1. Spirit Fanfics >
  2. Clichê - Imagine Min Yoongi (Reescrevendo) >
  3. Uma bêbada maluca

História Clichê - Imagine Min Yoongi (Reescrevendo) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


...... Então neh.... Não me matem, por favor :v
Sei que demorei
Enfim, bora pro capítulo de hoje hehehehe ^.^

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 3 - Uma bêbada maluca



Capítulo III- Uma bêbada maluca



Yoongi P.O.V's



ㅡNão liga pra ela, deve estar bêbada. ㅡ falo sem graça, me virando para loira ao meu lado.


ㅡEu estou totalmente consciente. ㅡ _____ faz um biquinho ㅡ E não fale como se eu não estivesse a-aqui. ㅡ ela soluça no final da frase.


ㅡVamos pra casa, você não está nada bem. ㅡ pego em seu braço, mas ela se debate.


ㅡMe larga. Eu não quero ir com você. ㅡ se esconde atrás do cara que estava com ela, o abraçando apertado ㅡ Se for pra ir embora, eu vou com o Tae.


ㅡEu aceito cuidar de você. ㅡ o rapaz se pronuncia, ganhando minha atenção ㅡ Mas primeiro, temos que pegar meu unicórnio.


ㅡVocê não está em condições de cuidar nem de si mesmo. ㅡ reviro os olhos, pensando em alguma forma de tirar minha amiga dali ㅡ _____, vamos procurar pela Hannah, okay? Depois você pode ir com ele pra onde quiser.


ㅡTá bom, trato feito. ㅡ ela dá um passo pra frente, ficando perto de mim ㅡ Mas eu preciso fazer xixi antes. ㅡ fala de forma infantil, me fazendo rir e balançar a cabeça negativamente.


ㅡTá, vou te esperar aqui fora. ㅡ pego na mão de Débora e saio do banheiro.


ㅡEla é sua irmã mais nova? ㅡ a loira fala, vendo ____ fechar a porta.


ㅡNão. Digo, ela é minha amiga, mas é como uma irmã pra mim. ㅡ falo sentindo meu peito apertar.


Droga, esse sentimento denovo não...


ㅡEntendi. Você vai mesmo embora, só por causa dela? ㅡ Débora me olha com uma expressão desapontada.


Apesar de querer ficar mais um pouquinho com Débora, aproveitando o sabor de seus lábios, minha amiga me preocupava mais. _____ nunca tinha ficado assim antes, temo que algo de ruim possa acontecer agora que ela está tão vulnerável.


ㅡTambém não queria ter que te deixar agora, mas preciso ir. ㅡ dou um breve selar em seus lábios ㅡ Foi divertido. Quem sabe, podemos repetir outro dia.


ㅡEca. ㅡ o garoto - que também estava esperando por ____ - resmunga com cara de nojo, escorado na parede.


Apenas dou de ombros. Após mais alguns minutos, minha atenção se prende na porta do banheiro, onde vejo minha amiga saindo de lá cambaleando para os lados. Tento pegar ela no colo, mas seu "amigo" entra na minha frente, numa tentativa falha de segurar _____.


ㅡDeixa que eu levo ela. ㅡ pego na parte interna dos joelhos de _____ e em suas costas, finalmente a pegando no colo.


ㅡYoongi. ㅡ sinto Débora segurar minha camisa e me viro pra mesma ㅡ Irei te mandar uma mensagem depois, pra gente marcar um encontro. ㅡ ela fica na ponta dos pés e deposita um selar demorado em meus lábios.

 

ㅡSai daqui, sua abóbora podre. ㅡ _____ a empurra, fazendo birra ㅡ Ridícula.


ㅡOkay, nos vemos qualquer dia desses.


Por dentro queria rir da sua atitude infantil, mas me mantive sério e comecei a andar, sendo acompanhado pelo loiro. Fomos até o andar de baixo; e digamos que não foi difícil encontrar Hannah, já que a mesma dançava em uma mesa, rodeada por marmanjos safados. Coloco _____ sentada em uma cadeira do bar; me aproximo de Hannah e pego em seu braço, aproveitando o momento que ela desceu da mesa pra paquerar um cara.


ㅡAff, me larga. Eu tava quase conseguindo pegar aquele boy maravilhoso. ㅡ ela reclama, mas se deixa ser conduzida por mim.


ㅡHannah, precisamos ir pra casa. _____ não está bem. ㅡ ela faz cara de tédio, mas logo começa a rir com a mão na boca, tentando se conterㅡ O que foi?


ㅡV-você.... Tá parecendo... um... velho. ㅡ ela fala entre risos.


ㅡMe ajuda logo. Onde está as chaves do seu carro? ㅡ sabia que Hannah não estava bêbada - aquele era seu humor típico -, pra isso seria necessário barris de Tequila, mas mesmo assim não iria arriscar em deixar a direção do carro nas mãos dela.


ㅡNa minha bolsa. ㅡ ela parece se lembrar de algo e arregala os olhos ㅡ Caralho! Onde está a minha bolsa?


Minha única reação é colocar a mão na testa e suspirar pesado. Já era de se esperar que algo do tipo acontecesse.


ㅡDeve estar com algum daqueles caras. ㅡ aponto com o queixo para a mesa que ela dançava a poucos minutos atrás.


A morena abre e fecha a boca diversas vezes, para depois pensar mais um pouco e andar apressada até a mesa no centro da pista de dança, que tinha um poste de pole dance grudado desde sua base até o teto. Estalo a língua no céu da boca e coloco a mão no bolso da bermuda, indo na direção da bancada do bar.


ㅡMas... ㅡ antreabro a boca ao notar que ______ não estava ali ㅡ Merda. ㅡ percorro os olhos por todo lado de forma desesperada.


Passo as mãos pelo cabelo, o deixando bagunçado. Praticamente corro - ou tento correr - entre os corpos dançantes, verificando o rosto de algumas pessoas para ter certeza se era a minha pequena. Em um momento de distração, acabei sendo empurrado por um grupo de jovens até uma sala, que mais se parecia com uma dispensa pela quantidade de bebidas armazenadas ali. Corro os olhps pelo local, novamente não a encontrando. Vejo uma porta nos fundos e resolvo procurar por lá.


Nunca se sabe onde uma bêbada pode estar se escondendo.


Abro a porta e entro em uma área aberta, com barras de ferro nas laterais e uma escada no canto, que levava para o térreo da boate. Ignoro as duas moças fumando maconha - ao que parece, pelo cheiro forte - e subo os degraus rapidamente, podendo ver uma piscina, pessoas dançando ao som de uma caixinha de música, bebidas e alguns jarros de flores.


Minha atenção logo se prende em uma garota, que usava short jeans e uma blusa cinza com mangas curtas pretas, sendo incentivada pelos outros a pular na piscina. Corro até ela e a seguro pelos braços, podendo respirar aliviado.


ㅡYoonie, você chegou na hora certa. ㅡ ela sorri radiante, parecendo empolgada ㅡ O Tae me apresentou essas pessoas legais. ㅡ ela aponta para trás de si e eu fuzilo o loiro, vulgo Taehyung, com os olhos ㅡ Elas me veneram, engraçado não é?


ㅡPequena, temos que ir, já está ficando tarde. ㅡ coloco as mãos em seus ombros, mas ela me olha brava.


ㅡNão, eu não vou ir embora! ㅡ bate os pés no chão ㅡ Eu estava me divertindo, até você chegar. Me deixe aproveitar mais um pouco. ㅡ ela fala a última frase com o tom de voz manhoso.


ㅡEstou tentando não perder minha paciência com... ㅡ antes que eu pudesse completar a frase, sinto meu corpo ser empurrado pra cima de _______, fazendo com que nós dois caíssemos na piscina.


Emergi a superfície rapidamente, junto com a mais nova. Olho minha amiga preocupado, temendo que a queda tenha a machucado de alguma forma, mas contrariando minhas suspeitas, ela começa a rir.


ㅡIsso foi incrível! ㅡ ela ergue os braços, enquanto algumas pessoas que estavam em volta da piscina gritam, comemorando ㅡ Vamos denovo?


ㅡNão. ㅡ passo o braço ao redor do seu corpo e nado até a borda junto com ela ㅡ Vem. ㅡ a ajudo a sair da piscina, logo sentindo meu corpo estremecer devido à corrente de vento frio ㅡ Precisamos sair logo daqui.


Sustento o peso dela, passando seu braço em torno dos meus ombros, a guiando com dificuldade de volta pra dentro do recinto. Não demoramos em encontrar Hannah, e assim que discutimos sobre para onde levaríamos  minha amiga - já que os pais de Hannah, assim como a mãe de _____, não tinham ciência de que elas estavam aqui, portanto chegar em casa bêbada não era uma opção -, peguei as chaves do carro de Hannah e dirigi, primeiramente, até sua casa.


ㅡVê se cuida bem do meu bebê. ㅡ ela diz me olhando séria através da janela do carro ㅡ Pode se considerar morto caso eu encontre nem que seja um arranhão nele.


ㅡNão se preocupe. Tá comigo, tá com Deus. ㅡ a morena estreita os olhos.


ㅡEu não estou brincando, Yoongi. Você vai trabalhar pra mim pelo resto da sua vida como garoto de programa caso estrague meu carro. ㅡ apenas reviro os olhos, cansado demais para continuar com isso.


ㅡOkay, okay. Te vejo amanhã. ㅡ ela se distancia do carro, ainda com um olhar disconfiado, e assim eu posso finalmente partir dali.


Paro o carro em um sinal vermelho, observando rapidamente ________ pelo retrovisor. Ela dormia serenamente no banco de trás, nem parecia que tinha dado um trabalho enorme pra entrar no carro. Quase que a fiz passar pela janela, em um momento de desespero e impaciência, mas Hannah conseguiu convencer ela de que não éramos estranhos que estavam tentando a sequestrar.


Aonde foi que eu errei? 


Me pergunto pela milésima vez na noite, ao ter que lidar com um dilema bastante polêmico.


Iria ou não iria dar banho em minha amiga?


À essa hora já estávamos na minha casa. Tinha conseguido tirar _______ do carro com facilidade, o problema era que o estômago fraco da mais nova não conseguiu suportar e ela acabou vomitando na própria roupa - e um pouquinho em mim também, mas isso não vem ao caso -. Não seria agradável deixar ela dormir toda suja, mas também não sei como lidar com a ideia de saber que a verei seminua.


Vamos, Yoongi, seja forte!


ㅡIsso é tão embaraçoso. ㅡ murmuro, pegando a menor no colo e a carregando até o banheiro ㅡ Fique aqui, irei pegar uma toalha. ㅡ a coloco sentada no vaso, vendo ela concordar com a cabeça.


Caminho até meu quarto, pegando do guarda-roupa uma toalha limpa e um conjunto de roupas que serviriam em ______. Volto ao banheiro, encontrando minha amiga parada olhando pro espelho.


ㅡNossa... Eu sou muito feia. ㅡ ela fala baixo, mas o suficiente para que eu possa ouvir.


ㅡPara de dizer besteiras, você é linda. ㅡ faço carinho no topo de sua cabeça, vendo ela me encarar com os olhinhos brilhando.


ㅡVocê acha? ㅡ pergunta esperançosa, como se minha opinião valesse muito.


ㅡMas é claro. ㅡ sorrio de lado, recebendo um sorrisinho tímido em troca.


Tão fofa... Até mesmo bêbada.


ㅡVocê tem que se limpar. ㅡ vou até a banheira e ligo a torneira, testando a temperatura da água com a mão para ver se consigo deixar bem quentinho, pois temia que _______ pegasse um resfriado.


Me levanto e quase caio pra trás ao me virar, dando de cara com ______ tirando sua roupa. Tento não reparar nela, mas foi quase impossível não notar o quão fofo era o fato de sua calcinha ser estampada com estrelinhas, contrastando com o sutiã preto. Limpo a garganta, sentindo meu rosto esquentar, e desvio o olhar para qualquer canto do banheiro.


ㅡEstou tão cansada. ㅡ ela comenta, com a voz sonolenta ㅡ Yoonie, posso dormir com você hoje? ㅡ pergunta manhosa, se aproximando de mim.


ㅡHã... Err... E-eu acho que... sim. ㅡ fico mais nervoso ainda devido a sua aproximação, mas balanço o cabeça e tento me concentrar no meu objetivo ㅡ Vem aqui, por favor. ㅡ pego em sua mão, a ajudando a entrar na banheira sem que escorregasse.


Consigo deixar o nervosismo de lado e passo a cuidar dela como se ela fosse minha irmãzinha. O carinho que sentia por ela - além da preocupação - era mais forte, e agradeço mentalmente por isso fazer com que pensamentos impuros passassem longe.


Após ajudar _____ a se secar, saio do quarto e deixo que ela se troque sozinha, me surpreendendo depois ao ver que a mais nova havia conseguido colocar as peças de roupa - um pouco tortas, mas tanto faz -. Penteio seu cabelo com cuidado, para não a machucar, enquanto ouço ela cantarolar de forma embolada a música Photograph, do Ed Sheeran. Quando percebo, ______ já estava dormindo no meu colo. A deito direito na cama, colocando um cobertor por cima de seu corpo, logo podendo suspirar aliviado.


Cuidar dela foi uma tarefa difícil, mas não deixou de ser prazerosa - não naquele sentido -. Me sentia feliz, leve e completo sabendo que minha pequena ficaria melhor agora, e o fato de que eu pude contribuir para isso me deixava mais contente ainda. Essa garota é tudo pra mim, não consigo imaginar minha vida sem ela.


Tomo um banho relaxante e coloco um pijama leve, sentindo todos os músculos do meu corpo relaxados devido ao conforto. Após saciar minha cede, encho um copo com água e pego uma cartela de remédio pra dor de cabeça, logo voltando para o meu quarto; deixo o copo sobre a cômoda ao lado da cama, e observo minha amiga dormindo.


ㅡComo pode ser tão bagunceira quando acordada? ㅡ coloco uma mecha de seu cabelo atrás da orelha, sorrindo com a visão de seu rosto sereno.


ㅡVocê é um mentiroso... ㅡ ela murmura, ainda de olhos fechados, o que me faz dar um pequeno sobressalto pelo susto.


ㅡO que faz acordada? Precisa descansar. ㅡ me sento direito na beirada da cama.


ㅡVocê disse que ia me deixar ir embora com o Tae. ㅡ ela abre minimamente as pálpebras, olhando diretamente nos meus olhos ㅡ Você mentiu.


ㅡ______, ele também não estava lúcido.


ㅡHmm... ㅡ murmura, olhando para algum canto do quarto ㅡ Essa água é pra mim? Estou com muita cede... ㅡ ela se senta devagar na cama, fazendo uma careta logo depois.


ㅡAqui, toma. ㅡ entrego o copo para a mais nova, mas quando foi o pegar sua mão fica trêmula, e consequentemente a água cai em cima de mim.


ㅡYoonie, me desculpa. ㅡ _______ coloca as mãos na boca, arregalando os olhos.


ㅡEstá tudo bem. ㅡ solto uma risada, enquanto balanço a cabeça negativamente ㅡ Você é impossível, sabia?


ㅡÉ? ㅡ ela faz uma careta confusa, me fazendo rir mais ainda. Começo a tirar minha camisa, mas sinto uma mão tocar a minha, roubando minha atenção ㅡ Deixa que eu te ajudo. ㅡ _______ diz sorrindo. E eu tenho quase certeza de que esse sorriso não era nada inocente.


A mais nova tira minha camisa, me encarando por breves segundos antes de ficar com as bochechas vermelhas e virar o rosto. Começo a rir de seu ato e fico por cima dela, no intuito de passar para o outro lado da cama. Com um pouco de dificuldade concluo meu obejtivo, acariciando os cabelos de _______ ao me aconchegar no colchão.


ㅡDurma bem, minha pequena. ㅡ ela se deita novamente, sorrindo boba e fechando os olhos.


ㅡDurma bem também, oppa. ㅡ essa era uma forma de chamar um garoto mais velho no país onde meus pais nasceram, a ensinei isso e mais alguns cumprimentos, mas ela só me chamava assim raramente.


Arrumo meu travesseiro ao lado de ______ na cama, para poder enfim dormir, mas mas antes que eu possa me afundar ali, escuto o barulho de notificação do meu celular.


Número desconhecido:
Oi gatinho ;)
Salva meu número
Aqui é a Débora


Sorrio ao ler a mensagem. Aquela garota era realmente fascinante, além de ser divertida e simpática. Pelo pouco tempo que passei com Débora, havia realmente conseguido me interessar por ela. Quem sabe, algum dia a gente possa ser algo a mais do que simples ficantes.



LÊEM AS NOTAS FINAIS! 




Notas Finais


Então pessoal, oq acharam? ^.^
Gostaram desse pequeno momento entre o Yoon e a s/n? Hehehehe

Ah, antes que eu me esqueça: DÊEM UMA OLHADA NA FANFIC "BEYOND THE SHADOWS", POR FAVOR!
Essa é a primeira fic da minha unnie (estou apenas fazendo parceria, o crédito é dela) portanto, sejam carinhosos e dêem amor pra ela :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...