1. Spirit Fanfics >
  2. Cinquenta Tons de Você (Spirk) >
  3. Me prometa

História Cinquenta Tons de Você (Spirk) - Capítulo 96


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem os erros e boa leitura....

Capítulo 96 - Me prometa


POV KIRK

Sam ficou comigo o tempo todo antes da psicóloga chegar junto com o detetive, então eu pedi para ele sair.

- ele disse que posso ficar

- eu sei, mas não acho que precisa ouvir....

- eu vou saber mais cedo ou mais tarde

- talvez o senhor Kirk tenha razão, ele pode ficar mais constrangido com o senhor aqui. – disse a psicóloga

- esta bem, mas estarei lá fora

Sam deixou o quarto e então respondi todas as perguntas que me foram feitas. Eu queria muito deixar aquele lugar e ver Spock e meus filhos. Eu estava a dias naquele lugar e ainda não tinha podido estar com eles. O detetive foi bem claro quando disse que haveria uma investigação, mas por outro lado, devido a ter sido legitima defesa e eu ser a vitima eu ficaria em liberdade mas não poderia deixar a cidade. Por mim não havia problema, tudo o que eu queria era ir para casa.

Quando a médica me liberou, eu ia direto para a clinica mas Richard disse que Spock tinha ido para casa e de lá poderíamos ir ver os bebês juntos. Eu só queria abraça-lo e dizer que tudo ia ficar bem. Quando cheguei em casa a imprensa estava acampada do lado de fora da propriedade. Eu só respirei fundo. Sabia que isso poderia acontecer.

- desde quando eles estão ai? – eu perguntei para Richard

- faz 3 dias – ele respondeu seco

Quando finalmente cheguei, chamei por Spock mas ele não respondeu. Subi até nosso quarto e ele não estava lá. Fui até o banheiro e nada dele. Então resolvi ir até o quarto dos bebês e ele dormia tranquilamente na poltrona.

- Spock – eu o chamei

- Jim – ele abriu seus olhos devagar talvez achando que estivesse sonhando e quando me viu fez um movimento brusco onde percebi que ele sentia dor pois se sentou novamente na poltrona. Eu fui até ele e dei um beijo em seu testa e disse:

- como você esta?

- estou melhor com você aqui. Já viu nossos bebês?

- não. queria ir com você.

- vou me trocar e podemos ir. Ou quer descansar?

- não, quero só tomar um banho antes de ir.

Fomos ao banheiro e quando ele tirou a roupa eu vi a cicatriz em seu ventre. Não era muito grande mas o deixava ainda mais bonito e sexy. Mas percebi que ele me olhava estranho.

- o que foi? – eu disse o trazendo para perto de mim

- seu corpo, ainda tem as marcas – ele passou suas mãos em meu abdômen bem de leve

- isso vai passar, quando menos perceber só ficará a cicatriz do tiro – eu disse sorrindo

- então podemos dizer que fomos para a guerra juntos e voltamos com nossas cicatrizes?

- bobo – eu disse beijando seus lábios

- mas foi isso mesmo, uma batalha atrás da outra para ficarmos juntos.

- sei que você não facilitou muito a minha vida

- não vou discutir com você. Vamos tomar um banho para ir para clinica.

Tomamos banho sem nenhuma mão boba. Nos vestimos e Checov nos levou. Eu achei ele estranho, estava diferente. Será que ele Richard tinham brigado?

Chegamos na clinica e o médico disse:

- que bom que esta bem senhor Kirk.

- e meus bebês doutor? – eu perguntei

- deixa de ser grosso – disse Spock

- é natural, eu também estaria ansioso – Zachary respondeu – eles estão bem, estão ganhando peso e se continuar assim ficarão aqui por mais 5 dias apenas.

Ele nos levou para vê-los e então comecei a chorar. Eles eram pequenos. Spock percebeu e disse:

- são lindos não são?

- sim, eles são sim.

- você vai ser um pai babão?

- talvez. – olhei para Spock e disse – obrigado

- pelo que? – ele me olhou confuso

- por me dar eles, meus pedacinhos de você.

Spock começou a chorar ainda mais que eu. Mas seu sorriso foi o mais bonito que já tinha visto.

- o que vai acontecer agora? – ele perguntou

- eles vão investigar, se houver alguma suspeita de que a morte dele foi premeditada e não legitima defesa, poderá haver um julgamento.

- acha que isso pode acontecer?

- é possível.

- por que?

- por que mentimos? Por que havia seu sangue no local? Por que eu o ameacei? Spock, eu sei as consequências que posso enfrentar pelo que fizemos, mas aconteça o que acontecer, não interfira.

- por que diz isso?

- porque imagine nossos filhos sendo criados apenas por mim?

- deixa de ser palhaço

- sério Spock, não quero que interfira em nada. Seja a menor coisa. E vai afirmar, para o resto da sua vida que nunca esteve naquela casa, mesmo que as evidencias digam o contrário.

- Jim...

- me prometa

- eu prometo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...