1. Spirit Fanfics >
  2. Ciúmes >
  3. Capítulo único

História Ciúmes - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Ciúmes - Capítulo 1 - Capítulo único

Bakugou tinha ciúmes, mas quem não tinha? A única diferença que poucos percebiam. Ele ficava incomodado quando aparecia uma nova pessoa em seu círculo social, tinha medo de ser esquecido pelos demais, então gritava e xingava, tentado afastar o "invasor"

 Bakugou tinha ciúmes de várias pessoas, sua mãe foi a primeira que ele demonstrou esse sentimento, já que ela sempre insistia em elogiar os feitos do filho da tia Inko, mesmo que fossem pequenos e inúteis, então ele o chamou de Deku. Esse apelido podia demonstrar o quanto o achava inútil e como sua mãe não devia vangloria seus atos, ainda mais porque ele não tinha nenhuma individualidade, por enquanto que a  individualidade do Bakugou era incrível

 Depois vieram os amigos do primário, sempre tão fascinados, poderiam esquecer ele em um piscar de olhos

 Mas desta vez foi diferente, ele não tinha medo de ser esquecido ou deixado de lado, ele tinha medo de não ser tocado ou aceito. Bakugou estava sentindo um tipo diferente de ciúmes, um que ele não gostava e era fácil de perceber

 Desta vez não foi um grupo, mesmo que ele continuasse sentido ciúmes dos seus amigos, mas era totalmente diferente o que ele demonstrava ao um certo ruivo alegre. Ele queria está perto, ser tocado e apenas está em sua companhia

 O ciúmes vinha quando o ruivo demonstrava certo interesse por alguma garota, ele odiava, o seu único desejo era puxa ele pelo braço e grita aos quatro ventos que ele gostava do Kirishima, se pelo menos fosse recíproco, não precisaria mais se preocupar com garotas de corpos atraentes 

 Mas o Eijirou nunca demonstrou interesse por nenhum garoto, o que deixava o loiro ainda mais cabisbaixo 

 - Merda - falou irritado, odiava esse sentimento 

 - O que foi Bakugou? - Katsuki olhou novamente o seu amigo, que como sempre estava sorrindo 

 - Eu estava pensando na garota que eu gosto - vi seus olhos se arregalaram em surpresa, mas não disse nada 

 - Que incrível, quem é? - ficou um pouco decepcionado com sua animação, queria que estivesse incomodado 

 - Aquela ali - apontou para alguma garota aleatória, parecia idiota, mas ele queria alguma reação que não fosse alegria 

 - É bem bonita, nem imaginava que você gostava de ruivas - olhou novamente para a garota, era realmente muito ruiva 

 - Não gosto tanto assim, ela é apenas diferente - só precisava de alguma reaçãozinha

 - Está mesmo apaixonado, Bakugou - então com um grande sorriso no rosto ele saiu apressadamente, provavelmente para contar a novidade para os outros 

 - Como eu sou idiota 

  Depois desta conversa o dia correu normalmente, nenhum dos seus colegas disse nada a respeito da garota ruiva, talvez o Kirishima não tenha dito nada a eles

 - Então por que ele saiu tão apressado hoje mais cedo? Deixa pra lá, provavelmente foi cagar - disse em voz alta voltando para o dormitório, tinha quase ninguém na escola 

 - Com Licença - uma voz doce e tranquila o para 

 - O que foi? - fala ríspido, mas logo se arrepender ao ver a garota ruiva de antes

 - Eu meio que… - ela o entrega uma carta com vários corações, pelo seu rosto totalmente corado, a carta era dela - fiz uma carta para você, eu gosto de você a um tempo - Bakugou a olhar incrédulo, era muita coincidência

 Na verdade já viu essa garota antes, no dia dos namorados, ela foi uma das muitas pessoas que lhe entregou chocolates, então não era tanta coincidência assim 

 - Não vai dar, querida - se assustou com a voz grave que apareceu do nada em seu encalço - ele já tem namorado - a moça pede desculpa e sai desconfortável

 - QUE DIABOS FOI ISSO SEU BASTARDO?! - gritou, ele tinha que pedir primeiro e não sai afirmando 

 - Desculpe, eu não pensei direito você gostava dela e eu estraguei tudo eu apenas não pensei direito eu gosto de você e não gostei nenhum pouco dela… - ele continuaria falando sem pausas, mas eu o calei com um simples selinho 

 - Eu não gosto dela, seu idiota 

 Então foi embora, deixando um Kirishima totalmente confuso para trás

 - Pelo menos não sou o único ciumento - falou com um grande sorriso no rosto, mas ainda pronto para soca a cara do Kirishima se ele tentar fazer a mesma coisa de antes sem o pedido de namoro com antecedência




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...