História Clexa - O ódio no amor - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Octavia Blake, Roan
Tags Clexa, The 100
Visualizações 272
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capitulo pra vcs meu amores. Ate o proximo

Capítulo 18 - Mal pressentimento


POV Clarke

Dois dias se passaram depois do meu ultimo encontro com Lexa. Saber que ela deixará eu me explicar depois da guerra me deixa contente mas com um pé atrás e com várias perguntas em minha mente.

Será que depois de me ouvir ela vai acreditar? Será que me aceitará de volta em sua vida mesmo não sendo fácil?

Essas como várias e várias outras duvidas se passavam na minha cabeça e infelizmente eu só saberia depois que tudo isso acabar. Que afinal está próximo então não é tão ruim, esperei até agora consigo esperar por mais tempo.

Já tinha conseguido levar a pouca parte das pessoa inocentes da Arca pra Pólis, conseguimos inventar uma desculpa para leva-los lá sem deixar na cara nosso plano. Eu e Octavia com ajuda de Raven fizemos uma votação pra saber quem estava do lado de Pike e quem não estava. Para nossa surpresa muitos estavam do lado dele, quem mais veio para nosso lado foram mães e alguns pais que queriam proteger seus filhos, pra mim isso já bastava.

Tecnicamente já estava tudo pronto, só precisamos conseguir colocar os guerreiros de Lexa dentro de Arkadia. Conversamos muito sobre isso e tivemos uma ideia.

Eles passariam por trás com cuidado e nem todos de uma vez se não correria o risco de serem vistos, então uma porção de guerreiros por vez iria passar por ali de noite camuflados na floresta. Depois disso passariam pela passagem secreta que tem ali atrás

Já tinha anoitecido, eu e as meninas estavam em meu quarto conversando sabendo que os guerreiros já estavam se posicionando, esperaríamos o pessoal se recolher para irmos pra parte de trás da Arca colocar eles dentro.

Nesse momento Lexa já estava marchando em nossa direção, até o amanhecer ela e uma boa parte do seu exército  já estariam confrontando Pike.

Espero que tudo corra bem, estava com um mal pressentimento 

POV Lexa

Dias atuais 

(Autora: Pra vocês se recordarem)

Já se passou um bom tempo depois de tudo que aconteceu. Arkadia continuou atacando meu povo e já sabíamos como revidar, estamos nesse exato momento indo até lá, eu e alguns guerreiros na frente, meu exercito? Na hora certa vocês irão descobrir onde estão. Chegamos nos portões de Arkadia e somos recebidos por Pike que estava com seus guardas e todos eles com as armas apontadas pra nós

- Lexa, o que nos da a honra de sua esplêndida visita? -ele diz com um sorriso cínico nos lábios, desço de meu cavalo me aproximando dele e meus guerreiros me acompanham e ele faz o mesmo se aproximando com seus guardas-

- Você sabe porque estou aqui e sabe muito bem. Vocês atacaram meu povo e eu quero vingança -digo tranquilamente com minhas mãos em minhas costas-

- Certo, e o que me propõe? -rio baixinho-

- Eu? Bom eu lhe proponho a morte -assim que eu digo isso escuto vários gritos e vejo o sorriso de Pike morrer-

- Protejam-se -digo ao meus guerreiros, tiro a espada de minhas costas e vou pra cima dos guardas de Pike matando um por um me desviando dos tiros, vejo Pike voltar pra dentro de Arkadia onde meu exercito já estava massacrando todo seu povo.

Como? Simples, fiquei enrolando com ele aqui enquanto meu exercito entrava por uma passagem secreta que eles tinham, como eu sei dessa passagem? Bom...

Foi assim que conseguimos entrar e é assim que estamos conseguindo ganhar mas claro também perdi muito dos meus. Estávamos com o controle da situação, vejo Abby e Bellamy lutando lado a lado, quando o mesmo me vê já corre em minha direção atirando igual louco e claro eu me desviava.

Ele chega até mim e começamos uma luta corporal frenética. Bellamy quase não conseguia me acertar e isso me faz sorrir inevitavelmente

- Você é tão fraco, tem certeza que irá continuar lutando? 

Falo em tom de deboche e percebo a fúria em seu olhar. Ele abaixa e pega uma espada de um dos mortos que estavam ali e eu faço o mesmo tirando a minha que estava nas minhas costas

- Eu vou matar você!

Diz e avança pra cima de mim fazendo nossas espadas se chocarem. Nossa batalha por incrível que pareça estava acirrada, ele conseguia desviar muito bem de meus golpes e eu dos dele, sinto sua lamina passar em minha perna fazendo o corte mas com o calor do momento eu não senti nenhuma dor ou incomodo.

Enfim consigo dar uma rasteira nele, chuto sua espada para longe e coloco a minha em seu pescoço

- Como eu disse: Fraco. Queria tanto me matar que deixou a fúria tomar conta de você, inteligencia também é usado em batalha. Não irei perder meu tempo com você

Quando eu ia enfiar minha espada em seu coração levanto meu olhar e vejo uma cena horrível...

POV Clarke 

Na hora que percebo que a guerra já tinha começado estava lutando contra alguns do meu povo. Percebo Pike entrar correndo e vir furioso em minha direção

- Foi você que colocou eles aqui dentro, por culpa sua estamos perdendo nosso povo!!

Diz me prensando na parede e tudo que faço é sorrir

- Eu não fiz isso. Você que fez! Era para estarmos em paz se você não tivesse matado vários grounders, deveria ser homem pelo menos uma vez nessa sua vida miserável e assumir as coisas que VOCÊ faz!

Ele perde a paciência e sem pensar duas vezes me da um soco. Sinto o gosto ruim de sangue na minha boca e cuspo perto dos pés dele, suspiro e retribuo ao soco começando uma luta cheia de sentimentos ruins de ambos os lados

Quando vi já estávamos do lado de fora, estava arrebentada mas ele também. Me distraio vendo a luta do Bellamy com a Lexa, ela tinha ganhado! 

Mas essa minha leve distração faz que com o Pike tire sua arma da cintura e sem eu conseguir fazer nada escuto o barulho de dois tiros

- CLARKE! 

É a ultima coisa que consigo ouvir...

 


Notas Finais


Postei e sai correndo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...