mansão?

Hinata concordaram e assim foram à floresta que tinha atrás da mansão e juntos e dirigiam até o lago. Então começaram a pescar, Hinata lia um dos livros que Naruto a deu. Sai para descontrair fez a pergunta que todos estavam se perguntando na mansão.

Sai: Então senhorita Hinata? É verdade que recebeu uma carta de amor do Kiba Inusuka?

Hinata corada respondeu: Sim, mas...

Sai: Olviu isso Naruto nossa pequena Hinata já está arrasando corações!

Hinata super envergonhada: Não é nada disso!

Naruto permanecia quieto e tentando pescar, mas obviamente com uma carranca no rosto pela suposta carta de amor. Naruto e Sai estavam competindo para ver quem pescava mais, mas não tinham muita sorte. Hinata sentiu um puxão na vara de pescar e então viu que tinha fisgado um peixe.

Sai feliz disse: Parabens senhorita Hinta pegou um grandão!

Eles pegaram apenas dois peixes e os dois foram pegos por Hinata, eles resolveram voltar para a mansão então enquanto faziam o caminho de volta Hinata percebeu que tinha esquecido o livro que Naruto a deu, apressada foi buscá-lo. Ao chegar lá um homem apareceu de repente com o livro e a assustou. Sai e Naruto chegaram rapidamente e o renderam.

Sai: Tentando invadir uma propriedade particular senhor ladrão! –Sai e Naruto o arrastavam para fora. Então Hinata percebeu que era Kiba.

Kiba: Eu não sou um ladrão! Sou eu Hinata, o Kiba! Eu vim para pedi-la em um relacionamento formal.

Todos se assustaram, Naruto pensou “Então este é o guri! Vou dar um susto nele”.

Naruto pegou Kiba pelo braço e disse: Siga-me até minha sala.

Ao chegarem a sala Naruto serviu uma taça de vinho para Kiba e disse.

Naruto: Então senhor Kiba. Diga tudo.

Kiba tomou um gole do vinho e começou a tossir. Naruto sorriu um dono de vinhedos não sabe beber, é bem engraçado. Quando Kiba começou a falar.

Kiba: Eu gosto da senhorita Hinata, permita-me corteja-la senhor Uzumaki.

Sai e Hinata estavam do lado de fora da porta escutando tudo.

Sai sorrindo: Você fisgou um garoto de valor na escola. Heim espertinha.

Hinata envergonhada: Não é isso!

De volta a sala Kiba perguntou.

Kiba: Então vai me deixar cortejar sua filha?

Naruto: Ela não é minha filha.

Kiba disse estranhando: Sua irmã?

Naruto disse nervoso: Ela não é minha irmã. Mas isso não importa.

Kiba: Eu estou apaixonado por ela. Acho que não conhecia nada antes dela.

Naruto ironizou: Acho que todos os nobres são ingênuos assim. Nunca precisam trabalhar e assim se tornam bobos apaixonados.

Kiba gritou: Nunca esteve apaixonado senhor Uzumaki?

Naruto disse com uma carranca: Não tenho tempo a perder com emoções triviais. –E continuaram a conversa.

Sai estava zoando Hinata quando Naruto chegou e disse.

Naruto: Leve Kiba para a porta.

Kiba: Até mais

Sai escoltou Kiba até a saída da mansão. Naruto e Hinata ficaram se olhando sem dizer nada até Sai voltar.

Sai: Pobre garoto, tão jovem para tomar um sopapo do guardião da jovem por quem se apaixonou. Mas ele é muito novo para entender de amor. Que chato por acabar assim. –Hinata deu um leve sorriso ao ouvir isso.

Naruto: Não acabou. Está apenas começando. Não sei por que, resolvi não acabar com o garoto, mas agora só depende de Hinata. O sorriso de Hinata desapareceu após ouvir isso e seu coração começou a se desesperar.

Sai: Você aprovou o namoro? –Naruto pôs o braço no ombro do sai e disse em italiano vulgar.

Naruto:Si. Facciamo un whisky, ho bisogno di affogare il nostro dispiacere. “ Sim. Vamos tomar um whisky, eu preciso afogar as mágoas” –E foram embora.

Sai gritou de longe: Melhor ir para a cama Hinata.

Então Hinata começou a chorar. E correu para seu quarto, se jogou na cama gritando.

Hinata: Por que senhor Naruto! Por que não pode me amar como eu te amo! E me ver como uma mulher! Porque eu tinha que ser a “pintura viva”! –Algumas empregadas e Ino estavam do lado de fora do quarto a ouvindo chorar, sentiam muita pena dela.

Enquanto isso Sai e Naruto estavam na mesa de um bar famoso.

Sai: Não intendo. Assusta o garoto e aceita o pedido dele?

Naruto tomou um gole de whisky e disse: Tem rasão. Você não entende. –Disse Naruto sorrindo, o sorriso mais falso que Sai ja viu.

– - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Kiba estava a duas horas chamando por Hinata que não o atendia. Naruto já estava ficando louco e gritou.

Naruto: Há quanto tempo ele está vindo aqui!

Sai com uma xícara de chá disse sorrindo: Dez dias direto e fica cerca de cinco horas a chamando.

Naruto foi a janela e gritou.

Naruto: Pare com isso! Eu não consigo me concentrar!

Kiba chorava: Senhor Naruto a senhorita Hinata se nega a me ver!

Naruto irritado disse: Sai ponha este otário para dentro, vou falar com minha “protegida”.

Alguns minutos depois Kiba e sai estavam no salão principal conversando enquanto Hinata estava no quarto pensando, Naruto bateu na porta. Hinata a abriu e Naruto entrou.

Naruto: Por que simplesmente não o recebe? Ele não me parece um mal garoto.

Hinata permanecia de cabeça baixa até se pronunciar.

Hinata disse muito triste: Q...quer que o senhor Kiba seja m...meu pretendente?

Naruto: Não é ruim entreter-se com seu companheiro sei que ele será um bom namorado.

Hinata derramou uma lágrima: Meus sentimentos não importam nada? –Hinata gritou chorando. –Eu tenho sentimentos também!

Naruto: Hinata me desculpe eu...

Hinata o interrompeu com uma pergunta que fez naruto tremer na base. Olhando para ele fortemente ela perguntou preocupadamente.

Hinata super corada e gaguejando: O q...que sou p...para você? P...para você n...não sou mais que u...uma garotinha? –Naruto olhou fixamente para Hinata que olhava para ele, super corada e nervosa.

Continua.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Comentários são sempre benvindos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...