1. Spirit Fanfics >
  2. Classic l noart. >
  3. Moletom legal.

História Classic l noart. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


OOW, GIRL YOU'RE SHINING

uau qual será o moletom que eles estavam usando? (linsey rainha)

2/3🍓

Capítulo 4 - Moletom legal.


Fanfic / Fanfiction Classic l noart. - Capítulo 4 - Moletom legal.


Deinert.


— Agora é sua vez de mandar cartas? — Any pergunta, sentando ao meu lado na mesa do refeitório, me fazendo rir.


— Não, seu namorado me deu uma ideia. — Sorrio, fechando o envelope. — Quer me ajudar? — Pergunto, caminhando para fora da cantina.


— Quero! — Ela exclama, correndo até mim. — Vamos ferrar quem? — Ela pergunta, exibindo um sorriso cruel.


— Moana, não somos assim. — Eu digo, e ela revira os olhos.


— Eu sei, estava brincando com você. — Ela diz, enquanto caminhamos até o meu armário.


— Hey, meninas. — Shivani, a indiana da escola, minha vizinha, cobre minha visão. 


— Josh! — Any exclama, correndo até meu irmão, que estava ao lado de Noah, perto do meu armário.


— Bom dia, amor. — Ele diz, beijando o rosto da cacheada.


— Hey, pessoal. — Digo, caminhando até o meu armário. — O que fazem por aqui? — Questiono, e Noah começa a balançar sua perna, impaciente.


— Eu vim zoar um pouco o meu amigo. — Josh sorri, tirando dois copos de açaí da mochila. — Pra você, Urrea. — Ele alcança a Noah, que coça a nuca, sentando no chão.


— Babaca. — Eu digo, arrancando os copos da mão de Josh. — Quer que eu faça o mesmo com você? — Pergunto, e meu pobre irmão nega. — Então, tome conta da sua vida. — Eu digo, jogando os dois copos na lata de lixo. — Isso foi cruel, e muito ofensivo! Ainda por cima me fez jogar comida fora. Não repita esses atos, Kyle. — Eu digo, guardando o envelope nos espaços vagos do meu armário.


— Obrigado. — Noah sussurra, e sai correndo pelo corredor.


— Ele esqueceu o violão. — Shivani diz, e eu me aproximo do violão, pegando o mesmo.


— Deixe... Comigo. — Eu digo, e Any franze o cenho, como quem diz "o que pensa que está fazendo?". Nem eu sei, querida Any. — Também queria saber. — Digo a Any, que revira os olhos, e eu dou de ombros, correndo atrás do garoto dos olhos verdes. — HEY, NOAH! — Grito, e ele para de correr, se virando para mim. — Violão? — Pergunto, chegando mais perto dele.


— Que? — Ele pergunta, e eu rio, mostrando o violão para ele. — Violão! — Ele exclama, me fazendo rir novamente.


— Moletom legal. — Aponto para o moletom de Noah, que por uma graça do destino, é igual o que estou usando hoje.


— O seu também. — Ele diz, me fazendo franzir o cenho.


— Um "obrigado" já servia. — Sorrio, alcançando o violão para ele. — Só que sem a parte que você sai correndo. — Brinco, e ele coça a nuca. — Nossa. — Sussurro, decepcionada. 


Ele não sabe brincar, não?


— Valeu pelo violão. — Ele diz para mim, e sinto nossos amigos se aproximarem. — Eu... Tenho que ir. — Ele diz, e em seguida vocês já sabem, né?


Ele sai correndo.


Urrea.


— Por quê? Por quê? POR QUÊ? — Grito com Josh, rendendo alguns olhares.


— Ela estava triste, não pode me culpar por isso! — Ele diz, jogando a carta que Sina enviou, em mim.


— MAS POSSO DEIXAR A MARCA DO MEU PUNHO NA SUA CARA! — Grito, empurrando o alemão.


— Okay! Você está bravo, mas me diga, o que tem de "UAU" nisso, Noah? Ela só está pedindo algumas dicas pra tentar saber quem você é! — Ele diz, me fazendo sentar no chão.


— Esse é o problema, Josh! Ela quer descobrir quem eu sou! Como acha que uma menina popular, bonita, atrante, engraçada, inteligente, e protetora como ela, vai se sentir quando descobrir que o cara das cartas, é um fodido como eu? — Eu pergunto, e ele nada responde. — Ela vai ficar envergonhada, e vai me dar o fora. — Eu digo, passando as mãos pelos meus cabelos.


— Esse é o ponto, Dude. — Ele diz, sentando ao meu lado. — Ela nunca viu você, não sabe como você é! Bom, ela sabe, mas não sabe que você é você. — Ele diz, me fazendo rir. — E mesmo assim gostou de você. — Ele diz, e uma pontinha de esperança me invade.


— Como sabe que ela gostou de mim? — Pergunto a Josh, que coça a nuca.


— Ninguém da sorrisos apaixonados atoa hoje em  dia. — Da de ombros, bagunçando meus cabelos. — Você consegue conquistar a gata. — Ele diz, me fazendo rir. — Mas se machucá-la, você vai conhecer o direito e o esquerdo. — Ele diz, me fazendo franzir o cenho. — Punho um, punho dois. — Ele diz, me mostrando as mãos.


— Você me faz rir, Jojo. — Eu digo, bagunçando os cabelos dele. — Ela quer conversar? Então, nós vamos conversar. — Eu digo, puxando a carta da minha mochila.


— Assim que se fala, bundão! — Josh diz, me fazendo revirar os olhos, enquanto escrevo.



Notas Finais


e noahzinho ataca novamente! o que será que ele escreveu pra nossa loira, em?

aceito teoriass.

- Gabi🍓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...