1. Spirit Fanfics >
  2. Classes Distintas- Park Jimin >
  3. Capítulo V

História Classes Distintas- Park Jimin - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi de novo,
Trago aqui mais um capítulo hoje!
Espero que gostem!💜
Boa leitura🌠

Capítulo 5 - Capítulo V


Fanfic / Fanfiction Classes Distintas- Park Jimin - Capítulo 5 - Capítulo V

Pov S/N

Depois de receber o vestido, nos dias a seguir tentei entrar em contacto com o Park, mas ele nunca respondia a nada. Então decidi ir hoje ao seu local de trabalho. Não posso aceitar aquele vestido, logo sabendo como ele é, não nem sequer se alguma armação dele, ou se ele está sendo gentil.

Primeira coisa que fiz mal cheguei lá, foi perguntar à recepcionista se ele estava. Ela logo confirmou e então pediu para aguardar um pouco para ver se ele me podia receber. Então ela desliga o telefone e diz que posso entrar que ele está me esperando.

Me dirijo à sua sala e bato na porta ouvindo um entre.

Jm- Sabia que você iria aparecer, mais cedo ou mais tarde.

S/N- Vim devolver o vestido, já que não respondeu a nenhuma chamada, nem mensagem, decidi vir pessoalmente.- digo enquanto ele me encarava.

Jm- Jungkook me falou realmente que você não quis. Me diga o porquê?- diz se levantando esbanjando autoridade.

S/N- Você sabe muito bem o porquê. Sei que terei problemas depois por causa desse vestido.

Jm- E que tipo de problemas seriam esses? Tem medo de usar algo que eu fiz? Relembro que sou um ótimo estilista.

S/N- Até pode ser um bom estilista, mas não deixa de ser uma pessoa de mau caráter. E por isso não aceito. Sei que vou ter problemas.

Vejo ele se aproximar e ficar na minha frente.

Jm- Se eu disse que vai ficar com esse vestido, então você vai. Foi como um pedido de desculpas!

S/N- Porque não pede desculpas pessoalmente? Vai ferir seu orgulho né? Você não se quer rebaixar, não quer pedir desculpa a uma pobre, não é mesmo? Eu já disse que com o vestido não fico, meta ele pelo seu brioco. Isso não me serve de desculpas, por mais bonito que seja.- vejo ele ficar com os olhos arregalados mas logo volta às suas feições sérias.

Jm- Você é que sabe então. Vai haver quem queira com certeza. Também só ofereci esse vestido porque você, não ia conseguir pagar. Notasse ao longe que você não tem onde cair morta, com esses trajes e claro esses óculos também não ajudam. Para uma menina da faculdade e design devia ter vergonha, não acha?- diz rindo cínico.

S/N- Como eu me visto ou não, não lhe diz respeito. Nem todos nascem em berços de ouro, como você. Tenha a continuação de um bom dia e que a vida lhe ensine algumas coisas. Você não sabe de nada do que é lá fora.- digo e então viro as costas para sair.

Jm- Ainda bem que nasci em berço de ouro. Já viu tudo o que tenho? Você nem com trabalho vai chegar aos meus pés, e se chegar já vai ser tarde.- paro na porta.

S/N- Quanto maior a altura, maior é a queda!- saio por lá a fora com um pouco de vontade de chorar. Aquilo foi humilhante, mas eu não podia chorar, senão aí ele teria aquilo que queria. 

Saí de lá mal, eu era muito inocente, nunca pensei que existisse pessoas assim. Agora entendo porque os meus pais sempre dizem que nós não sabemos de nada.

Cheguei em casa e me deitei em minha cama a chorar pela recente humilhação. Decidi então ligar para Namjoon, mas ele não atendia. Liguei então para Taehyung e ele disse que viria já para minha casa.

Quando ele chegou lhe dei um abraço forte e lhe contei o que se tinha passado.

Tae- Esse cara vai levar porrada!- diz nitidamente furioso.

S/N- Não faz nada Tae! A vida irá encarregar-se de o fazer cair.

Tae- Mesmo assim eu quero meter minha mão na cara dele. Aquele filho da puta tem de aprender uma lição! - fiz se levantando puto.- Ele humilhou você, ele quer se mostrar melhor que o mundo todo, mas ele não chega nem perto de você. Você é uma pessoa muito boa e sei que você ainda vai ter bastante sucesso na sua vida. Agora se me dá licença tenho algo a fazer!- diz saindo rápido e eu corro atrás.

S/N- TAE NÃO FAZ ISSO, POR FAVOR! EU SINTO QUE VAI SER PIOR.- o vejo entrar no carro e acelerar fundo e então entro a chorar. É tudo culpa minha!

Pov Tae

Depois que a S/N me disse o que aconteceu, fiquei cego. Não admito que um riquinho de merda se dirija a uma pessoa especial para mim, dessa forma. Travei a fundo quando cheguei na porra do ateliê, que nome ridiculo, e vesti meu casaco de couro. Decidi então fazer uma espera, o Park não perde pela demora!

Pov Park Jimin 

Fiquei bem mais aliviado quando descarreguei tudo na pobretona. Parece que saiu algo das minhas costas. Agora estou eu acompanhado, por uma garota de programa, não estou com cabeça para ir em baladas e pegar alguém. Acabei de arrumar algumas coisas e logo me dirijo com a minha acompanhante até à saída. Saio de dentro e logo ouço um assobio. Olho para o lado e vejo um cara vestido todo de escuro e com a cara nada boa.

Tae- Era com você mesmo que eu queria falar.- diz se aproximando.

Jm- Quem é você?

Tae- Você gosta mesmo de abusar da sorte não é meu caro. - diz ficando na minha frente. Fiquei um pouco receoso, o homem era mais alto que eu e eu nem sabia do que ele falava.

Jm- Você está falando de quê? 

Tae- Vou lembrar agora- logo ele me acerta um um murro na cara, tentei revidar mas ele foi mais rápido e me deu um soco no abdômen e cambaleio para trás.- E agora você lembra?

Jm- Diz logo seu corno, o que fiz? Agora você também não escapa de levar poucas e boas.- digo lhe dando um pontapé na perna, logo o vendo cair.

Tae- Você não tem o direito de maltratar a minha amiga!- ele se levanta.- você hoje levou apenas soquinhos, próxima vez você sai daqui ou de ambulância ou de carrinha funerária.- vejo o cara entrar no seu carro e ir embora.

Vejo a garota de programa olhar assustada.

Jm- O QUE VOCÊ QUER? VAI EMBORA QUE HOJE NÃO VAI HAVER NADA SUA IDIOTA. SAI DA MINHA FRENTE VADIA!- ela vira as costas e vai embora sem nem revidar.

Dou um murro no capô do meu carro, logo me arrependendo pela dor que senti depois.

Jm- AHHH, FILHO DA PUTA!- entro no carro e apenas saio a cantar pneu.- ESSA POBRE AINDA ME PAGA!

Pov S/N

Dias depois

Fiquei muito assustada com o que o Taehyung iria fazer e as consequências disso. Depois desse ocorrido, não vi Taehyung, tenho até andado receosa de sair de casa e aparecer o Park, para se vingar. Sei bem que aquele tipo de gente não é flor que se cheire.

Tenho ido normalmente para a faculdade. Contei a Namjoon o que se passou, ele apenas demonstrou irritação, mas não quis ajustar contas com o Park. 

Nam- Você não sabe, mas eu e Taehyung temos uma surpresa para você!

S/N- Da maneira que ando, nem isso me deixa empolgada! Desculpa!

Nam- Tudo bem S/N! Hoje de tarde te mostramos o que é.

S/N- O Tae já vai dar as caras? Há dias que não o vejo.

Nam- Digamos que ele ficou bem ocupado com isto.- diz sorrindo.

S/N- Tudo bem!

Quebra de tempo

Já era de tarde e Namjoon e Tae já estavam em minha casa com uma caixa grande de veludo e com um grande laço.

S/N- O que é isso?

Nam- Isso daqui é a nossa surpresa para você!- diz e logo me dá para as mãos.

Tae- Espero que goste S/N!- diz enquanto sorri.

Quando abri vi um vestido rosa, bem a minha cara com alguns brilhante. Fiquei radiante!

S/N- É lindo! Vocês não precisavam fazer isso! Eu já tinha um vestido para levar.

Nam- Nós quisemos dar e olha que esse é mesmo oferecido! Não queremos nada em troca! Para a semana que vem, você vai arrasar com ele!

S/N- Obrigada meninos!- digo e logo os abraço.





Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Deixem algum comentário, que fico muito feliz!
Beijos e até ao próximo!😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...