História Clexa - Uma Segunda Chance - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias The 100
Personagens Clarke Griffin, Lexa
Tags Romance
Visualizações 196
Palavras 1.712
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - Raven


POV RAVEN

Porque eu tive essa idéia estúpida de fazer Clarke viajar por um mês? Estou com tantas saudades que pensei inúmeras vezes em comprar uma passagem para que eu fosse com Sofia e Nick fazer uma visita, o quão desesperada eu estou? Não fazia idéia dessa falta que ela faria na nossa casa, sinto saudades de ver a sua organização, a casa está um bagunça, se ela retornasse hoje e visse a casa nesse estado, tenho toda certeza que teríamos nossas discussões intermináveis, ando saindo com algumas pessoas, mas depois que fizemos sexo, ficou difícil de não imaginar ela na minha cama, eu estou tentando fingir que isso não me afetou, mais depois de vê-la terminando tudo com Lexa e Luna, eu criei uma certa esperança em nós. Clarke e eu sempre fomos melhores amigas, mais do que ninguém eu sei dos sentimentos que ela sente por Lexa e pra ajudá-la até mesmo tentei trazer Luna em sua vida, mesmo que naquele momento eu já havia sentido uma atração por ela, o que seria da nossa amizade se eu continuasse com isso? Nós funcionamos, somos uma ótima família, cuidamos bem de Sofia e Nick, porque isso tinha que acontecer? Quantos drink eu tomei naquela noite pra fazer uma besteira dessas? Já fazem se 29 dias que Clarke viajou, falta pouco para que ela volte e nesse momento estou aproveitando que Nick e Sofia foram dormir na casa de Lexa e eu estou em casa beijando uma garota, essa noite eu resolvi resolver esse problema, talvez eu ande pensando tanto em sexo com Clarke que seja porque gosto de garotas e como ela foi a única que eu passei a noite, see eu transar com mais alguma, isso possa desaparecer, mas o fato é que essa ... que eu nem lembro o nome, está tirando minha roupa e estamos na cama, o seu beijo não é o mesmo da Clarke, o seu perfume... toque, eu quero parar, eu não quero insistir, mas não vejo saída, quando me deito e ela vem por cima, eu mal acredito no que vejo, só sei que estou com uma versão furiosa de Clarke, eu não tenho tempo nem mesmo de me recuperar do meu susto quando;

- SUA VADIAA, SAIA DE CIMA DELA – eu fico congelada na cama, sem saber o que fazer, me sinto traindo minha esposa, como se realmente tivemos um tipo forte de relacionamento – VOCÊ TA PENSANDO QUE É QUEM PARA FICAR NA CAMA DELA? – eu olho assustada para essa maldita garota, mas eu não lembro nem mesmo seu nome para ajuda-la quando ela sai bruscamente da cama e grita com Clarke

- ELA NÃO ME FALOU QUE ERA CASADA, ME DESCULPAAAA – é a vez dela me olhar como se eu fosse uma vadia e eu não sei porque, eu não consigo dizer uma palavra, quando ela olha pra mim e diz – QUAL É O SEU PROBLEMA RAVEN??? TA DE BRINCADEIRA COMIGO? -  e Clarke acaba pegando nossas roupas do chão e jogando em nossas caras;

- SAIAAA DAQUI AGORAAAA – a garota pega suas roupas e sai rapidamente do quarto quando Clarke começa, acho que essa seria uma das nossas discussões intermináveis – Agora você ta colocando vadias na casa dos nossos filhos? Me lembro que foi a primeira vez que Clarke me vê “pegando alguém” , ainda mais uma garota;

- Clarke, você está louca? As crianças não estão aqui, calma! – acho que mencionei as palavras erradas, porque seu rosto continua frio

- Legal que fui viajar e até consegui antecipar as passagens, porque estava com saudade da nossa família, imaginei que encontraria vocês assistindo TV até tarde, comendo pizza e me encontro com você e essa vadia – eu tento responder, mais ela fecha a porta com tudo.

Demoro uns 10 minutos para me levantar, encontro as malas na sala de estar e imagino que ela esteja no seu quarto, bato na porta 1,2,3 vezes e ela não me responde;

- Clarke?

Continua não me respondendo, desisto e vou dormir.

 

___________________________________//____________________________

Mesmo com nossa discussão, estou feliz, porque ela voltou... mesmo que esteja um pouco brava e mesmo que eu não entenda o motivo de tanto exagero noite passada, podemos hoje retornar a nossa rotina, desço para a cozinha e está com o cheiro do café da manhã, ela está encostada na pia, observando pensativa a paisagem por fora da janela, ela tem esse costume pelas manhãs, tenho a idéia de abraçá-la por trás; - Senti sua falta Clarke - ela se afasta bruscamente e para minha surpresa, continua com o olhar frio de ontem a noite;

- Que horas você vai buscar as crianças, elas estão aonde? Explico que estão na Lexa e que vou buscá-las no sábado, porque Lexa quis passar essa semana com elas, já que você ela não estava aqui, apenas recebo um  “OK”  e diz que vai começar a trabalhar hoje novamente na clinica como resposta, tento me animar, mas ela não permite e diz que vai com seu próprio carro.

Passamos a semana toda longe uma da outra, Clarke nem mesmo conversa comigo, essa é a ultima noite sem as crianças, então perco toda minha paciência;

- Vamos ir tomar um banho juntas? – ela nem mesmo me olha, quando vou em sua direção – Qual o seu problema? A casa também é minha e eu estava sozinha, não houve problema algum de eu trazer alguém pra ficar comigo, você está sendo completamente idiota comigo – ganho sua atenção.

- Você acha... não fico na sala para prestar atenção e deixo ela falando sozinha – Raven volta aqui, eu estou falando com você- vou em direção ao banheiro, enquanto ela me segue, tiro minhas peças de roupa e fico completamente nua e entro no chuveiro – Eu não vou tomar banho com você Raven – abro o Box do banheiro e vou em direção a porta e a tranco, estou toda molhada e nua e sei que estou com todo o controle da situação, quando me aproximo e Clarke dá passos para atrás até seu corpo se encostar na  parede, me aproximo e beijo seu rosto, vejo que seus olhos se fecham – eu pensei em você o tempo todo Clarke – continuo e distribuo beijos no seu pescoço e ouço um gemido baixo

- Você iria transar com ela? Percebo que toda essa crise foi por conta de ciúmes e não pelas crianças e sorrio

- Sim – ela tenta me bater com suas mãos, mas eu seguro – Eu queria esquecer você Clarke, pensei que se colocasse outra em minha cama, meus sentimentos diminuíram

- Que sentimentos? – sei  o que ela quer que eu diga;

- Nesse momento, eu só quero que você tire sua roupa pra mim – me afasto e ela me olha, fico um pouco com medo de ter sido pervertida demais, talvez como minha melhor amiga, ela não conheça tão bem esse meu lado ... quando ela começa a tirar sua blusa, calça, ela está com uma lingerie branca sexy,  ela faz um gesto com  a mão para que eu me aproxime, e nos beijamos ardentemente, eu coloco minhas mãos em todos os locais possíveis, quando chego na sua bunda, eu a aperto pra mim, enquanto retiro sua parte de cima e logo começo a beijar seus seios, ela adora isso... pois começa a gemer e fico com vontade de sentir o seu gosto, começo a distribuir beijos por toda sua barriga até sua parte intima que ainda está com sua calcinha, beijo por cima e vejo o quanto está molhada, retiro sua calçinha e olho para cima, para receber sua aprovação – Eu posso Clarke? Ela me olha com muito desejo e sua resposta é suas mãos empurrando minha cabeça, e faço minha boca ir rapidamente  no seu clitóris, enquanto minha mão segura firme sua bunda, uso minha língua varias vezes, percebo em alguns momentos  ela tenta se afastar, mas não permito, aproveito sua vulnerabilidade e seus gemidos que fazem que eu perceba que falta pouco para ela gozar e entro com minha língua mas fundo e faço isso...uma,duas,três, inúmeras vezes, quando sinto seu gozo na minha boca, eu me levanto e quero continuar, mas desta vez nada de chuveiro, quero minha cama, então; - quero que você vá me esperar na minha cama, desse jeito mesmo que está agora – ela não reclama, simplesmente sai do banheiro e eu aproveito para tomar uma ducha, pois estou exausta do dia de hoje... vou para o meu quarto e ela está me esperando embaixo do edredom, sorrio com a vermelhidão no seu rosto, como se não nos tivesse visto nua antes, gosto disso da Clarke, ela pode ser solta do mesmo jeito que pode ser tímida, não digo nada, apenas solto o meu cabelo que estava preso e vou em direção a cama, me coloco embaixo da coberta com ela e nos beijamos por um longo tempo, faço carinho em seu cabelo, em partes do seu rosto, diferente do que eu imaginei, não está sendo nada rápido, nós estamos nos olhando , quando percebo suas mãos indo em direção a minha intimidade, coloco meu rosto escondido no seu pescoço e permito que ela toque em mim, ela começa lentamente e estou gemendo baixinho em seu ouvido, quando decido fazer o mesmo, só que a pego de surpresa, me afasto do seu pescoço  e começo a olhá-la enquanto aumento minha velocidade, ela não consegue segurar os seus gemidos e quero ver o seu rosto quando goza, quando termino, penso que vamos nos beijar por algum tempo, quando ela força meu corpo para baixo e desta vez sou eu quem recebo sua boca, começo a gemer loucamente, porque Clarke sabe como usar sua língua, não gozo, pois antes disso, ela para, faço um gemido de frustração, quando sinto Clarke mordiscar meu peito e subir sua boca ao meu pescoço, ouço seu sussurro no meu ouvido – quero que você goze com meu dedos hoje – ao ouvir isso, sinto um tesão enorme e não demora para que eu goze, eu olho para ela e apenas consigo dizer coisas que normalmente eu não diria – Você é completamente linda Clarke, eu estou apaixonada por você – ela sorri pra mim e me beija, ela coloca seu corpo atrás do meu e me abraça, ficamos em silencio, até pegarmos no sono.

 

___________________________________//___________________________________-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...