História Clexa - O ódio no amor - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Octavia Blake, Roan
Tags Clexa, The 100
Visualizações 118
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Volteeeeei
Já escrevi tanto isso que estou começando a me cansar kkkkkkk
Desculpem o sumiço, muitas coisas aconteceram mas finalmente voltei.

Agradeço a todos vocês por favoritarem essa história e por comentarem também isso ajudou bastante e me deu uma baita vontade de continuar a escrever pra vocês.

Sem mais enrolações... Boa leitura ❤😍😘

Capítulo 20 - Culpa


POV Abby

Já se passaram duas semanas e Clarke ainda não tinha acordado. Raríssimas vezes eu saia de perto dela, afinal ainda não confiava completamente nos grounders mesmo os curandeiros deles estarem sempre aqui ajudando minha filha. Estou com medo, e se ela nunca mais acordar? Ou se quando ela acordar não ter mais suas memorias... Será que eu poderia ter evitado isso? Será que é tudo culpa minha?...Não pode ser...não pode...Estou me sentindo tão culpada e perdida...

Resolvo sair um pouco dali, dou um beijo na testa de minha bebê e fico caminhando por Pólis observando tudo em minha volta

POV Lexa 

Dias, segundos, minutos, horas, semanas. Duas semanas se passaram desde a guerra, estava tudo em paz e eu deveria estar feliz com isso... mas não é bem assim. Ela ainda não acordou, está em um sono profundo e parece que não consegue encontrar o caminho de volta para realidade.

Eu odeio admitir isso mas eu realmente sinto falta dela, daquele belo sorriso, daquela risada gostosa e daquele olhar magnifico que tirava meu folego. Eu desisti de tentar não ama-la, claro que ninguém mais além de mim mesma sabe disso, sempre que dava eu ia vê-la escondida e mesmo em seu sono profundo ela continua tão linda e perfeita...Tudo que eu queria é que ela voltasse pra poder finalmente escutar o que ela tem para me dizer e acabar logo com essa distancia que por pouco não destrói tudo.

Ao sair do meu quarto vejo Abby saindo do da Clarke já que quando ela ficou fora de perigo achei melhor deixa-la em um lugar confortável, consequentemente fiz o mesmo com sua mãe. Quando Abby já está longe eu entro no quarto soltando um longo suspiro ao vê-la tão frágil e indefesa na cama,  me sento ao seu lado e seguro carinhosamente em sua mão deixando nossos dedos entrelaçados

- E mais uma vez estou aqui ao seu lado sem saber o que dizer ou fazer... Você deveria voltar logo seu povo precisa de você... pelo menos aqueles que sobraram, sua mãe precisa de você, seus amigos....eu preciso de você Clarke, tentei tanto odiar você, tentei tanto me afastar e isso quase te matou. Se eu tivesse ao seu lado, te protegendo e cuidando de você isso não teria acontecido... Eu sinto tanto

Sussurrava enquanto acariciava sua mão deixando toda minha frustração e culpa sair. Isso nunca tinha acontecido antes e realmente não sei o que esta acontecendo... só sei que com ela eu não consigo ser Heda, sou simplesmente eu.

Sou interrompida de meus pensamentos quando sinto um aperto forte em minha mão que estava entrelaçada na dela, levanto rapidamente minha cabeça encontrando aqueles olhos azuis me olhando...

- C-clarke?...

Ela me olha confusa e afasta sua mão da minha se sentando bruscamente na cama, sinto meu coração se apertar com esse ato, será que...

Clarke: Quem é você?

Nesse exato momento sinto o resto do meu mundo desabar completamente 

POV Clarke 

Acordo sentindo uma pontada em minha cabeça, estava claramente confusa, onde estou e quem sou eu? Quando minha visão fica clara vejo uma moça sentada ao meu lado segurando em minha mão, escuto ela dizer um nome... Quem diabos é Clarke?

 Por reflexo me afasto e me sento na cama sentindo tudo girar

- Quem é você? 

Percebo a decepção em seu olhar mas não me deixo abalar, queria saber onde eu estava e o que tinha acontecido, como vi que ela não iria responder eu continuo

- Onde eu estou? O que aconteceu comigo? Por que não me lembro de nada? - Estava começando a ficar desesperada e com medo dessa situação

????: Meu nome é Lexa... Você está em Pólis e sofreu um acidente durante a guerra e ficou em coma por duas semanas.

Ela diz sem me olhar como se quisesse esconder seus sentimentos de mim, ou sei lá. Tudo que eu quero é descobrir quem eu sou e dar o fora daqui

Lexa: Espere aqui, vou chamar alguém que pode te ajudar com essa sua confusão toda - Fala e sai sem nem ao menos esperar minha resposta. Suspiro e volto a me deitar

POV Lexa  

Estava mais perdida que antes, saio daquele quarto o mais rápido possível e vou atrás de Abby. Respiro bem fundo e recupero minha pose andando por Pólis procurando a mais velha que não demoro muito a encontrar, me aproximo chamando sua atenção. Vou direto ao assunto

- Skaikru, sua filha acordou... - Percebo o brilho em seu olhar com minha fala, ela já estava preparada para ir atrás de Clarke mas seguro em seu braço continuando minha fala - Mas ela perdeu a memória e não se lembra de nada 

Sussurro e vejo aquele brilho ir sumindo aos poucos. Seus olhos ficam marejados e ela logo desvencilha seu braço de minha mão caminhando rapidamente até a enorme torre. Suspiro e sem mais alternativas começo a caminhar tentando entender tudo que havia acontecido alguns minutos atrás


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpem qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...