História Clash Royale - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 3
Palavras 1.013
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Se gostaram ajudem , aceito críticas.

Capítulo 3 - A Perda de um Líder


Após sair do Reino Goblin, com um novo destino e uma nova parceira,tinham que chegar ao Reino dos Ossos.

O Príncipe acho que seu grupo estava grande demais, então colocou ordem nos seus amigos, pediu que não se distraíssem, estava imitando o Bombardeiro (o bombardeiro faz muito melhor que ele). Até que por incrível que pareça, todos ficaram quietos e obedecendo ao Príncipe. Passou um longo tempo andando para o norte, até que o Príncipe não aguentou e disse com muita raiva:

-Alguém, por favor, pode dizer aonde nós estamos indo!!!

-Ué, para o Norte óbvio!! - Respondeu o Cavaleiro

-Pois é, não estamos indo para o local certo. - Disse o Gigante

-Então por que não me avisaram? Deveriam ter feito isso. - Respondeu o Príncipe sentindo-se culpado

-Disse que era para te seguirmos, só fizemos o que você mandou!! - Exclamou o Cavaleiro

Depois desta conversa, e muita, muita briga, eles decidiram que quem era o chefão do grupo era o Bombardeiro (mesmo o príncipe não concordando), agora sim, estavam no caminho certo, em direção ao Reino dos Ossos. Não muito longe de chegar ao Reino, foram interceptados por Três Servos, que os confundiram com bolinhos. Os Servos eram do mesmo Reino do Príncipe, então eles iriam o seguir, para ajudá-lo caso algo ocorresse.

Rapidamente, chegaram ao Reino dos Ossos, foi rápido mesmo, comparado ao Reino dos Goblins. No Reino dos Ossos, existe apenas um Rei, mas existem duas facções, a primeira facção é a dos esqueletos normais, esqueletos sem armaduras, sem nada, apenas com uma faca que usa para atacar, e tinham lápides onde moravam, a segunda facção é a facção dos esqueletos-bombas, que ao contrário dos esqueletos normais, ele carregam bombas, eles pilotam balões de bombas, eles tem torres aonde de lá, jogam bombas e muitas outras coisas que fazer com bombas (na minha opinião os esqueletos-bombas são os melhores). O Bombardeiro era um esqueleto-bomba e seu exército, esqueletos normais, eles haviam se juntado ao Bombardeiro, pois ele tinha conquistado a confiança dos esqueletos, então, trabalhavam juntos em qualquer ocasião.

O Príncipe e seu grupo, entraram discretamente, pois estavam com medo de serem bombardeados ou esfaqueados. Isso durou por pouco tempo, pois o Bombardeiro os levou ao Rei. Chegando lá o Príncipe querendo bater papo:

-Tudo bem com o senhor, como vai a vida? - Disse o Príncipe Sorridente

-Não vai bem, pois já morri!! - Disse o Rei Esqueleto com uma cara triste

Depois disso todos se calaram, mas em um breve tempo, voltaram a se falar, o Príncipe avisou que o Príncipe das Trevas atacaria seu reino e tomaria seu trono, o Rei Esqueleto se apavorou mas nem ligou direito. E Pediu que ficassem para dormir lá, pois já era Noite e eles não iriam querer P.E.K.K.As lhes roubando. O Príncipe e a Bruxa dormiram no mesmo quarto, quando chegou o cavaleiro com aquele ronco e estragou todo o clima.

As mulheres restantes iam dormir em um quarto só, todos os esqueletos dormiriam juntos dos servos, e apenas o Gigante que dormiu só (ele dormiu fora das casas, pois era grande demais). Ao amanhecer todos se prepararam para tal ataque que eles previam que iria acontecer.  Esperaram, Esperaram, esperaram, e nada, mas o Príncipe das Trevas logo apareceu e chamou seu irmão:

-Irmão, mais como você é ingênuo, achei que fosse mais maduro meu caro irmão!!!

-Irmão, porque você está fazendo isso? - Perguntou o Príncipe quase chorando

-Ainda quer que eu explique, nosso pai sempre me achou fraco, burro e muitas outras coisas, mas agora ele sabe o que posso fazer e sabe que posso derrotá-lo agora. - Respondeu o Príncipe das Trevas com uma voz maligna.

-Como vai me derrotar irmão, não tem tropas, sem tropas é fraco!! - Exclamou o Príncipe

-Não preciso de tropas, apenas disto!! - Disse o Príncipe das trevas tirando algo do Bolso.

O Príncipe das trevas pegou um feitiço estranho, nem a bruxa sabia dizer o que era, ele mirou bem na cabeça do Bombardeiro e jogou. Logo Após todos se afastaram dele e com a distração, o Príncipe das Trevas fugiu. Todos do Grupo do Príncipe disseram não pode ser, o Bombardeiro começou a mudar, ficou muito maior, maior que o Gigante, o feitiço afetou a bomba, que se tornou maior, o óculos e a touca não serviam mais nele, a sede por destruição aumentou, e ele não escutava mais ninguém, apenas a sede por destruição dentro dele (ou não).

O Bombardeiro focou na Torre onde o Rei estava, e iria destruí-la. O Príncipe e seu grupo não podiam deixar tamanha tragédia ocorrer, por isso usaram todas as suas forças para derrotá-lo mas não conseguiam, quando a Bruxa se lembrou dos seus feitiços, jogou todos os feitiços no Bombardeiro, varias e varias vezes, ele estava enfraquecendo, então o resto do Grupo tinha que diminuir sua caminhada a torre, isso foi inútil, o Bombardeiro chegou na torre e começou a destruí-la, já não havia mais o reino dos Ossos, por causa de tanta destruição, a Bruxa estava conseguindo derrotá-lo quando ele empurrou ela e outros integrantes do grupo, e eles ficaram atordoados. Apenas um ataque e ele era derrotado, mas o Príncipe não queria matá-lo, mas este era o único jeito.

O Príncipe começou a correr, pegar velocidade, e "PUMFT, o Bombardeiro caiu só chão. Todos começaram a chorar pois haviam perdido um amigo. O príncipe ficou depressivo,  jurou vingança ao irmão que até aquela hora ele considerava o príncipe das trevas seu irmão. Na lápide do Bombardeiro, todos colocaram suas coisas, o príncipe colocou sua touca e seu óculos, junto de uma nova touca que caberia em sua cabeça. O Nome da lápide fixou escrito Esqueleto Gigante. 

Ao final disso não havia reino dos Ossos, pois estava toda destruída, então o exército do Bombardeiro ficaram em seu reino para reconstrui-lo e honrar seu chefe. para honrar o grande Bombardeiro,todos do reino começaram a chamar o grupo do Príncipe de "CLASH ROYALE ". 

Mesmo com a perda de integrantes, não se abalaram e foram em busca do Reino Bárbaro. 


Notas Finais


Fiquem atentos o enredo pode mudar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...