História Close to the edge- Taehyung(18) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Bangtanboys, Bts, Taetae
Visualizações 117
Palavras 993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - 2 temporada - Capítulo 1


 

Eu estou voltando, voltando pra casa, voltando pra ele...  

Ainda sinto seu cheiro, seus beijos e seus toques em mim... Jamais serei capaz de esquecê-lo... 

 

~/~

 

(S/N)— Taehyung!?- eu ouvi sua voz e me virei.

 

(Tae)— Oi.- sussurrei sorrindo, ela correu até mim e selou nossos lábios com um beijo suave e terno, um beijo nosso. Não dissemos nada, pois as palavras não foram o mais importante naquele momento.

 

======

(S/N) P.V

 

(Tae) — Por onde você andou todo esse tempo? - perguntou ainda ofegante com o beijo que acabará de acontecer, suas mãos ainda estavam em minha cintura.— Não tive mais notícias suas. 

 

(S/N) — Ah, você sabe...- disse me soltando. — Um pouquinho aqui um pouquinho ali, conheci uns lugares diferentes, pessoas diferentes. Foi bom ter tirado esse tempinho pra mim.- falei sentando não chão abaixo da árvore, local aonde ele estava antes. —Mas e você? O que tem feito? 

 

(Tae) — Bem, algumas coisas também, nada muito importante. - falou se sentando e olhando o parque a nossa frente. — Eu passei pra faculdade de medicina... 

 

(S/N) — Nada importante? - disse olhando pra ele rindo em seguida.— Achei que você não quisesse mais ir, você tinha dito que queria curtir a vida.- o interrompi. — Como foi mesmo? " Eu sou novo demais pra passar a vida estudando igual um condenado e trabalhar até morrer, eu quero curtir muito ainda... " - disse mudando a voz pra um tom mais forte, o que fez soar engraçado. 

 

(Tae) — E eu curti bastante até certo momento, mas infelizmente a vida não é só curtição... Ainda mais quando se tem um pai como o meu.- disse olhando pro chão. 

 

(S/N) — Você ainda tem contato com aquele pessoal?- disse com um tom de preocupação. —  Sua gang de delinquentes, eles são barra pesada Tae... 

 

(Tae) —  Não, eu não ando mais com esse povo, parei com as coisas erradas, afinal serei um médico...- pausa. O jovem suspirou fundo como se o que fosse dizer era algo muito grave. —A única com quem eu tenho contato é a... 

 

(S/N) — É a...?

 

(Tae)— É a Larissa, a menina que estava comigo naquele dia...- disse ele mantendo seu olhar no chão, e foi difícil não me sentir estranha com aquilo. — Ela é minha namorada, quer dizer, agora ela é minha noiva...

 

(S/Pensamento) — Noiva, espera aí, eu ouvi direito? Isso deve ser mentira. Mas também (S/N), você vai embora e quer que ele ficasse te esperando voltar? 

 

(S/N) — Noiva? - perguntei, não queria acreditar que fosse verdade. — É parece que fiquei fora tempo demais... 

 

(Tae) — Olha não me entenda mal, depois que você foi embora eu meio que continuei ficando com ela de vez em quando, acabamos começando a namorar, eu recebi um e-mail da faculdade dizendo que tinha sido aprovado. - disse me interrompendo. — Logo depois meu pai veio me enchendo de sermões dizendo que eu tinha que " achar uma esposa pra me casar, formar uma família, afinal eu serei um médico, irei gerenciar o hospital da minha família, e um grande médico deve ter um lar, uma família, isso mostra mais credibilidade."- eu suspirou mais uma vez. — Eu me senti muito pressionado e Larissa também não é uma pessoa ruim, ela é legal, cuida de mim, me dá carinho... 

 

(S/N) — É ela te dá muita coisa né... - disse o interrompendo. 

 

(Tae) — (S/N) não começa tá, você tinha ido embora e eu não sabia se voltaria. - ele disse um pouco alterado. 

 

(S/N) — Hmm... Ela é melhor que eu? - perguntei baixo, no fundo tinha medo da sua resposta. 

 

(Tae) — O-O que? Eu ouvi isso mesmo?- riu. — Você deve estar me zuando. Que tipo de pergunta é essa? Agora eu sou um moço puro sabia, não faço mais isso, estou esperando o casamento . - disse com humor. 

 

(S/N) — Ah Taehyung, larga de ser sonso, eu sei que você já fudeu com ela... E também sei que não foi só uma ou duas vezes. - disse rindo.

 

(Tae) — Ela até que manda bem, mas não é melhor que você... - disse breve e suspirou forte. — Nem nunca será... - ele terminou, de certa forma aquilo me reconfortou. — Mas não quero mais falar dela. 

 

(S/N) —OK. - Levantei minhas mãos em sentido de rendição. — Não está mais aqui quem falou. 

 

(Tae) — (S/N)!? 

 

(S/N) —Oi... 

 

(Tae) — Posso te pedir algo? - ele ainda não me olhava nos olhos, seu tom de voz parecia sério. 

 

(S/N) — Pode sim? 

 

(Tae) — E-Esquece o beijo que a gente deu agora a pouco...- Não acredito que ele está me pedindo isso, só falta me pedir pra esquecer tudo o que fizemos e vivemos juntos. — Foi um erro, eu estou noivo agora, vou me casar e ela não merece que eu a traia... 

 

(S/N) — Tae... 

 

(Tae) — Eu vou me casar... - ele subiu seu olhar até o meu, deu pra ver que ele não voltará atrás. — E não poderei corresponder nada além de uma mera amizade. 

 

(S/Pensamento) — Por que ele tem que enfatizar que vai se casar? Eu já sei, não precisa falar duas vezes. Isso machuca... 

 

(S/N) - Tudo bem, se assim deseja, minha intenção não é atrapalhar sua vida.

 

(Tae) — Você não atrapalha, nunca atrapalhou, nem nunca irá. Me desculpe, mas eu tenho que ir agora.

 

(S/N) — Tchau Taehyung! - disse lhe dando um abraço, do qual eu não gostaria de largar, mas tive que. Não poderia fazer nada, ele agora era de outra pessoa. 

 

(Tae) — Tchau (S/N)... - ele disse e se foi. 

 

(S/Pensamento) — Mais uma vez que eu me despeço de você e dessa vez é você quem vai embora. 

 

~/~

 

Isso não é mais sobre mim e você , pois agora você é de outra... Machuca saber que você se entrega à ela e não à mim, machuca saber que você será dela pra sempre... 

Talvez  você nunca tivesse sido meu, mas eu era sua... 

Isso também já não importa mais, eu o esquecerei, apagarei tudo e se não for possível, trancarei isso dentro de mim... 

 


Notas Finais


Amorzinhos do meu core, 2t iniciada com sucesso pra vcs... Espero que curtem...

Bjsss kimRach


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...