História Cinderella and four knights - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon (Vibro), Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Eddie Thawne, Iris West, Ronald "Ronnie" Raymond (Nuclear / Firestorm), Wally West (Kid Flash)
Tags Snowalbert, Snowbarry, Snowstorm, West-allen, West-thawne
Visualizações 314
Palavras 3.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - The trip


Fanfic / Fanfiction Cinderella and four knights - Capítulo 17 - The trip

Caitlin adentrou a pequena sala, e encontrou a morena concentrada, com alguns alfinetes na boca, enquanto tentava manter um pedaço de tecido parado no manequim.

Ela sorriu e se aproximou lentamente.

- Estou atrapalhando? - ela perguntou com um sorriso. Íris levantou os olhos e tirou os alfinetes da boca colocando sobre a pequena mesa ao seu lado, e em seguida correndo e se jogando nos braços de Caitlin sorrindo.

- Não acredito! Você está bem? - Íris perguntou - Eu estava preocupada! Você simplismente sumiu...Nunca mais faça isso!

Caitlin riu e segurou as mãos da morena.

- Eu voltei pra mansão - Caitlin disse. Íris suspirou aliviada.

- Se não tivesse voltado eu te daria uns tapas! Não pode simplesmente fugir de casa assim! Tem noção de como eles estavam preocupados? Como eu estava preocupada.

- Mas estou bem...Barry me encontrou e me levou de volta.

Íris sorriu.

- Barry sempre foi um príncipe encantado - a morena disse e elas ririam. O silêncio se instaurou. Depois de um tempo, Caitlin cortou o silêncio.

- Bem, eu só vim te avisar - Caitlin disse - E dizer que mais tarde passo na sua casa para pegar minhas coisas. Agora tenho que ir ver o Sr.Raymonds.

- Ah, sim, claro - Íris disse - Mas quero que vá para jantar!

Caitlin acentiu.

- Só se tiver comida caseira - ela susurrou. Íris riu.

- Tudo bem - disse ela - Você quem manda.

👑👑👑

Ao ouvir a batida na porta, Abraham já imaginava quem era, e puxou o talão de cheques.

- Pode entrar! - ele disse.

Logo Caitlin abriu a porta e entrou, a fechando atrás de si. Ela se aproximou da mesa sorrindo e Abraham sorriu de lado.

- Fiquei sabendo que aconteceu uma pequena bagunça ontem - ele disse.

Ela puxou o ar.

- Maus entendidos - ela disse - Mas tudo se resolveu.

Abraham soltou o cheque e sorriu observando a garota a sua frente. Ela havia conseguido fazer milagres com aqueles garotos. E ele teve uma ideia de recompensar.

- Senhorita Snow - ele disse juntando as mãos sobre a mesa - Quero lhe propor outra missão.

Caitlin acentiu.

- Manda - ela disse - O que devo convencê-los a fazer dessa vez?

Ele sorriu.

- Tirar férias - Abraham disse. Caitlin franziu o cenho - Temos uma casa de campo, algo simples, uma pequena fazenda no Texas. É perfeito para um descanso. Vocês podem ir com o nosso jato.

Vocês? -Caitlin perguntou com os olhos semicerrados. Abraham acentiu.

- Claro que você também vai - ele disse - Julian vai junto também. E mais...Pode levar quem você quiser.

- Como é?! - Caitlin perguntou animada.

- Leve suas amigas, e assim que os três pisarem na fazenda, sua missão está cumprida e você pode desfrutar da estadia.

Caitlin sorriu.

- Quem eu quiser?

👑👑👑

- Ahh, não vai dar Caitlin - Felicity disse enquanto servia café a um cliente. Ela entregou a xícara ao homem e voltou para falar com Caitlin - Meu avô está doente, você sabe disso. Preciso cuidar dele.

Caitlin fez um beicinho e suspirou.

- Me diga que não sou a única que você combinou de levar - Felicity disse repreensora.

- Não - Caitlin respondeu - Disse que ia levar três amigas...Mas pelo visto só vão duas!

Felicity suspirou.

- Sabe que eu jamais negaria se pudesse - ela disse - Mas eu realmente não posso.

Caitlin acentiu.

- Preciso falar com a Lind....

Elas foram interrompidas pela garota que surgiu do nada e se sentou ao lado de Caitlin, dando um tapa no balcão e se inclinando para as duas.

- Nem sabem! - ela disse sorrindo animada.

- Você falou com Ronnie ontem - Felicity disse entediada.

- Não foi só isso! - Linda disse ajeitando a postura orgulhosa - Ajudei ele.

Caitlin arqueou a sombrancelha.

- Ajudou ele com que, exatamente?

- A te procurar - Felicity disse - Ela se jogou pra cima dele dizendo que te conhecia ontem.

- Ei! - Linda disse.

- Os três Raymonds juntos num único lugar pra te salvar foi como uma adaptação de contos de fadas! - Felicity disse sorrindo.

- Escutem!!!! - Linda disse puxando o celular do bolso. As duas olharam esperando - Ele não achava jeito de sair da escola sem ser perseguido pelas garotas e então u ajudei ele a fugir de lá.

- Como? - Caitlin e Felicity perguntaram em uníssono.

Linda virou o celular super empolgada e o queixo das duas caiu. A foto de Ronnie com o uniforme escolar de Linda, era algo único.

Caitlin puxou o celular da mão dela prendendo o riso.

- Você deu seu uniforme pra ele?! - Caitlin perguntou a beira da gargalhada.

- Sim! - Linda de se derretendo - E ainda fiquei com as roupas dele.

As duas olharam de cenho franzido.

- Qual é eu precisava de uma roupa pra sair de lá também!

Felicity e Caitlin reviraram os olhos e riram.

- Acho que nunca mais vou vê-lo tão de perto - Linda disse tristonha.

Caitlin e Felicity trocaram um olhar cúmplice.

- O que vai fazer nesse fim de semana? - Caitlin perguntou como quem não quer nada.

- Absolutamente nada - Linda disse brincando com um guardanapo - Porque?

Caitlin olhou provocadora.

- Arrume as malas - ela disse - Vamos viajar.

👑👑👑

Ela entrou na casa animada, saltitando. Barry observou aquilo, estranhando aquela empolgação, e esperando a garota notar sua presença. Até que ela olhou para o lado e levou a mão ao peito assustada, enquanto ele seguia imóvel, com as sombrancelhas arqueadas e os braços cruzados.

- Barry! Nunca mais faça isso...meu coração não aguenta! - ela disse dramatizando. Ele revirou os olhos.

- Porque está tão animada? 

Ela sorriu.

- Vamos viajar! - ela disse batendo palminhas.

- Essa não, mais uma missão maluca? - ele perguntou.

- Sim, mas essa me agrada! - ela disse - Vamos para uma tal fazenda do seu avô e...

Vamos? - ele disse.

- Sim. Eddie, Ronnie, Linda, você....

Ele a interrompeu levantando o dedo.

- Pode parar! - ele disse - Não vou nem morto!

- Mas...

- Sem "mas" - ele disse firme e sério, sem se importar com o beicinho e a cara de decepção dela - Eu não vou.

Então se virou e saiu, deixando Caitlin sozinha na sala. Ela bufou e cruzou os braços.

- Droga, Barry!

👑👑👑

Ronnie ia passando pela sala, quando viu Caitlin sentada, mechendo no celular. Ele sorriu, como sempre fazia ao vê-la. Não demorou para ela notar sua presença e abrir o maior dos sorrisos que deixou o músico sem ar.

- Ronnie! Preciso falar com você! Tem um minuto? - ela perguntou. Ele suspirou.

- É acho que eu tenho um tempinho para você, Srta.celebridade - ele disse pulando por cima do sofá e se sentando - Manda.

- O que você acha de tirar...bem...ahn...umas férias? 

Ele franziu o cenho.

- Seria incrível - ele disse.

Ela sorriu animada.

- Beleza, partimos amanhã pela manhã! - ela disse. Ele ficou sério e chacoalhou a cabeça tentando organizar os pensamentos.

- O quê?! Espera! - ele disse - Quer dizer...amanhã tipo...amanhã mesmo?!

Ela acentiu.

- Não posso! - ele disse.

- Mas porque não? - ela perguntou choramingando.

- Minha agenda está lotada pra esse fim de semana - ele disse - Sinto muito, Caitlin.

Ela baixou a cabeça, sem disfarçar a tristeza e ele sentiu um aperto no peito. Mas não havia solução.

- Me desculpe - ele disse - Só algo muito grave faria meu empresário liberar minha agenda pra esse final de semana.

Ela sorriu com malícia.

- Algo, muito grave?

👑👑👑

- Eddie! Eddie! - Caitlin chamava cutucando o rapaz que dormia feito uma pedra - EDDIE!

Ela gritou, o chacoalhou, por mais de quinze minutos. E nada. Checou se ele estava respirando, e se levantou bufando.

- Mas o que você tem?!!

Ela tentou novamente, mas sem sucesso saiu dali derrotada, encontrando Cynthia separando as roupas na sala.

- Caitlin - ela sorriu - Consegui tirar aquela macha de geléia do seu moletom!

Caitlin se aproximou e sentou no sofá cruzando os braços e inflando as bochechas, emburrada.

- Essa não - Cynthia disse - Mais uma missão?

Caitlin acentiu.

- Como sempre, o Barry não quer ir de forma alguma - ela disse - Dei um jeito de Ronnie poder ir, e o Eddie? ELE TÁ DORMINDO A HORAS E NEM SE MECHEU!

Cynthia riu.

- Pudera, depois do que você fez com ele - Cynthia disse. Caitlin franziu o cenho sem entender.

- O quê eu fiz com ele?

Cynthia riu e se sentou se inclinando para a frente.

- Eddie Thawne nunca foi enxotado por uma garota antes - ela disse - Todas elas corriam atrás dele, mas você!

Caitlin torceu a cabeça mais confusa que nunca.

- Espera! Como você sabe que eu dispensei ele?! - perguntou ela.

Cynthia franziu o cenho.

- Você não viu ainda? - perguntou ela.

Caitlin negou com a cabeça.

- Vi o quê?

Cynthia puxou o celular do bolso do avental, e deslizou o dedo na tela algumas vezes, antes de virar o celular e entregar a Eddie. O queixo de Caitlin caiu ao ver a imagem dos dois ali, diante das câmeras. Ela olhava pasma cada palavras que era dita, como se fosse a primeira vez que as ouvia. Então, abruptamente a transmissão foi cortada. Alguém desligou as câmeras.

- Q....que...quem viu esse vídeo?! - ela perguntou gaguejando.

- Todo mundo, está na internet! - Cynthia respondeu. Caitlin paralisou. Ela entregou o celular a Cynthia e se levantou em silêncio, caminhando atônita e fora de si para a rua.

- Caitlin! Caitlin! - Cynthia chamou, sem sucesso. A garota precisava ver alguém. 

👑👑👑

Íris se movia pela cozinha rapidamente. Cortava legumes, temperava o frango, cozinhava a massa. Tudo com muito cuidado.

A campainha tocou e ela correu para atender.

- Caitlin! Que bom que chegou, eu est....Você está bem?

Ela se assustou ao ver a aparência pálida e assustada da garota. Caitlin olhou para Íris.

- Você viu o vídeo, não viu? - ela perguntou diretamente. Íris ficou séria d baixou a cabeça engolindo seco.

- Porque não entra? - a morena disse abrindo passagem. Caitlin entrou e ela fechou a porta, correu até as panelas e Caitlin a acompanhou, se sentando ali perto. Íris diminuiu o fogo para dar atenção a Caitlin. Ela suspirou e se aproximou da castanha.

- Eu ouvi a conversa inteira - Íris disse com um longo suspiro. Caitlin levantou os olhos carregados de preocupação e Íris já respondeu antes que ela perguntasse - Eu vi no telão como todo mundo. Barry também e ele pareceu ficar muito irritado. Eu o segui quando ele saiu pronto para dar um soco no Eddie ou até pior. Mas ele só desligou as câmeras.

Caitlin acentiu, entendo o motivo da conversa estar pela metade.

- Assim como ele, eu queria ouvir a conversa inteira e parei na saída de emergência - Íris seguiu - Barry e eu somos os únicos que ouviram toda a conversa.

- Me perdoa Íris....

- Não! - Íris disse se aproximando e sentando diante dela com um sorriso amigável - Você não fez nada de errado para se desculpar, Caitlin.

- Mas você ama ele - Caitlin disse a beira do pranto - E o Barry am....

Íris ficou séria e franziu o cenho. Caitlin arregalou os olhos vendo que havia dito demais.

- O que você disse? - Íris perguntou com a voz falha.

- Olha eu não devia me meter nisso...

- Me fala, por favor Caitlin - Íris pediu. Caitlin ponderou o que aquilo poderia causar. O que revelar os sentimentos de Barry causaria naquele rolo amoroso que poderia se tornar uma bagunça maior que já era, se coisas fossem ditas em momento precipitados.

Barry amava Íris. Íris amava Eddie. E Eddie "amava" Caitlin. Aquilo se tornava cada vez pior, e tudo que ela mais queria era simplismente fugir do meio daquilo em que eles a colocaram a força. Mas não faria nada que pudesse acabar machucando Barry, Íris ou até mesmo Eddie. Então ela mentiu.

- Barry amaria ver vocês dois juntos - Caitlin disse - Ele não gosta da forma que Eddie te trata. E por isso se irrita com ele.

Íris acentiu.

- Mas tudo está bem agora - disse a morena se levantando - E nosso jantar está quase pronto!

Depois disso, as duas começaram a comversar sem parar enquanto terminavam tudo. Quando a comida ficou pronta, elas se sentaram para comer, e Caitlin percebeu que era a hora certa.

- Então - Caitlin disse - Você trabalha muito?

- Não muito - Íris disse - Não sou muito reconhecida, as pessoas não confiam em gente que não tem recomendações. Costuro mais para algumas amigas.

- E quando tirou férias pela última vez? - Caitlin perguntou.

Íris pensou enquanto terminava de mastigar.

- Acho que há uns dez meses - ela disse.

Caitlin sorriu.

- Que tal, se formos viajar nesse final de semana? - Caitlin perguntou. Íris arqueou a sombrancelha.

- Pra onde?

- O Sr. Raymonds me deu a missão de levar os primos Raymonds para o sitio da família deles - Caitlin explicou - E que eu podia levar quem quisesse junto, pra me fazer companhia, já que vão ser só homens.

Íris engoliu seco. Ela já havia estado lá, e as lembranças embrulhavam seu estômago.

- E você quer que eu vá? 

- Sim, minha amiga Linda vai com a gente - Caitlin disse - Ronnie vai, estou tentando fazer o Eddie falar comigo e me responder e se você for, posso garantir que o Barry vai....

- Ficar aqui! 

Caitlin se virou assustada na direção da voz, vendo Barry parado de braços cruzados a poucos metros da mesa. Sua expressão séria lhe dizia que ele não estava feliz. Ela engoliu seco enquanto ele se aproximava.

- Achou que pedindo pra Íris me convencer você me levaria nessa viagem idiota?! - ele perguntou ríspido. Caitlin baixou a cabeça e Íris observava sem palavras.

Caitlin apoiou as mãos na mesa e se levantou, ergueu a cabeça e sorriu para Íris.

- Obrigada pelo jantar - disse. Depois se virou para Barry, com toda a raiva que conseguiu juntar em um olhar, e saiu. Barry não se moveu, e apenas ouviu a porta bater em seguida. Ele bufou.

Íris se levantou batendo na mesa.

- Você precisava fazer isso?! - perguntou irritada.

- Essa garota não escuta! Já falei milhares de vezes que...

- Que você não é capaz de entrar em um maldito avião e passar três dias em uma fazenda? - ela perguntou com sarcasmo - Se você não é capaz de fazer isso, eu sou!

- Você vai mesmo?! 

- Sim! - Íris disse. Ela olhou para ele enraivecida - Julga tanto o Eddie pela forma como ele me trata, mas você é idêntico a ele com a Caitlin! 

Ele revirou os olhos.

- É diferente!

- Não é não - ela disse pegando os pratos sujos. Ele observou em silêncio.

- Não vai me oferecer o jantar? - ele perguntou. Ela levantou os olhos.

- Eu convidei a Caitlin para jantar - ela disse - Não você.

👑👑👑

Caitlin estava sentada em sua escrivaninha. Ela desenhava círculos imaginários na mesa com a tampa da caneta. Bufava a cada cinco segundos. Os três deviam estar no aeroporto, de malas prontas no dia seguinte, e ela já não sabia o que fazer. Linda e Íris já se preparavam para a viagem. Ronnie ia ficar sabendo dali a pouco que iria. Mas Eddie e Barry eram seus maiores desafios. Sempre foram.

A porta do quarto dela se abriu tão lenta e silenciosamente que Caitlin não notou. Os olhos verdes surgiram observando a garota de longe. Ele suspirou. Se sentiu um monstro como sempre se sentia depois de tratá-la mal. 

Pedir desculpas não era do feitio dele. Mas abriria uma excessão por ela.

Ele entrou respirando fundo e mechendo as mãos de nervosismo. Como ela conseguia ter esse efeito sobre ele, e fazê-lo baixar a guarda tão fácil? 

Barry fechou a porta, permitindo a ela fazer um barulho um pouco mais alto, fazendo Caitlin olhar para ele. Ela apenas se virou, e vendo quem era, bufou e voltou a olhar para a frente.

- Oi - ele disse. Ela não respondeu, nem deu sinal de que estava prestando a atenção - Cait?

- Fala logo - ela disse - Veio ter outro acesso de raiva? Ou veio gritar mais uma vez que não vai? Porque eu nem quero mais que vá mesmo!

Ele baixou a cabeça.

- Não quer?

- Assim seu avô me manda embora e eu não preciso olhar na sua cara nunca mais - ela disse. Barry deixou oa braços caírem e avançou um passo.

- Cait...

- Nã nã! - ela disse levantando o dedo ainda sem olhar para ele - Parado aí! 

- Me desculpa - ele disse de uma vez. Caitlin franziu o cenho e girou a cadeira desconfiada.

- O quê você disse?

- Me desculpa - ele disse pausadamente. Caitlin semicerrou os olhos.

- Você anda se drogando?! - ela perguntou.

- Caitlin! 

- Qual a pegadinha?

- Sem pegadinha, eu tô me desculpando.

- Pelo que exatamente?

- Por ser tão...Eddie.

Ela cruzou os braços e arqueou a sombrancelha.

- Então você admite que anda sendo muito Eddie?

Ele acentiu.

Eddie demais - Barry disse coçando a nuca.

Ela suspirou.

- Eu sinceridade não sei qual de vocês é pior - ela disse de cabeça baixa - Sabia que eu nem mesmo consigo falar com ele pra ir na viagem?!

Barry suspirou.

- Tudo bem, se conseguir convencer o Eddie - ele disse e fez uma longa pausa - Juro a você que também vou.

Ela arqueou a sombrancelha.

- Porque será que não acredito em uma só palavra que você diz?

- Você ainda tá zangada?

- Não - ela disse.

- Não estou convencido...

- Eu não estou zangada, ok? - ela rosnou raivosa sem olhar para ele.

Ele se aproximou, se ajoelhando diante dela e olhando no fundo dos olhos entristecidos dela.

- Eu juro - ele disse estendendo o dedo mindinho. Caitlin seguiu com seu beicinho antes de ceder e enganchar seu dedinho no dele. Ele sorriu e ela também. Os dois seguiram em silêncio até sentirem um desconforto com o clima e Barry pigarrear se levantando - Mas então, o que vai fazer com o Eddie?

- Nem sei o que há de errado com ele! Só dorme, e não acorda por nada!

- Você deu um fora legal nele - Barry disse rindo - Cynthia contou uma vez que quando ele está muito, mas muito abalado, ele pode dormir por até dois dias sem acordar pra nada.

Caitlin pensou. Ali estava a solução. Ela sorriu maliciosamente.

- Então arruma as malas, Sr.Allen - ela disse olhando para ele - Temos um avião pra pegar amanhã cedo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤

Visitem meu Instagram, para mais novidades sobre as fanfics:
https://www.instagram.com/kallie_martin_fanfics/?hl=pt-br


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...