História Club Pervert 3 temporada - Capítulo 17


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 764
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - Poderes?


{Yuno Vans}

Havia acordado com o delicioso cheiro de café passado e bolo. Alevanto-me rapidamente e vou para a cozinha, chegando lá encontro a mãe (Sim vou começar a chama-lá de mãe). Sento-me comportadamente na mesa e fico só esperando ela servir meu café.

Yuno: Bom dia mãe. – Digo sorrindo.

Estava bem feliz em poder confiar em alguém que poderá realmente, ocupar o vazio que minha mãe havia deixado em meu coração.

Day: Bom dia mocinha! – Diz me servindo uma caneca de café e dois pedaços de bolo.

Yuno: É hoje que eu saberei que poderes eu tenho né? – Pergunto colocando um grande pedaço de bolo na boca.

Day: É sim. E você parece bem animada com isso né? – Pergunta tomando elegantemente seu chá.

Yuno: Claro! – Digo colocando outro pedaço de bolo na boca.

Day: Você vai se engasgar minha filha. – Diz um pouco preocupada por eu engolir os bolos.

Yuno: Desculpe-me mais esse bolo está muito bom. – Digo e tomo todo o meu café num gole só para desembuchar.

Day: Você terá que aprender bons modos. – Diz me olhando atentamente.

Yuno: ... Bons modos? – Pergunto um pouco incrédula.

Day: Sim. Para ser uma verdadeira guerreira terá que aprender bons modos! – Diz comendo graciosamente seu bolo.

Yuno: Ok! Eu vou assistir um pouco de Tv, quando formos treinar me chama! – Digo e corro para a sala sem esperar a resposta.

Atirei-me no sofá para assistir TV. Eu já estava me sentindo em casa e se a Day não reclamou quer dizer que ela deixa.

Coloco em qualquer canal, até que paro num que está aparecendo a Sthepany... Como ela estava bonita. Fico olhando atenda o noticiário.

 

Aparece um corvo e logo vira humano e beija a Sthepany.

Rei: Meu amor você está linda!

Sthepany: Você também meu corvinho.

Aparece logo atrás um filhote de corvo voando ao lado do pai e logo vira humana.

?: Mãe!

Sthepany: Filhote!

Ela abraça eles e beija e uma sereia dourada e um dos poucos humanos que tinham lá aparecem.

Brownie: Tia Sthepany, eu soube que a mamãe acordou! Eu quero vê-lá.

Lang: Oii pirralhos, venham!

O fotografo gravava tudo.

Um belo garoto aparece e abraçou Brownie.

?: Irmão!

Brownie: Irmãozinho vamos lá preciso te apresentar a Yuno, só que eu não sei onde ela está!

 

Eu comecei a chorar de tristeza, e a única coisa que sinto é o abraço da Day. O seu abraço era reconfortante e bastante carinhoso. Eu nunca soube como era um abraço de mãe, pois como eu havia tido minha mãe nunca me tava atenção.

Day: Tenta ficar calma! Você ta congelando tudo! – Diz e segura meu rosto me tanto um beijo na testa.

Eu não entendi o que aconteceu, mas simplesmente fiquei mais calma. Vejo a Day desligando a Tv e me olhar sorrindo.

Day: Que tal sabermos que poderes você tem? – Diz sorrindo e segurando carinhosamente minha mão.

Yuno:... Pode ser... – Digo fungando um pouco.

Fomos para uma salinha bem enfeitada e totalmente roxa com rosa. Fico quieta no meu canto só observando a mãe fazer as macumbas dela. Ela fica uns minutos só colocando alguns ingredientes no enorme caldeirão e logo vem até mim.

Day: Me dê sua mão querida! – Diz e eu faço o que ela pediu.

Sinto uma dorzinha no meu dedo e vejo que a mamãe o furou e colocou um pouco do meu sangue no caldeirão. Vejo sair fumaça do caldeirão e ela me olha com um enorme sorriso no rosto.

Yuno: Então? – Pergunto curiosa.

Day: Você é uma... Demonia dos gelos infernais! – Diz pulando em mim.

Yuno: Como assim? – Pergunto me alevantado do chão.

Day: Bem... Como posso explicar... Sabe o diabo? – Pergunta e eu apenas concordo com a cabeça.

Day: Ele comanda o inferno, e por isso ele sabe controlar o fogo de lá! – Diz e eu fiz uma cara de “minha amiga eu sou lerda ta?!”

Day: Você invés de comandar o fogo infernal, você comanda o gelo e o fogo juntos! – Falou ai eu me toquei no que ela estava falando.

Então quer dizer que eu posso controlar o fogo e o gelo, e posso muito bem fazer o meu gelo virar fogo e o fogo gelo?! Buguei.

Apenas alevanto-me do chão e dou um belo sorrido para a mamãe.

Yuno: O que ainda estamos esperando? – Pergunto limpando minha roupa.

Day da um sorriso para mim e nos telestransportar para um mundo onde, só verdadeiras e fies fadas podem entrar. E bem como eu estava com ela, eu felizmente consegui entrar.

...

Bom, pelo visto eu não sairei daqui muito cedo! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...