História Clandestina. - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chiyo, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konohamaru, Mito Uzumaki, Naruto Uzumaki, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shion, Temari, TenTen Mitsashi, Yamato, Zabuza Momochi
Tags Amizade, Corrida Clandestina, Família, Gaaino, Hinata, Naruhina, Naruto, Prostituição, Sasusaku, Shikatema, Tokyo
Visualizações 468
Palavras 2.097
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura pessoas ❤

Capítulo 8 - Capítulo 8.


No dia seguinte, Hinata foi acordada por Izumi aos poucos, abriu os olhos com dificuldade, e notou que tinha mais alguém ali no quarto.

- Acorda dorminhoca – era a voz de Temari.

- Oi – disse baixo – O que fazem aqui tão cedo?

Izumi começou a gargalhar, Naruto cruzou os braços rindo.

- Cedo? Bom, a senhorita que dessa vez dormiu demais – Temari a respondeu – Já são quase 1 hora da tarde.

Hinata arregalou os olhos olhando para o relógio de parede, eram 12:45.

- Nossa, dormi demais mesmo – disse espantada.

- Bom Hina – Izumi começou – Você está livre de nós, irá para a casa.

Ela respirou fundo aliviada, Izumi tirou a agulha da última bolsa de medicamento que ela ainda tomava, mediu a pressão vendo que estava tudo bem, entregou a Temari uma receita dos medicamentos que Hinata teria que tomar, e foram liberados.

O enfermeiro veio com a cadeira de rodas para Hinata não precisar ir andando até a saída, novamente Naruto a pegou no colo com cuidado, e a colocou na cadeira.

Foram até a saída e Naruto levou o carro até mais próximo da entrada, Temari abriu a porta da frente do passageiro para ela entrar.

- Vai na frente Hina, é melhor pra você – disse ela.

Com cuidado, ela se levantou com Temari a segurando pelos braços e Naruto pela cintura, se sentou no banco e agradeceram ao enfermeiro.

Tema se sentou no banco de trás, e Naruto foi para trás do volante.

- Melhor irmos comprar os remédios primeiro – Naruto disse.

- Realmente, assim faz uma viagem só – disse Temari – Está se sentindo bem amiga?

- Estou bem – respondeu calma – Louca pra chegar em casa.

O comentário fez os dois rirem, Naruto dirigiu tranquilo pelas ruas de Tokyo, resolveu não correr pra não assustar a Hinata, sabia que por um tempo ela ia guardar o que aconteceu.

Pararam em uma farmácia, Naruto pegou a receita dos remédios com Temari e foi compra-los.

- Estou achando isso tão lindo – Temari começou.

- O que Tema? – Hina perguntou.

- Esse cuidado do Naruto com você, todo delicado, preocupado, e você também Hina, vejo muito bem rolando sentimentos ai.

Hinata sorriu.

- É, pode ser – disse ela – Ele me passa segurança, todos esses cuidados, eu não sei dizer.

- Estão apaixonados Hina, isso é normal, e estava na hora mesmo de vocês encontrarem alguém, ele já estava louco por você, e esse acidente aumentou mais todo esse amor e carinho.

Hinata suspirou e sorriu, Naruto voltou ao carro com a sacola de remédios e uma garrafa de água.

- Aqui – entregou a água para ela.

- Obrigada.

Temari observava tudo com um sorriso largo no rosto, estava adorando ver os melhores amigos assim.

Seguiram para o prédio que Temari e Hinata moravam, Naruto estacionou o carro em frente ao mesmo, o porteiro veio recebe-los, abriu a porta para Hinata poder sair, Temari e Naruto saíram logo a seguir.

O loiro segurava Hinata pela cintura para dar apoio, Temari fechou a porta do carro e Naruto o trancou.

Entraram no elevador e em segundos chegaram no andar, Temari abriu a porta com um sorriso no rosto, e ao entrarem, Hinata foi recebida com festa.

- SURPRESA – gritaram jogando confete para cima, estavam todos ali, inclusive o pessoal da empresa.

Foram receber a morena na porta com cuidado, Hinata estava engessada por conta da costela e com uma tala no pé, a sentaram no sofá e as perguntas começaram.

- Como se sente? – Sasuke perguntou.

- Bem melhor, ainda tenho muito pra me recuperar, mas logo melhoro de vez.

- Agora em casa você vai melhorar mais rápido – Ino se sentou ao lado dela a abraçando devagar – Estamos aliviados por estar conosco Hina, ficamos em total desespero.

- Nem fizemos corrida esses dias – Kiba informou – Não tem graça sem você.

- Bom, eu vou demorar bastante pra voltar a correr, por precaução.

- Entendemos você, mas poderá ir nos ver – Gaara disse – Ficar na torcida.

- Isso eu garanto – Hinata estava feliz em saber que os amigos que fez ali, se preocupavam tanto com ela.

- Bom, como a Hina não pode comer nada pesado para não prejudicar na recuperação – Sakura começou – Trouxemos tudo natural para comemorar.

A turma estava feliz em ver Hinata bem, faltava apenas descobrir quem sabotou o carro dela, entre todos, o mais louco por isso era Naruto, seu pensamento sobre o caso estava em alta.

Estava observando a turma com Hinata, até Sasuke e Gaara irem falar com ele.

- Quando vai falar pra ela? – Sasuke dirigiu a palavra primeiro.

- Falar o que pra quem?

- Pra Hina que tá apaixonado por ela – Gaara respondeu.

Naruto ergueu a sobrancelha encarando os dois.

- Eu não sei – respondeu.

- Mas pelo menos admite que gosta dela?

- Isso é complicado Sasuke, eu dizer isso a ela mas ela não sentir o mesmo.

- Idiota – Temari disse a ele assustando os três – Ela gosta de você, no carro me disse até que se sente segura com você.

- Duvida encerrada – Gaara colocou a mão no ombro do amigo – Fala com ela logo Naruto.

Naruto olhou para ela novamente, Hinata estava feliz e bem, ela olhou para ele e sorriu com doçura.

No final da tarde, Temari ajudou Hinata a tomar um banho quente, como não tinha problema em molhar o gesso, se sentiu aliviada por poder tomar um banho digno, Tema colocou um banco debaixo do chuveiro para Hinata ficar sentada.

Assim que terminou, se secou sozinha, vestiu apenas a calcinha e um vestido soltinho, o gesso a atrapalhava para pôr o sutiã, saiu com cuidado do banheiro, Temari estava quarto dela arrumando alguns travesseiros.

- Pronto, assim você fica mais confortável – disse ela – Precisa de ajuda pra pôr o sutiã?

Hinata acenou, Temari pegou a peça e ajudou Hinata a pôr, logo ela se deitou e respirou fundo.

- Todos já foram? – Hinata perguntou.

- Bom, tem uma pessoa ainda ai e, ele precisa falar com você, eu vou comprar algumas coisas pra fazer seu jantar, você não pode abusar mocinha – disse como se fosse sua mãe.

- Quem está ai ainda?

- Eu vou indo lá, vou pedir pra entrar.

Temari foi até seu quarto pegar a carteira, e seguiu para a sala.

- Vai lá e fala logo com ela, vou deixa-los a sós, eu já volto.

Naruto respirou fundo, e se levantou indo até o quarto de Hinata, bateu na porta antes de entrar e ela pediu pra entrar.

- Oi – disse ela vendo quem era e fechou o livro que ia começar a ler – Aconteceu alguma coisa?

Naruto estava nervoso, foi se aproximando coçando a nuca, Hinata bateu na cama pedindo para ele se sentar ao lado dela.

- Nada demais, só que, precisava falar com você, achei melhor esperar todos saírem pra ser mais fácil.

Ele sentou na cama de frente a ela.

- Está me deixando preocupada – disse ela o encarando.

Naruto a olhou, ia ser mais difícil do que ele imaginou.

- Não sei como falar isso – riu de nervoso – Pela primeira vez tenho medo de confessar algo.

Hinata segurou na mão dele e apertou.

- Seja lá o que for, eu vou te ouvir.

Ela já desconfiava sobre o que era, mas queria ouvir ele falando, Naruto respirou fundo.

- Hinata eu – fez uma pausa respirando fundo, ele encarava sua mão entrelaçada com a dela – Esses dias, eu tenho sentido algo diferente, não sabia dizer exatamente o que era, o pessoal me incentivou bastante para descobrir – riu – Eu sou meio lerdo com esse assunto mas, reconheço quando passo a ter sentimentos sobre algo, ou alguém.

Ele ergueu os olhos para olha-la, Hinata estava com os olhos brilhando ao ouvir ele falando.

- Não quero que se assuste está bem? – continuou, ela acenou com a cabeça e sorriu – Hina eu – ele fechou os olhos e suspirou – Eu sou apaixonado por você, acho que esse seu jeito meio durona – os dois riram – Só me fez apaixonar mais, eu não sei o que pensa sobre mim, ou o que sente, meu medo era esse, de te dizer isso e receber um tapa.

Hinata ergueu a mão, e Naruto fechou os olhos apertando-os achando que realmente ia receber um tapa, mas Hinata apenas o acariciou.

- Bobo – disse ela – Eu não vou te dar um tapa – riu.

Naruto sorriu abrindo os olhos, Hinata passava o dedão na bochecha dele.

- Me desculpe – disse ele – É meio estranho eu do nada vir dizer isso a você mas não podia esperar mais.

- Vou confessar algo – disse ela – Quando nos vimos pela primeira vez eu jurava que você l era mais um daqueles idiotas que tiram sarro de tudo – riu – Mas, aos poucos, fui notando que estava errada, você é diferente deles, apenas um pouco mal humorado, mas mesmo assim, eu me apaixonei pelos seus belos olhos, e por esse sorriso que carrega mesmo com tantas cicatrizes internas.

Naruto estava mais tranquilo em saber que pelo menos não ia ser chutado pra fora.

- E eu achando que ia ser expulso daqui – ele riu.

- Não vai não – disse ela.

Naruto se aproximou dela lhe dando um beijo na testa, logo encostou a sua nela, os olhos de ambos se encarando, os corações batendo na mesma frequência, Hinata segurou nos dois lados do rosto dele o acariciando.

Naruto segurou no queixo de Hinata aproximando seus lábios do dela, um beijo delicado e cheio de amor foi dado, ele não queria assusta-la, então não o aprofundou.

Queria apenas sentir o momento, saber que ela estava ali, sentir seu perfume e a maciez de sua pele, terminaram abrindo os olhos devagar, permaneceram com as testas coladas, Naruto acariciada o rosto dela, se sentia aquecido por dentro, e Hinata não estava diferente.

- Nunca vou deixar você sair da minha vida – disse ele – Nem que eu tenha que te colar a mim – riu.

- Não precisa me colar, eu não vou sair.

Hinata o puxou para mais um beijo, mas dessa vez, eles o aprofundou, um beijo forte e decidido, selava aquele começo, as línguas brigavam por espaço, estavam extasiados, mas não podiam avançar mais do que isso.

Encerraram o beijo com um selinho leve, ambos sorriam, apaixonados, Naruto se sentou ao lado dela a puxando para mais perto, com cuidado Hinata deitou a cabeça no peito duro dele, passou o braço em seu tronco o abraçando.

- Durma um pouco, foi um dia agitado – ele pediu.

Ela apenas acenou com a cabeça, Naruto puxou a coberta a cobrindo mais, lhe beijou no alto da cabeça, e assim como ela fez com ele no hospital, fazia cafuné na cabeça dela com uma mão, enquanto a outra acariciava seu rosto.


Um tempo depois, Temari voltou, viu que a casa tava quieta demais, deixou as sacolas em cima da mesa e foi no quarto da amiga vê-la, entrou escancarando a porta e antes mesmo de chama-la Naruto interviu.

- Shiiii – disse ele com o indicador na boca – Vai acorda ela.

Temari tampou a boca e sorriu.

- Falou com ela? – sussurrou, Naruto apenas acenou com a cabeça – E ai?

- Acho que estamos juntos – respondeu.

Temari começou a dar pulinho de alegria.

- Eu vou fazer o jantar, deixe ela dormir até eu terminar.

Ela saiu do quarto na ponta dos pés, Hinata se aninhou mais no colo de Naruto, ele estava adorando ela ali com ele, se sentia realizado.

Assim que Temari terminou o jantar foi avisa-los, quando entrou no quarto Hinata já estava acordada e Naruto a ajudava a se levantar.

- Dormiu bem em – Temari tirou sarro – Como se sente?

- Com fome, preciso de comida de verdade, chega de sopas.

Temari riu.

- Bom casal, o jantar está pronto, venham.

Temari voltou para a sala.

- Vou ter que me acostumar com ela nos chamando assim – Naruto riu.

- Ela tá feliz – Hinata o explicou – E aposto que a turma toda também.

Naruto a encarou sem entender, Hinata começou a gargalhar.

- Ela já deve ter contado pra todo mundo – disse – Devem estar loucos pra saber de tudo.

- Povo curioso – Naruto fez bico e Hinata riu mais.

O loiro passou a mão na cintura dela a ajudando a ir para a sala, Temari estava com a mesa farta, ela caprichou no jantar.

- São tão fofos juntos, só espero que cuide muito bem dela Naruto, a Hina é como uma irmã pra mim.

- Pode deixar Tema, vou cuidar dela como se minha vida dependesse disso – Disse ele olhando para Hinata que sorria.

Os três se sentaram à mesa, e começaram a comer.


Notas Finais


Nhaaaaa como amo esse casal 😍❤ Sou extremamente louca por eles ❤

Espero que tenham gostado do capítulo, tem mais um pra ser postado kkkkk Volto logo 😙!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...