História City of Angels - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Anjos, Bts, Demonios, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Sobrenatural, Yaoi
Visualizações 28
Palavras 1.926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yaaaa ooi

Para quem já acompanhava a fic e para todos os outros lá vai; EU APAGUEI A MINHA CONTA SEM QUERER, ME MATEM .-.
Assim... Eu ia apagar minha conta reserva aí apaguei a que eu usava.. é isso.
Então relaxem que não é plágio nem nada, eu que fui burra mesmo e agora estou repostando tudo :')

Fora isso.. uma ótima leitura para vocês!💙

Capítulo 1 - Prologue


× Prologue — Hell, Heaven ×

❝ E que toda terra daí é enxofre, e sal, e está queimando, que não é semeada, nem fértil, nem tem grama crescendo. ❞

— Deuteronômio 29:23


。O céu vermelho, combinando com as várias poças de sangue espalhadas pelo chão. Demônios voando com suas enormes asas de morcego para algum lugar enquanto ouvem gritos e choros que ecoam por todo o local e um trono, onde provavelmente, Lúcifer fica apreciando todos torturarem uns aos outros.

Tolos. Todos os humanos ao pensaram assim são tolos.

Primeiramente, Lúcifer está trancado no lugar mais sombrio do inferno onde, segundo boatos, somente arcanjos tem acesso. Segundamente, demônios não possuem asas de morcego. Os únicos que realmente tem asas e que realmente podem voar, são os anjos caídos. E para finalizar, o céu não é vermelho. Assim como em um dia de tempestade, o céu é coberto por núvens espessas e escuras, sendo impossível saber se é dia ou noite. Mas quem se importaria com isso quando se está lá, não é?

__________________________________

 Hell ×

Um alto penhasco. Sem árvore ou qualquer tipo de vida vegetal ali. Ao olhar para baixo, dava para ver claramente o pouco das ruínas, onde havia alguns demônios. O ar quente soprava e deixava os fios negros balançando de uma forma que os deixava incrivelmente lindos. Os olhos do anjo encaravam o nada enquanto ele esperava para ver quem era o traidor que o prendeu de uma forma tão idiota. Na verdade, o moreno estava mais curioso em saber quem era o anjo que está desejando sua morte, afinal, o símbolo desenhado no chão que o aprisionou não era de conhecimento demoníaco, e sim celestial. Alguns de seus irmãos estavam lhe querendo morto e Jungkook queria saber quem era, para queimar suas asas — assim como aconteceu consigo quando caiu no inferno.

Não que os anjos não o odiassem e não desejassem sua morte, mas ao ponto de vista de Jungkook, mexer consigo logo ali, logo agora que o feitiço já não poderia ser desfeito... era o cúmulo.

— Você costuma vir sempre aqui? Ou só quando precisa fazer o trabalho sujo dos seus "amigos"? — foi tudo o que disse antes de se virar e encarar os quatro demônios com os olhos tão vermelhos — e perigosos — como o próprio fogo do inferno.

— Ora, ora. Eu ainda estou tentando digerir o fato de um dos seres mais temidos do inferno estar aqui.. — ele faz uma pausa e aponta para o centro de sua mão — Na palma de minha mão. — diz em um tom sarcástico fazendo com que Jungkook o olhasse com uma das sombrancelhas levemente arqueadas e revirasse os olhos em seguida. Tinha pena do demônio de baixo calão que estava a sua frente. Seu ego era tanto que ele mal sabia que havia acabado de assinar sua sentença de tortura eterna.

— O que eles prometeram a você? Creio eu que você não seria tão patético a ponto de me enfrentar apenas para satisfaze-los e deixa-los felizes.

— Eles garantiram minha liberdade. Para sair daqui e voltar a ser um humano comum, eu só preciso acabar com você. Coisa que eu pensei ser mais difícil.. — disse em um tom de deboche.

Jungkook não gargalhou ali mesmo por dois motivos.

Primeiro; mesmo ter ficado sem a maioria de suas "habilidades" graças ao maldito símbolo, ele ainda conseguia saber tudo o que o ser insignificante pensava. Ele sabia que era possível um arcanjo curar um demônio (o transformar em humano novamente) e graças a mente fraca do loiro à sua frente, ele também conseguiu ver que um anjo havia lhe dado uma faca que seria capaz de mata-lo. E, ao ver a face desse anjo, uma ira quase que incontrolável o consumiu por completo — além da surpresa, é claro. E segundo; Jeon tinha um alto poder de manipulação — esse também foi um dos motivos de sua queda, coisa que não vem ao caso agora — e isso certamente ajudaria daqui a alguns segundos.

— Eles vão te matar assim que te tirarem daqui. — fez uma pausa um tanto quanto longa enquanto olhava para a cilada que havia sido preparada no chão especialmente para si. — Claro, se tirarem. Porque com certeza você não vai conseguir sair quando o feitiço estiver concluído e eles estarão muito mais ocupados para sequer lembrarem de você. É... Eles não vão te tirar daqui.

— O que te leva a pensar assim?

— Simples. Olhe para mim. Olhe para onde eu estava antes de desobedecer e olhe aonde me jogaram como resposta. — o anjo caminha até chegar na linha do círculo e sorri de lado. — Sabe, eu realmente torço para que você consiga me matar. Porque se o contrário acontecer, a dó que eu sinto de você vai acabar no mesmo instante.

— Vai me matar?

—  O quê?! — Jungkook disse após soltar uma gargalhada debochada. — Cinco minutos depois de ficar na minha sala, você irá implorar a morte. Porém, será a única coisa que eu não farei com você. — disse, observando o olhar do demônio ir de sarcástico para sério, mesmo que por pouco tempo. — O seu anjinho da guarda.. não irá salva-lo, pois ele estará muito ocupado recolhendo suas penas do chão. — seu tom de voz saiu tão sério que faz os outros três demônios, tirando o loiro com quem Jungkook dialogava, estremecerem, mesmo que de leve.

— Você estará meio morto para fazer tal ato, porém, duvido muito que mesmo que consiga sair, você irá realmente fazer isso com um dos seus irmãos.

— Ele não é mais meu irmão. — disse rangendo os dentes. Já não aguentava mais ouvir a voz irritante do outro.

— Além do mais.. — prosseguiu — Oque o seu amado Jimin irá pensar de você, não é mesmo?

— Não ouse citar o nome dele aqui novamente ou eu juro que irei cortar a sua língua e darei para os cães do Namjoon.

— Ah, o Namjoon.. — ele sorri e olha para o chão. — É ele quem você tanto teme. O que será que ele irá fazer com aquele puro e inocente ser celestial quando sair, hm? Oh, espere... Jimin não é mais tão puro, uh? Me diga, Jungkook, valeu a pena? Valeu a pena fazer o que fez e ter parado aqui?

Os punhos de Jungkook estavam fechados com toda a força, tanto que, em uma das mãos, ele já conseguia sentir o sangue escorrer por entre seus dedos. Seus olhos estavam mais rubros e vibrantes do que nunca e atrás de si, uma fumaça quase invisível transbordava de suas costas. Eram suas asas querendo se abrir e arrancar a cabeça desse demônio petulante, porém, o símbolo impedia. Até um pequeno tremor causar uma rachadura, deixando o sigilo inútil. Suas asas se abriram rapidamente, mostrando toda a sua perfeição e maldição.

Nos vemos lá em cima Jeongguk. — Uma voz reconhecida ecoou em sua mente quase no mesmo segundo em que olhou para o símbolo.

Jeongguk foi o nome que Jungkook pediu — ordenou — que lhe chamassem. Um nome angelical com certeza não lhe traria boas coisas, ainda mais no local onde passaria o resto de sua vida.

— Últimas palavras? — deu um pequeno sorriso vitorioso, estalando os dedos e assim fazendo com que todos os três que estavam em volta dos dois caíssem mortos no chão. Com um movimento rápido, Jungkook segurou o pescoço do demônio com força, aumentando ainda mais seu sorriso. — Hora de conhecer meus brinquedinhos.


× Heaven

Passos apressados eram dados na direção de Yoongi, que conversava com outro anjo sobre as Almas do céu ou algo do gênero, coisa que não tinha nada a ver com que Jimin queria tratar com o loiro.

— Eu não acredito que você teve a coragem! — disse após se aproximar o suficiente para que o moreno o ouvisse em alto e bom som. Seus olhos levemente vermelhos e seu rostinho inchado denunciavam que Jimin já havia chorado antes e estava se controlando para não chorar na frente de Yoongi e do outro anjo, este que logo foi dispensado pelo maior.

— ..Quem foi que te contou? — disse simplista, respirando fundo e se virando completamente para encarar Jimin.

─ "Quem foi que te contou"? Você acha isso mais importante Yoongi?! — disse dando um tapa forte em seu peito, o empurrando. — Como você pôde fazer isso..? Você sabe que eu ainda o amo e teve coragem de mandar mata-lo? Já não basta as punições do julgamento?!

— É exatamente por isso! — exclamou. Jimin abriu e fechou a boca várias vezes mas, por conta da surpresa, não conseguiu dizer uma palavra sequer por vários segundos. Ele então, abaixou a cabeça, deixando seu rosto ser banhado pelas lágrimas mais uma vez. Seu coração era muito puro para sentir raiva de alguém mas o sentimento de que foi traído pelo melhor amigo reinava em seu peito. — Nós dois sabemos o que irá acontecer.. você tem noção do quanto irá sofrer, tanto fisicamente quanto psicologicamente se reencontra-lo? — disse em um tom baixo, na tentativa de consolar o mais novo. — Ele desobedeceu Minnie, além disso ele passou vários séculos no inferno. Com certeza não é mais o Jungkook que conhecemos.

— Isso não te dá o direito de fazer o que fez. — disse por fim e saiu, ainda com a cabeça baixa, caminhando rapidamente enquanto enxugava seu rosto com a mão, o que foi inútil por algum tempo, já que as lágrimas caíram novamente. Alguns passos foram dados antes de Jimin sentir algo bater contra seu ombro. — Desculpe. — Antes que ele ouvisse o "tudo bem" que Seokjin havia lhe dito, o loiro havia sumido.

。。。

Deitar na grama e fechar os olhos. Era isso que o relaxava. Jimin é conhecido por todo o Céu pela sua bondade e fofura — características que a maioria dos anjos não tem, já que anjos não podem ser bons e sim justos — mas acima de tudo, sua inocência. Esse foi o motivo principal para que ele não tivesse caído com seu amado, afinal, ele era inocente de mais para perceber as insinuações e rebeldia de Jungkook.

— Me perdoa? — a voz de Hoseok fez com que Jimin abrisse os olhos, observando uma pétala minúscula cair em seu rosto. — Eu não sabia que você iria ficar tão abalado até porque eu pensava que você sabia.

— Não precisa se desculpar. Sei que não tinha más intenções, Hobi. — diz e logo tira a pétala de sua bochecha de uma forma muito fofa para se passar em branco. Seu rosto ainda estava inchado e isso o deixava com as bochechas um pouco maiores do que já são. Estava tão convidativo que Hoseok apertou uma delas, vendo o menor sorrir fraco é afastar sua mão com suas mãozinhas. — Aish..

— Yoongi-hyung sabe o que faz. Se ele tomou essa atitude foi para o seu bem. Você tem que acreditar nisso.

— Eu tinha esperança dele voltar. Se por algum milagre ele se arrependesse... mas a essa hora ele já deve estar morto. — suspira, sentindo seus olhos arderem, querendo se encher de lágrimas novamente.

Os minutos seguintes foram em total silêncio. Os dois apenas ficaram ali, deitados e olhando para cima, deixando ambas as mentes viajarem em pensamentos. Até um tremor despertar os dois anjos de seus devaneios.

— O que foi isso? — o menor pergunta enquanto se levanta.

— Está acontecendo. — disse se sentando e olhando para cima. — Precisamos ir, uh? — disse ao mais novo, que concordou com a cabeça, respirando fundo e se preparando para levantar.


Notas Finais


Quem puder/gostar por favor, favoritem e comentem. E sigam essa minha nova conta, uh?💛

Até semana que vem, amores!💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...