1. Spirit Fanfics >
  2. Cinquenta Tons De Vkook >
  3. Two - 2

História Cinquenta Tons De Vkook - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura ❤

Capítulo 2 - Two - 2


Fanfic / Fanfiction Cinquenta Tons De Vkook - Capítulo 2 - Two - 2


Capítulo 2


— Claro que eu vou Park . Você deve voltar para a cama. Você gostaria de um pouco de Nyquil ou Tylenol? 

— Nyquil, por favor. Aqui estão às perguntas e meu mini-gravador.Apenas aperte gravar aqui. Faça anotações e eu transcreverei tudo.

— Eu não sei nada sobre ele, — eu murmuro, tentando e falhando


Em suprimir meu pânico crescente.


— As perguntas virão ao seu encontro. Vá. É uma longa viagem. Eunão quero que você se atrase.

— Ok, eu estou indo. Volte para a cama. Eu fiz uma sopa para você aquecer mais tarde. — Eu olho para ele ternamente.  Só por você, Jimin , eu farei isto.

 — Eu sei. Boa sorte. E obrigado Tae , como sempre, você é meu salvador.


Juntando minha mochila, eu sorrio ironicamente para ele, então me dirijo porta afora para o carro.

 Eu não posso acreditar que eu deixei Jimin me convencer disto. Entretanto, Jimin pode convencer qualquer um de qualquer coisa.Ele vai ser um jornalista excepcional. Ele é articulado, forte,persuasivo, argumentativo, bonito e ele é meu mais querida amigo.


As estradas estão limpas quando eu parto de Busan , com acesso a Seul em direção a Empresa Jeon's. 

É cedo, e eu não tenho que estar em Seul até às duas da tarde. Felizmente, Jimin me emprestou seu desportivo Mercedes CLK. Eu não tenho certeza se Wanda, meu velho besouro VW, faria a jornada a tempo. Oh, o Merc. é uma diversão de dirigir,e as milhas escapam quando eu piso no pedal até o fundo.Meu destino é a sede global da empresa do Sr. Jeon. 

É um edifício comercial enorme de vinte andares, todo em vidro curvo e aço, umaestrutura arquitetônica fantástica, com Jeon House3 escrito discretamenteem aço acima das portas de vidro dianteiras. 



É uma e quarenta e cinco

(13:45 horas )


Quando eu chego, estou tão aliviado de não estar atrasado, quando eu entro na enorme, e francamente intimidante portaria de vidro e aço, em arenito branco.Atrás do balcão de arenito sólido, uma muito atraente, adestrada,jovem loira sorri agradavelmente para mim. Ela está vestindo um terninho carvão e camisa branca, mais elegante que eu já vi. Ela parece imaculada.

— Eu estou aqui para ver o Sr. Jeon.  , Kim Taehyung por Park Jimin.  

— Com licença um momento, Senhor Kim. — 


Ela arqueia sua sobrancelha ligeiramente quando eu permaneço conscientemente diante dela. Eu começo a desejar que eu poderia  ter pegado emprestado um dos blazers

 ...

formais de Jimin em lugar de vestir minha jaqueta azul marinho. Eu fiz um esforço e vesti minha única calça colada, minhas comportadas botas marrons até o torço do meu pé ,e um suéter azul. Para mim, isto é inteligente. 

Eu enfio um dos fugitivos tentáculos de meus cabelos para trás de minha orelha enquanto eu finjo que ela não me intimida.

— Senhor Kim é esperado. Por favor, registre-se aqui,Senhor Kim ,Você irá até o último elevador à direita, pressione para o vigésimo andar. —

 Ela sorri amavelmente para mim, divertida, sem dúvida,quando eu me registro.Ela me dá um crachá de segurança que tem VISITANTE muito firmemente estampado na frente. 

Eu não posso evitar meu sorriso.

Certamente é óbvio que eu estou só de visita. Eu não encaixo aqui mesmo.Nada muda, eu interiormente suspiro. 

Agradecendo a ela, eu caminho para o banco de elevadores passando os dois homens da segurança que estão muito mais bem vestidos do que eu estou, em seus ternos pretos bem cortados.

O elevador me leva rapidamente com máxima velocidade para o vigésimo andar. As portas deslizam abrindo, e eu estou em outra grande entrada, mais uma vez toda em vidro, aço e arenito branco. 

Eu sou confrontado por outra mesa de arenito e outra jovem loira vestida impecavelmente em preto e branco, que levanta para me saudar.

— Senhor Kim, você poderia esperar aqui, por favor? —

 

Ela aponta para uma área acomodada por cadeiras de couro branco. Atrás das cadeiras de couro está uma espaçosa sala de reunião envidraçada, cercada por uma mesa de madeira escura, igualmente espaçosa e pelo menos vinte cadeiras harmonizadas ao redor dela. Além disto, tinha uma janela do chão ao teto com uma visão do horizonte de Seul, que mostrava a cidade em direção ao Centro. É uma vista deslumbrante, e eu fico momentaneamente paralisado pela visão. 

Uau.

Eu me sento, pego as perguntas de minha mochila, e dou uma repassada nelas, amaldiçoando interiormente Jimin por não me fornecer uma breve biografia. 

Eu não conheço nada sobre este homem que estou para entrevistar. Ele pode ter noventa anos ou pode ter trinta. A incerteza está me irritando, e meus nervos ressurgem, fazendo com que eu fique incomodado .

Eu nunca fico confortável com uma entrevista em pessoa, preferindo oa nonimato de uma discussão de grupo onde eu posso me sentar imperceptivelmente na parte de trás da sala. Para ser honesto, eu prefiro minha própria companhia, lendo um romance clássico britânico, enrolado em uma cadeira na biblioteca do campus. Não sentado se contorcendo nervosamente em um colossal edifício de vidro e pedra.


.......


Votem e comentem ❤

Até logo ! ❤


Notas Finais


Capítulo 3 amanhã ... Se der , bjus ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...