História Ciúmes - Capítulo 1


Escrita por: e OhMaya

Postado
Categorias Matthew Daddario, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Matthew Daddario
Tags Amor Verdadeiro, Ciumes, Harry, Matthew, Shumdario
Visualizações 100
Palavras 1.883
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capitulo Único


Harry Shum Jr é um ator e dançarino de 26 anos. Ele é asiático de lindos olhos castanhos escuros e cabelos pretos e sedosos. No momento está gravando a terceira temporada de shadowhunters como o personagem Magnus Bane. Namorou Shelby Rabara por 3 anos mas aí ele se apaixonou por Matthew, seu par romântico na série, e então, ele terminou com Shelby e se declarou para Matthew e eles já estão juntos há 2 anos. Eles só são assumidos para o Cast e para a produção da série, ainda não se assumiram para a mídia, mas espera que, em breve, eles possam fazer isso.

Matthew Daddario é um ator de 24 anos. É branco, com lindos cabelos pretos e lindos olhos cor de avelã pelos quais Harry é apaixonado. No momento está gravando a terceira temporada de Shadowhunters como o personagem Alexander Lightwood. Namorou Esther Kim por 2 anos, mas ai ele se apaixonou por Harry, seu par romântico na série, então, ele terminou com Esther e aceitou o pedido de namoro de Harry quando ele se declarou. Estão juntos há 2 anos e eles são bastante felizes.

Matt e Harry estavam no intervalo de uma cena que Harry tinha que gravar sem camisa. Matt estava no sofá mexendo no celular e Harry estava ali perto, retocando a sua maquiagem com a maquiadora Angel Star. Matt de repente começa a sentir uma sensação ruim em seu peito e então ele resolve olhar na direção de Harry e quando ele faz isso ele trinca os dentes de raiva. Angel, a maquiadora, estava maquiando Harry e enquanto ela o maquiava, ela estava aproveitando a chance e então ela estava passando a mão no abdômen de Harry e Matt ficou com mais raiva ainda ao perceber que Harry não estava fazendo nada para impedi-la.

Matt se levanta do sofá e para bem atrás da cadeira de maquiagem onde Harry está sentado. Harry percebe, através do espelho, o olhar estranho no rosto de Matt e arqueia a sua sobrancelha, como se estivesse perguntando o que estava acontecendo.

- Matthew, você está bem? O que aconteceu? – pergunta Harry, preocupado, e enquanto isso Angel continua a acariciar o abdômen de Harry e a dar um sorriso cínico para Matt, pois ela percebe que ele está com ciúmes dela.

Matthew solta um suspiro irritado. Matt olha irritado para Angel.

- Escuta, aqui queridinha, você não consegue segurar nenhum homem livre não? Tem que ficar abrindo as pernas pra todo homem que passa? Angel é só o nome mesmo, porque anjo você não tem nada, é uma puta, isso sim. Tem que ficar dando em cima do namorado dos outros? – diz Matthew, gritando furioso com ela.

Harry arregala os olhos ao ver o jeito que Matthew trata a maquiadora.

- Matthew! – diz Harry em tom de aviso.

- Que foi? – pergunta Matt arqueando a sobrancelha.

- Peça desculpas para a Angel, ela é uma ótima maquiadora e ela não estava fazendo nada do que você está insinuando. – diz Harry lhe olhando sério.

Matthew bufa irritado e não faz o que Harry lhe pede.

Harry se levanta irritado e arrasta Matthew para uma sala para eles poderem conversar.

 - O que está havendo com você Matthew? – perguntou Harry assim que chegaram em uma sala mais afastada.

- O que está havendo comigo? – pergunta incrédulo. – Aquela vadia estava passando a mão no seu abdômen e você ainda deixou, não fez nada. – bateu contra o peito nu do outro.

- Ei! – segurou a mão de Matt, tentando acalma-lo. – Ela estava passando brilho no meu corpo, era necessário isso.

Matthew olhou para baixo e bufou de raiva, logo saindo da sala e deixando Harry confuso para trás. Queria ir atrás do namorado, mas tinha uma cena para gravar e não podia perder tempo agora. Depois conversaria mais seriamente com o namorado ciumentinho.

Já eram quase 8 da noite e Matthew ainda não atendia as ligações de Harry. Era a festa de encerramento da terceira temporada da série e um dos protagonistas não estaria presente.

Harry bufou mais uma vez olhando para a chamada sendo encaminhada para a caixa postal.

- Matt, me liga se escutar isso. – fechou os olhos e respirou fundo. – Olha, sei que está bravo comigo, mas... Hoje é uma festa entre o elenco... Então, por favor, apareça aqui ou eu mesmo vou ir te buscar.

 

===

Matthew estava em seu quarto. Escutava seu celular tocar no andar debaixo e sabia muito bem quem era, já que o toque era diferente dos outros contatos. Não iria à festa de encerramento ver mais uma pessoa, ou novamente a Angel, alisando o abdômen do seu namorado na sua frente. E o que mais lhe incomodava era Harry não perceber e nem mesmo ficar ao seu lado, já que os outros estavam fazendo aquilo para lhe provocar. Remexeu-se na cama, ficando de barriga para cima e imaginando como todos estariam na festa. Harry com certeza estaria lindo... Matthew não tinha duvida. Sorriu ao pensar no namorado trajando um terno bem justo no corpo, destacando todas as suas curvas musculosas... Mas a imagem de Angel olhando para ele e Harry nem mesmo notando isso, o deixava zangado novamente.

===

 

Harry, antes de ir para a festa, passou no apartamento do namorado para ver se ele iria à festa. Ele tinha esquecido a chave do apartamento de Matt em sua casa, então não tinha como entrar, só se Matt lhe permitisse. Ele ficou batendo na porta uns bons 10 minutos. Ele sabia que Matthew estava em casa por causa da luz que estava ligada em seu quarto, mas não queria lhe atender e nem falar com ele e ele estava triste, pois ele odiava brigar com o seu namorado. Então, ele resolve ir para a festa.

Na festa, todo mundo está animado por terem conseguindo encerrar a terceira temporada com um enorme sucesso. Harry é o único que não está animado com isso, pois está brigado com o seu namorado. Ele está em um canto isolado bebendo um copo de uísque.

Então, Angel chega onde Harry está e fica passando a mão no peitoral de Harry e lhe olhando nos olhos. Harry fica lhe encarando com a sobrancelha arqueada, pois foi por causa dela que ele e Matthew brigaram.

- O que você quer, Angel? – pergunta Harry, mal humorado.

- Você! – diz Angel se aproximando para beijá-lo e quando Harry percebe suas intenções ele dá um pulo para o lado.

- Matthew estava certo! Você estava dando em cima de mim e eu não acreditei no meu namorado! – diz Harry, furioso.

Angel lhe dá um sorriso malicioso e tenta se aproximar, mas Harry não deixa.

- Você nunca mais ouse se aproximar de mim! - diz Harry furioso.

Ele então sai da festa e vai em direção a casa de Matthew. Chegando lá ele fica batendo na porta da casa de Matt até ele atender e quando ele atende, a visão de Matt é de cortar o coração de Harry, pois ele está de pijama com os cabelos arrepiados e os seus olhos estão inchados e vermelhos de tanto chorar. O coração de Harry quebra ao ver o seu namorado neste estado.

Matt assim que o vê se joga em seus braços chorando.

Então, Harry fecha a porta e o leva até o sofá. Matt se senta em seu colo lhe abraçando e Harry faz círculos calmantes com os seus dedos em suas costas para ele se acalmar. Depois que Matthew se acalma, ele sai do colo de Harry e se senta em seu lado com vergonha.

- Harry, me desculpa, eu não devia ter agido daquela forma com você. – diz Matt, corado e com a cabeça abaixada de vergonha de suas atitudes.

Harry pega o seu dedo e com isso levanta a cabeça de Matt para poder olhar em seus lindos olhos cor de avelã.

- Amor, eu te amo. Você não precisa explicar para mim as suas atitudes, pois se fosse eu em seu lugar, eu também teria ficado com ciúme que nem aquela vez no Glaad que eu fiquei. – diz Harry, corado a se lembrar da cena.

Então, Matt volta para o colo de Harry e o beija apaixonadamente. Harry coloca as mãos na cintura de Matthew para poder o puxar mais para perto e aprofundar o beijo.

- Eu... – recebeu mais um beijo de Matt. – Prometo... – mais um. – Nunca mais... – mais um, agora mordendo o lábio inferior e o puxando, logo o soltando e causando um estralo. – Brigar com você daquela forma. – conseguiu finalizar. Matthew sorriu e deixou mais alguns selares.

- Ótimo. – sentiu Harry apertar sua cintura e escorregar as mãos mais para baixo. – Eu prometo que... – parou para gemer. – Nunca mais vou agir daquela forma ciumenta. – completou, recebendo mais beijos de Harry.

O mais velho virou o corpo de Matthew, deixando-o sentado de costas para si. Suas mãos logo trataram de retirar as poucas roupas que Matthew ainda trajava e tendo a visão do real paraíso ao ver as costas e nádegas nuas daquele homem.

- Você é... Perfeito. – sussurrou Harry, já sentindo sua voz desaparecer com sua respiração pesada. Matthew gemeu roucamente após aquele elogio. Seus quadris faziam círculos perfeitos por cima do membro de Harry, que apertava sua cintura, lhe ajudando com os movimentos. Suas mãos foram para trás, em direção ao zíper e botão da calça que Harry usava, logo conseguindo abrir e pedindo ajuda para o mais velho retira-la logo.

Precisava senti-lo. Assim que fora feito, a camisinha já fora alcançada e deslizou-se sobre o membro de Harry, com a ajuda das mãos de Matt. Harry ajudou o corpo de Matthew se erguer e logo se encaixar em seu membro teso que foi engolido por inteiro.

 - Owhn... – gemeu Matthew, manhosamente, sentindo a glande ir direto a seu ponto doce, e acariciar o local.

Os lábios de Harry eram maltratados pelo mesmo. Mordidas fortes e precisas para abafar os seus gemidos altos. Matthew agora agia por si só. Apoiava suas mãos na mesa a frente e erguia seus quadris com ajuda de suas pernas, quicando em Harry o mais rápido que conseguia e que seu corpo aguentava. Não estavam há dias sem fazer sexo, mas estavam necessitados do corpo, do toque, do suor um do outro.

Os barulhos estralados de tapas nas coxas fartas e brancas de Matthew eram bem ouvidos. Harry estava quase lá, Matt sabia. Conhecia o corpo de Harry o suficiente, ainda mais seus toques que mudavam. Ele apertava as coxas de Matthew com força, ao mesmo tempo em que gemia como um lobo rosnando, com os dentes trincados. E sabia que o mesmo havia gozado quando soltava suas coxas e as acariciava logo em seguida. Ele mudava de um segundo para o outro, de violento para carinhoso. Matthew amava isso. E amava ainda mais gozar na mão de Harry, que logo ia em direção ao seu membro e lhe dava as ultimas massagens necessárias para liberar toda sua excitação.

O corpo do mais novo fora virado novamente, se encolhendo no peito de Harry e acariciando o mesmo local com as pontas de seus dedos.

 Era assim. Sentiam ciúmes, brigavam, mas acima de tudo... Amavam-se e sempre iriam se entender novamente. Por que nem um dos dois aguentava ficar longe um do corpo do outro.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...