História City Lights - The perfect life. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aventura, Drama, Personagens Originais, Suspense
Visualizações 2
Palavras 290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente. Essa é a primeira história que tento criar de personagens originais, espero que gostem!
Kiss kiss boo boo <3

Capítulo 1 - PRÓLOGO - Annelise.


PRÓLOGO.

"Hoje, é só mais um dia comum, Anne." - Era o que dizia para mim mesma todas as manhãs. Dia comum, roubo comum, as mesmas pessoas comuns para roubar, tudo normal. Mas não irei mentir, eu já estava farta desta vida medíocre. Todo santo dia eu tinha que roubar alguém para comprar drogas à minha mãe, ou bebida à meu pai, pior impossível. Mas eu tinha meu porto seguro, Caleb, meu melhor amigo, e irmão perdido. Nos conhecemos no reformatório, melhor lugar para conhecer alguém como você, não?! Caleb era quem me ajudava a me manter forte, segura e viva. Seu pai era dono de um bar, um bar para bêbados, às vezes meu pai frequentava aquele lugar, geralmente quando tinha jogo na televisão, algo que não tínhamos, nunca tivemos. A mãe de meu melhor amigo sumiu há 16 anos, os deixando completamente nas mãos do destino. Sr, Norbit, pai de Caleb , era um segundo pai para mim, sempre cuidou muito, muito bem de mim, só tenho a agradecer à ele. Se meus pais soubessem que ganho comida de graça, em seu bar, nem sei o que seriam capazes de fazer. Por mais bêbados e drogados que fossem, eram muito orgulhosos para receber qualquer "esmola", inclusive sua filha, que deveria seguir seus passos. Nunca. 
             Eu e Caleb obviamente não tínhamos dinheiro para estudar, por isso, caminhávamos até a escola mais próxima e abríamos a janela da sala de aula de qualquer série, e escutávamos as explicações escondidos, anotávamos em um guardanapo do bar e quando voltávamos para casa, para estudar.
            Minha vida era basicamente isso, roubar, roubar e roubar, jurava a mim mesma que sairia dessa vida, e santas palavras, um dia, eu saí e nunca mais voltei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...