1. Spirit Fanfics >
  2. Cigarretes - Billie Eilish >
  3. Who is Billie Eilish really?

História Cigarretes - Billie Eilish - Capítulo 24


Escrita por: e Neonettdown


Notas do Autor


EU PLANEJEI ESSE CAPÍTULO DESDE O COMEÇO, MUAHAHAHAHA

Capítulo 24 - Who is Billie Eilish really?


Fanfic / Fanfiction Cigarretes - Billie Eilish - Capítulo 24 - Who is Billie Eilish really?

N A R R A D O R A

Los Angeles, Califórnia, 14 de novembro, 09:56AM

O vento gélido batendo em seu rosto a causava arrepios. Não só por estar frio demais, mas também pelas roupas largas que havia se habituado a usar. Dessa vez, optou por um conjunto vermelho, composto por uma bermuda, um moletom, meias da mesma cor e um tênis comum, porém, sem sair do padrão, também vermelho. Os cabelos platinados da garota iam pra trás e, ao sentir uma presença, permitiu-se virar. Dessa vez, com sucesso, olhava a mulher a sua frente, com as mãos no bolso e uma simples cara de tédio.

- Eu sabia que estava me seguindo. - Afirmou, ganhando um riso cínico em resposta. Sua expressão não havia mudado, encarava a figura adulta em sua frente como se tentasse a decifrar. Com um vestido simples e salto alto, a moça se perguntava o que andava acontecendo na cabeça da adolescente.

- Pelas roupas e os traços faciais, já vi que é francesa. O que quer comigo?

- Você está no meu caminho, querida, e eu preciso que saia, do jeito bom ou do ruim. - Em um lapso de segundo, Billie agora olhava a ponta do revolver já destravado perto de seu rosto. Mesmo que um pouco de medo por dentro, a expressão de tédio da garota continuava inerte a qualquer provocação. O vestido florido da bela mulher a sua frente também não era algo para lá de amedrontador. Tirou uma das mãos do bolso e apontou para a arma

- Pode atirar se quiser, não tenho medo de morrer. - Colocou a mão no bolso novamente e observou a mulher colocar a arma na bolsa outra vez.

- Não tenho nada a ganhar com isso. Apenas não se aproxime mais de Louise, não tenho total certeza se é confiável.

- E quem é você pra achar que pode me afastar da minha garota?

- Sou uma mulher mais velha, que tem um revólver na bolsa. - Sorriu simpática

- Bom argumento. Mas eu não vou fazer isso. - Se virou, encontrando outra pessoa atrás de si.

- Boa dia. Clima ruim, não é? Eu esperava um céu azulado hoje. Qual o seu nome, garotinha?

- Billie.

- Prazer, o meu é Sonnie, e aquela mala de vestido ali atrás é a Celeste.

- Super interessante, mas se vocês não se importam, eu tenho que ir encontrar com alguém. - Passou pela mulher, indo embora

- Pra onde pensa que vai, pirralha?

- Eu sei exatamente porque estão aqui, sei da família de vocês, do dinheiro, da arena. Sou bem mais informada do que todos pensam.

- Porra, você também tá atrás dela...

- Não quero dinheiro algum. Só não acho justo que ela perca a adolescência por uma idiotice de alguém que enterrou uma maldita chave junto com o corpo de alguém. Eu só quero proteger ela, só isso. E além do mais, eu já tenho dinheiro o suficiente.

- Como você sabe de tudo?

- Já ouviu o sobrenome Pirate?

- Merda, que droga - Colocou as mãos na cabeça, fechando os olhos

- Não sou quem vocês pensam. Apenas me deixem cuidar disso e você, Celeste, terá sua filha de volta.

- Espera... É você a filha da Maggie? - Acenou positivamente com a cabeça

- Porra Celeste, quem diabos é Maggie?

- Esquece, Sonnie, podemos confiar nela

- Quem é essa garota?

- Depois eu conto.

- Não precisa se estressar tanto, eu sou bem confiável. Vou arrumar um jeito de pegar as coisas dela, vou queimar tudo. Depois que eu acabar, vou me mudar pro Havaí. Nós nos encontramos lá e eu devolvo ela pra vocês, simples. Já acabamos?

- Tem mais uma coisa. - Celeste relembrou

- Fala.

- Eu vi vocês se beijando na porta da sua casa hoje de manhã... Isso significa que você só tá iludindo a minha filha?

- Que isso, claro que não, eu gosto mesmo dela - Se virou, sorrindo

- Tem certeza?

- Sim, eu tenho sim. Bom, depois que souber de tudo ela provavelmente irá terminar tudo o que tem comigo, mas eu meio que já tô acostumada a ser dispensada, então vai ficar tudo bem.

- Em que lugar do Havaí?

- Nas Bahamas. Enfim, eu tenho que ir, sua filha me espera. Tenha um ótimo dia, Celeste. Ah, e você também, Sonnie. Boa sorte! - Deu as costas e saiu andando

L O U I S E

Ouvi o som do pequeno sino instalado na porta de vidro e direcionei o meu olhar pra lá, encontrando quem eu mais procurava. Sorri e acenei, vendo Billie vir na minha direção

- Então... Algum motivo pra ter me chamado? - Perguntou se sentando

- Ah... Não, é só que eu tinha vontade de comer aqui, mas não pensei em ninguém pra chamar na hora e convenhamos, comer sozinha nessa lanchonete deve ser algo deprimente

- É verdade. Essa é nova, abriu a muito tempo?

- Acho que a menos de um mês. Me disseram que era pra ser um Fliperama, mas o pai do dono morreu, ele acabou perdendo dinheiro e decidiu que poderia substituir pra uma lanchonete. Legal, não é?

- Essa vai ser uma história e tanto pra ele contar aos filhos. Você ainda vai pro baile de primavera, Lolo?

- Não tenho ninguém pra ir comigo, e também, eu ainda tenho o que vestir

- hummm... Como eu fui matriculada na mesma escola que você, então você vai comigo, e nós vamos comprar alguma coisa pra você vestir hoje, que tal? 

- Depois de comer, porque eu tô com fome

- Você sempre tá com fome

- Errada. Não é porque eu como o tempo todo que eu tenho fome o tempo todo, Eilish

- Então por quê?

- Duh, quando eu fico no tédio, eu gosto de mastigar, ué

- Você é esquisita

- Só percebeu agora?

- Na verdade não - Riu

- Chata - Murmurei, pegando uma das batatas fritas do prato 


Notas Finais


hehe, por essa vocês não esperavam, não é mexmo?

Vou deixar no ar e ir embora: Quem realmente é Billie Eilish nessa fic, hum?

Xau (~ ̄³ ̄)~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...