História Cilada.com - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Shipp Supremo Da Uanine, Sisterx, Taegi, Taehyung, Yaoi, Yoongi
Visualizações 457
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


⚠⚠⚠⚠HAUABWUS GENTE, DA UM CLOSE AQUI RAPIDINHO!
Eu não lembro (mesmo depois de ter lido os capítulos) que cor era o cabelo do Yoongi. Simplesmente não faço a menor ideia. Nem do Taehyung KKKKKKKKK RINDO DE DESESPERO. Enfim, se vocês quiserem mudar ou escolher a cor do cabelo deles, me avisem que eu mudo neste capítulo.⚠⚠⚠⚠

Ignorem os erros e boa leitura ♡

Capítulo 5 - O pão queimou


Yoongi ora passava seu olhar na porta do apartamento e ora passava no rapaz que estava sentado em seu sofá brincando com os próprios dedos.

— Por que está aqui? — Perguntou segurando todo e qualquer tipo de negatividade que pudesse jogar no Kim.

— Eu fiquei com um pouco de medo do seu ex namorado. — Um suspiro pesado saiu pelos lábios de Min — Eu posso ir embora, se quiser…

— Fique. — Massageou as têmporas e foi até seu quarto, onde trouxe uma muda de cobertores e travesseiros — Vai querer tomar banho? — Sem nem mesmo esperar por sua resposta, Yoongi foi até seu quarto e abriu o seu closet, tirando de lá sua calça de moletom cinza e uma camiseta branca e lisa — Talvez fique um pouco pequeno, mas é o que tem. — Entregou-lhe as roupas e mostrou onde era o banheiro — Se quiser comer algo, sinta-se à vontade na cozinha, mas limpe depois sua sujeira.

— Ok.

— Vou ir dormir, qualquer coisa não me acorde e chame o bombeiro. — Acenou e foi até seu quarto, deitando na cama e puxando a coberta até seu pescoço.

Min, após um tempo de puro silêncio, ouviu o chuveiro ser ligado e imaginou que Kim tivesse ido tomar banho. Com um grande suspiro, se virou e passou a encarar a janela de seu quarto.

Era uma vista monótona. Prédios e mais prédios. Não o agradava nenhum pouco, já que o loiro gostava de paisagens mais abstratas e que pudessem trazer certa felicidade para si.

Aliás, Yoongi — tirando completamente o fato de que tinha Hoseok em sua vida — não se sentia nenhum pouco feliz. Ainda mais agora que soube da idiotice que Jimin estava fazendo com Kim.

Queria muito entender o que se passava na cabeça de seu ex, mas não iria conseguir bater de frente com ele, não agora. Min sabia muito bem que Park ainda mantinha uma relação séria com aquele garoto, e que qualquer coisa que Yoongi fizesse para Jimin, ele iria vir para cima; o que não queria que acontecesse.

Era tudo um caos. Principalmente agora que teria que lidar com mais uma preocupação; o famigerado, Kim Taehyung. Min não o conhecia direito, apenas o básico e o que ele mesmo dizia. Para falar a verdade, se fosse qualquer outra pessoa iria negar a suposta passagem de Taehyung pelo apartamento por uma noite inteira. Mas, como era Yoongi, ele deixou.

— Me ajuda! — A porta foi aberta com tudo, fazendo o loiro pular na cama e encarar o Kim com a roupa que havia dado para ele — Eu queimei o pão na torradeira e elas ficaram presas lá! — Min demorou alguns segundos para processar e reagir.

— Eu não pedi para você ligar pro bombeiro?! — Taehyung o olhou com medo mas ao mesmo tempo desacreditado que o loiro estava falando sério quanto a isso — Mas que droga de fumaça. — Tossiu várias vezes e desligou a torradeira, que por sinal ainda estava ligada na tomada — Você — Apontou para Kim —, sente-se ali e espere.

|50 minutos depois|

Yoongi conseguiu sumir com aquela fumaça e cheiro de queimado. Limpou a torradeira e a guardou, jogando os pães incinerados no lixo. Preparou algo simples para Taehyung comer e deu a ele um copo de suco de laranja.

— Você cozinha bem. — Elogiou Kim, fazendo Yoongi ficar sem jeito por dois segundos.

— Obrigado. — O rapaz sorriu e terminou de comer.

Após arrumar a cozinha e tendo Min o vigiando até terminar, foi até o sofá e se sentou. O loiro percebeu que Taehyung havia arrumado o sofá com as cobertas e os travesseiros que havia lhe dado, deixando bem mais confortável para dormir bem.

— Você tem algum abajur? — Perguntou, olhando Yoongi com os olhos brilhando.

— Tenho, mas fica no meu quarto.

— Ah. — Min notou Kim passando as mãos pelo joelho, como se tivesse limpando o suor.

— Vai me dizer que tem medo do escuro?

— Na verdade… — Yoongi estava completamente derrotado e sem paciência nenhuma para aguentar o rapaz falando sobre seus medos e afins.

— Venha logo dormir no meu quarto. — Parecia mais um resmungo do que uma fala normal e tranquila.

O loiro seguiu na frente e esperou Kim vir até seu quarto, notando os passos e olhar de incerteza do rapaz.

— Você…

— Aquele canto é o seu. — Apontou para o lado que estava com o abajur em cima do criado mudo — Aquele é o meu. — Foi até seu canto e se sentou cama — Feche a porta e venha dormir, pois tenho que acordar cedo amanhã para ir até a empresa. — Obedecendo, Kim fechou a porta e deitou-se no seu canto, ligando o abajur e ficando de costas para Min, que apenas suspirou e repetiu o mesmo ato do rapaz.

— Boa noite, oppa. — Poderia passar séculos atrás de séculos, mas isso nunca faria o loiro entender o motivo que levou o rapaz a chamá-lo de oppa.

— Boa noite.

|Alguma hora da madrugada|

Yoongi abriu os olhos e notou que Kim não parava de se mexer. A respiração de Taehyung estava descompassada e algumas gotas de suor deslizavam pelo seu rosto angelical, que agora tinha uma expressão de dor. Sabia que ele estava tendo algum tipo de pesadelo, então, como estava com muito sono e precisava mesmo dormir para não ir até a empresa como um zumbi; passou um braço pelo corpo do rapaz e encostou sua cabeça na nuca, podendo inalar o cheiro do seu próprio sabonete.

Aos poucos Kim parava de se mexer, e quando finalmente cessou e Yoongi viu que não havia mais necessidade de ficar daquele jeito, se afastou e voltou para o seu lado, ficando de costas para o moreno. Entretanto, minutos após ele voltar, Min sentiu um braço parar em cima do seu corpo e uma respiração serena pairar sobre seu ouvido.

— Você é realmente o melhor, Yoongi oppa


Notas Finais


BUAHWHSHSHSHSHSH EU SOU O KIM NA COZINHA. Por isso nem tento cozinhar nada.
O oppa ainda continua ssusbsu e a tristeza do Yoongi também 🙀 sad.
Enfim, obrigada pelos comentários do capítulo anterior ♡♡♡ amo vocês. Também amo quem visualiza, fav e coloca na lista de leitura ♡♡♡
Um beijo e até o próximo capítulo 👬


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...