História Cinqüenta tons de prazer - Nalu - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Grandine, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Virgo, Wendy Marvell, Zeref
Tags Nalu
Visualizações 268
Palavras 846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não me matem ,por favor 🙇🙇💜tia Misuna ama vcssss saibam disso kkkkk

Capítulo 14 - 14 Capítulo- "Luce "


Fanfic / Fanfiction Cinqüenta tons de prazer - Nalu - Capítulo 14 - 14 Capítulo- "Luce "

∆{Lucy •On•}∆

Meu estômago está embrulhado com tantas informações e me sinto um pouco tonta pelo vinho. Observo devorando tudo o que tem no prato. Ele come como um cavalo. Deve fazer muito exercício para manter a boa forma. De repente, recordo como lhe cai bem o pijama. A imagem é totalmente perturbadora. Contorço-me desconfortavelmente. Ele me olha e eu ruborizo.

- Eu daria tudo para saber o que está pensando neste exato momento, - ele murmura. 

Ruborizo ainda mais e ele sorri perversamente.

- Eu posso imaginar, - provoca-me.

- fico feliz em saber que não possa ler meus pensamentos.

- Seus pensamentos não, Luce, mas seu corpo... isso conheço bastante bem desde ontem. - Sua voz é sugestiva. Como pode mudar de humor tão rápido? É tão difícil seguir seu ritmo.

Chama à garçonete e lhe pede a conta. Depois de pagar, levanta-se e me estende a mão.

- Vamos. - Agarra-me pela mão e voltamos para carro. O inesperado dele é este contato de sua pele, normal, íntimo. Não posso reconciliar este gesto corrente e tenro com o que quer faz naquele quarto... O Quarto Vermelho da Dor.

Fazemos a viagem de Olympia para Vancouver em silêncio, cada um afundado em seus pensamentos. Quando estaciona em frente à porta de minha casa, são cinco horas da tarde.

As luzes estão acesas, então Juvia está em casa, sem dúvida, empacotando, a menos que Gray ainda não tenha partido. Natsu desliga o motor, então percebo que tenho que me separar dele.

- Quer entrar? - pergunto-lhe. Não quero que vá. Quero ficar mais tempo com ele. Fita-me e logo após abre o porta luvas tirando um envelope e suspira ignorando minha pergunta

- quero que vc leia o contrato com atenção Luce, faça pesquisas qualquer duvida me mande um email - diz firme colocando o envelope em minhas pernas e o fito esperando minha resposta e Natsu rir de canto- Não vou entrar pq tenho muito trabalho a fazer Lucy, mas adoraria ficar-ele diz simplesmente, me olhando com expressão insondável.

Eu olho para baixo, para as minhas mãos e entrelaço os dedos. De repente, me sinto emotiva. Ele vai partir. Se aproxima mais, ele pega uma de minhas mãos e lentamente a leva à boca e beija suavemente a palma, bem a moda antiga. Meu coração salta para minha boca.

- Obrigado por este fim de semana, Luce. Foi... estupendo. Quarta-feira? Passarei para lhe pegar na faculdade ou onde você quiser. - Ele diz suavemente.

- Quarta-feira, - sussurro.

Ele beija minha mão de novo e a coloca de volta em meu colo. Sai do carro, aproxima-se de minha porta e abre. Por que, de repente, me sinto desolada? Isso me dá um nó na garganta. Não quero que me veja assim. Fixo um sorriso em meu rosto, saio do carro e me dirijo para a porta, sabendo que eu tenho que enfrentar Juvia e não quero enfrentar a Juvia. No meio caminho, eu giro e olho para ele.Levante o queixo, Heartfilia eu me repreendo.

- Oh... à propósito, vesti uma de suas cuecas. - Dou para ele um pequeno sorriso e puxo o elástico de sua cueca para que ele veja. Natsu abre a boca, surpreso. O que é uma grande reação. Meu humor muda imediatamente, eu escorrego para dentro de casa, uma parte de mim querendo pular e dar socos no ar.SIM! A minha deusa interior está encantada.

Juvia está na sala de estar, colocando seus livros em caixas.

- Você voltou. Onde está o Natsu? Como você está? - pergunta em tom febril, nervoso. Vem para mim, agarra-me pelos ombros e examina minuciosamente meu rosto antes mesmo de me dizer olá.

Sorrir tímida e logo vejo um moreno entrar na sala com uma fita na mão, estava vestido em uma camisa azul escura de algodão e uma causa moletom preta, seus cabelos estavam levemente bagunçados dando destaque ao seu olhos cinza escuro, cruzo os braços e o fito limpando a garganta chamando sua atenção.

- tem mais casa não, Gray- disse-lhe em uma voz firme que até me surpreende com tamanho ato.

- Desculpa-me, senhora Dragneel, mas estou ajudando minha namorada a empacotar suas coisas delicadas- Ruborizei-me "Senhora Dragneel" se bem, que cairia muito bem....balanço a cabeça tentando afastar esses pensamentos. Foco Lucy, foco...

- que envelope é esse?- Droga! 

- é só uma....Redação para o trabalho de literatura- engoli seco e a mesma me fitou curiosa, Gray a abraça por trás tirando seu foco.

- parece diferente - diz Juvia

- deve ter tido uma noite quente com o senhor simpatia- rir debochado e cínico acompanhado de Juvia

- tenho que embalar minhas coisas, e sinceramente prefiro não ficar de vela - rolo os olhos e adentro meu quarto de braços cruzados- quando o Gray for embora quero falar com vc- digo ao fechar a porta e em seguida escuto um "ta bom"

Ouso meu celular tocar e logo fito o visor dando a visão de uma imagem que estava eu e Sting deitandos na grama do jardim da faculdade sorrindo bobos em um dia ensolarado. Balanço a cabeça negativamente jogando o celular encima da cama.

- sem sermões, sem estresse...- adentro o banheiro deixando o aparelho tocar




Notas Finais


Sei que ta pequeno, to sem tempo. Gomem, prometo fazer um episódio digno na próxima vez


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...