História Cinco meses com um Vacilão - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 8
Palavras 577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Two


Taehyungiee!!

Corro até Taehyung que estava sentado nas bancadas da quadra de basquete.

-Sim? Kookie.

Taehyung me olhou. 

-O que estava fazendo aqui? Eu te preocupei pela escola toda.

Digo ofegante por ter corrido.

-Vendo o meu namorado jogando.

Ele da ênfase no "Namorado".

-Oh meu Deus, vocês estão namorando??

Digo surpreso. 

-Sim, não é legal saeng, ele me pediu em namoro, namoro!!

Balanceio a cabeça confirmando.

-Parabéns Hyun-

Não posso terminar a minha frase porque sinto algo no meu pescoço que me arrepiou. Olho pra trás vendo Park, o homem que eu definitivamente odeio, sorrindo para mim.

-Olá, Jeongukk.

Ele sorri, fazendo seus olhos se tornarem duas listrinhas. Ew, que sorriso mais feio.

-Me deixa em paz Park.

Digo revirando os olhos, já não bastava aquela ameaça de ontem, sim, eu não me esqueci mas comecei a me fingir de sonso.

-É Hyung pra você, meu anjo.

Ele segura meu maxilar com um pouco de força.

-Vou roubar ele por uns instantes.

Segura meu braço me puxando com força pra dentro do banheiro da quadra.

-Porra, Jimin está machucando.

Ele me solta e assim começo a massagear meu pulsos.

-Desculpas.

-Então, deve ter pensado bastante desde ontem, né? 

Assinto nervoso olhando para a Timbaland  no meu pé.

-Então chegou a conclusão de que?

Ele disse chegando perto de mim e me abraçando logo em seguida. Caralhooo o que está acontecendo autoraaaaa e eu o trouxa deixei ele me abraçar só não retribui.

-Cheguei a conclusão de que não vou me rebaixar ao ponto de fazer coisas  por um vídeo e Um homem idiota.

-Ahh, Jungkookie, você tentando manter essa sua pose é tão sexy.

Ele disse e logo depois pude sentir suas mãos debaixo da minha blusa percorrendo minhas costas.

-Veja só, se esse vídeo vazar, seu pai ficará sabendo.

Fico congelado ao ouvir a palavra "pai"

- E soube que ele é bem homofobico,  Ele pode tanto te bater até te mandar para um internato de evangélicos. O namorado do Mark também saberá então olhe para trás e veja onde você se meteu. Nada legal, né ?

Minhas pernas falham e eu quase caio se não fosse Jimin me segurando.

-O que você quer que eu faça?

Digo me rendendo, ouço ele rir e suspirar rente ao meu ouvido, solto um arfar baixo.

-Você vai fazer o que quiser por cinco meses, tudo o que eu quiser sem mais nem menos, entendeu?

Ele me soltou e assim eu cai. Ele me olhou sorrindo enquanto eu me sentava no chão mesmo.

Por que cinco meses?

Pergunto sentindo meus olhos lacrimejarem. Eu estava tão ferrado.

-Daqui a cinco meses eu não vou mais estar nesse inferno, só quero me divertir para passar rápido.

-Jimin, você não pode me pedir coisas p-pornográficas, certo?

Coro e ouço ele rir.

-eu posso, e vou. Aliás me chame de Hyung, Jungkookie.

-Eu n-não qu-uero f-fazer isso?

Digo com voz chorosa. Eu estava sim chorando.

-Aish, não chora kookie.

Ele faz carinho em meus cabelos.

-Isso vai ser bom pra nós dois. Eu não vou te causar nem um mal, então não chore.

Ele levantou meu rosto e me deu um selinho.

-Eu preciso jogar agora, Ficaria feliz se você  assistisse.

Ele disse calmamente e levantou me pegando pelo braço com delicadeza.

-Eu tenho opção.

Fungo e faço um biquinho.

-Não, haha.

Ele ri e me dá mais um selinho quase saindo do banheiro mas para na porta.

-Me encontra na Praça depois das aulas.

E assim ele sai.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...