História CLOWN: O Palhaço Medonho - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 2
Palavras 896
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Assustada


Setembro de 1967, Santa Monica.

"Samantha estava sozinha em casa, seus pais haviam viajado e só voltariam em alguns meses, em casa tudo ia bem, chegava do colégio e não tinha nada com o que se preocupar, mas foi numa madrugada que as coisas mudaram".

 °Sam

 Estava dormindo, acordo com alguém batendo em minha porta, fiquei assustada, pois já passavam das três, desci as escadas me aproximando da porta e perguntei quem era, quem estava do outro lado da porta começou a rir, parecia risada de palhaço de circo, mas era uma risada maléfica que propositalmente era pra dar medo. 

 Meu coração acelerou e, a risada foi ficando enlouquecida, ele começa a bater forte com algo na porta, corri pras escadas, e me tranquei em meu quarto, minhas lágrimas e eu ficava desesperada.

 Escutei o barulho da porta abrindo, meu deus, ele conseguiu entrar, peguei o meu celular e disquei pra polícia, ouvia o barulho de seus sapatos subindo as escadas, meu coração acelerava e com a respiração lenta falei com tom de pausa:

 - Tem um homem em minha casa.

 Dei meu endereço e finalizo a ligação, resolvo olhar pelo buraco da fechadura e no corredor eu vi...

 Eu vi um homem vestido de palhaço, ele tava segurando uma faca e sua fantasia estava cheia de sangue, arrepiei como nunca tinha me arrepiado antes, rapidamente parei de olhar e me escondi em baixo da cama, sombras iam e vinham por baixo da porta, o quarto escuro fazia tudo se tornar mais assustador do que devia, temi o pior.

 Passava-se os minutos e ele não tinha quebrado minha porta, como fez lá em baixo, foi quando um papel surgiu por de baixo, não hesitei em ir lá e pegar, pois foi o que eu fiz. Peguei o papel e percebi que sua estrutura era macia, como de um pergaminho, e nela estava escrito: 

 Feliz aniversário, Samantha. 

 Ha Ha Ha Ha Ha Ha Ha !!! 

 O palhaço começou a gargalhar bem alto atrás da porta, foi quando os policiais chegaram, mas quando eles subiram o palhaço já não estava mais lá. Simplesmente desapareceu... 

 *** 

 O amanhecer do dia chegou com frio. 

 A janela deixava pingos de chuva pingarem em meu rosto e na cama.

 Levantei frustrada e fechei a rapidamente. Olhei para escrivaninha onde eu deixara o papel, ignorei-o, indo para a sala. 

 Ainda não tinha acreditado no que tinha acontecido comigo nessa madruga. Empurro meus pensamentos quando vejo a porta da sala quebrada.

 Pisquei e suspirei, passando a mão pelo o meu rosto. Olhei para o relógio de pêndulo da parede da sala.

 Então, realmente aconteceu? Não era um sonho? E aquele palhaço, quem era? O que queria comigo? 

 São tantas perguntas que nem reparei que o relógio não estava fazendo tic tac como de costume. Ele estava parado. Deve estar quebrado, mas não tirei os olhos do mesmo. 

 III & XV.

 Exatamente no mesmo horário que aquele homem invadiu a minha casa. 

 Espera ai, o quê ?!

 Peguei ele e vi que as pilhas ainda estavam lá, mas porque não funciona se são novas. Dei umas batidinhas e nada, fixei ele quando o telefone começava a tocar me fazendo o largar com o susto. 

 De repente do nada o ponteiro do segundo começou a girar normalmente. Peguei o relógio do chão pondo-o em seu lugar de antes. Suspirei, indo em direção ao telefone. Atendo-o.

 - Alô...?

 .............. 

 Perguntei, mas ninguém respondeu.

 - Alô?!

 .............. 

 Pergunto novamente, e nada. Desliguei o aparelho, indo em direção a pia. Molhei meu rosto. Deve ser a chuva cortando a linha. 

 Esse dia está muito estranho.

 Primeiro um homem invade a minha casa, depois o relógio para às três e quinze e agora uma ligação sem voz. 

 Voltei para o meu quarto novamente, estava ainda com muito sono, lembro que hoje haveria aula. Dane-se, deito-me na cama, me enrolando com o cobertor e volto a dormir.

 *** 

 Dim! Drim! Dim! Drim! 

 Abro os olhos e fito o teto lilás do meu quarto. Já são 6h15min da manhã, desligo o despertador. 

 Levantei da cama, jogando meu cobertor para o lado, abrindo meu guarda roupa, pegando qualquer coisa que vi na frente, algo parecido como uma meia, uma camisa e uma gravata.

 Procurei meu uniforme, indo em direção ao banheiro que ficava dentro do meu quarto, tomo banho e escovo meus dentes. Cinco minutos depois termino tudo e visto o meu uniforme, por baixo a saia e a meia. 

 Agarrei meu cadarço em uma batalha infinita pra conseguir amarrá-los. Suspirei, quando finalmente consegui, agarrei minha bolsa, desci pra sala, destrancando o cadeado da corrente em volta da porta e saindo para fora. 

O ar estava muito frio. 

 Guardei a chave no meu bolso e começei o trajeto da escola. 

 *** 

 Assim que entrei na escola, Arya veio em minha direção, me abraçando, retribuo o abraço, logo em seguida me puxou para o andar de cima, sussurrando no meu ouvido: 

 Arya: Eu vi uma coisa... 

 Eu: Que coisa? - Indaguei curiosa.

 Ela me levou pra um corredor não muito movimentado e disse: 

 Arya: Um Palhaço... 

 Assim que ela disse aquilo, eu simplesmente senti como se tivesse engolido uma mosca. Engasguei, me arrepiando dos pés à cabeça.

 O palhaço é mesmo real...?

***


Eai gostaram?! Hihi 

 Mais capítulos no Wattpad. ^^ Meu perfil: Samh_305 

 Estou postando por lá!

 Cuida! >. <   

 Bjs do Sam <3



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...