1. Spirit Fanfics >
  2. Clube dos Cinco >
  3. Capítulo Três

História Clube dos Cinco - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo, espero que vocês gostem.

Capítulo 4 - Capítulo Três


Colégio Lawrenceville

P.V.O Gaara Sabaku
- Fui atrás da Sakura que ela é a única que sabe o porquê de eu estar aqui, vou pedir ajuda pra ela. Encontrei a mesma encostada numa prateleira, olhando pro nada. 
- Ei Sakura. - Eu disse, ela me olhou estranhando eu estar ali. 
- Oi Gaara, aconteceu algo? - Ela perguntou.
- Queria que você me ajudasse em relação o porquê de eu estar aqui.
- Ahh aquilo ? - Posso tentar, sou péssima nisso. - Ela disse. - O que você precisa?- Ela perguntou.
- Primeiramente antes de tudo, você acha que eu tenho chances com ela ainda, depois daquilo? - Perguntei.
- Vou da minha opinião de fora, acho que você não deveria ter elaborado abordar ela na frente de todo mundo, porque ela é mais reservada, e poderia ter te dado um fora se não fosse pelo Uchiha, ter começado a guerra de comida. Então você deveria na minha opinião, chegar nela, quando vocês estivessem sozinhos, e você se declarasse. - Ela disse. Ela tem razão, como eu sou idiota, levaria um fora.
- E você tem certeza do que sente? Porque isso é sério, e seus irmãos estão tranquilos com isso? Por que pelo o que eu vi na diretoria era pra você tá morto.- Ela disse.
- Eu levei uns cascudos, mas expliquei pra eles o porque eu estava em cima na mesa com o equipamento de som do clube de teatro. - Eu disse rindo.
- Então é melhor você anotar aí o que você tem que fazer. - Ela disse me dando as costas e indo sentar numa mesa que tinha ali. 
- O que você sugere?- Eu disse ficando na sua frente.
- Bom você tem que conversar com ela na segunda posso te ajudar a deixar ela na sala, você chega nela, e fala o que sente. Você sabe o que sente né? E o que você quer? Certo? Então não tem erro. - Ela disse dando de ombro.
- E o que eu falo? - Eu perguntei, o que fez ela me olhar indignada.
- Ué você quer que eu escreva sua declaração também? Me ajuda aí Gaara, você fala o que vier do coração, e o que você quer com ela. Pelo amor de Deus vou te dá uma moral, por que sou muito legal, mas se toca, não e pra usar essas palavras tá me ouvindo ? Se não eu vou te socar, estamos entendidos?- Ela disse sorrindo meiga, as vezes ela da medo. Eu concordei, somente balançando a cabeça.
-  Ok então, você deve falar pra ela o quanto ela é importante pra você, e que você quer tentar algo sério com ela, que não é só porque você é o astro da escola, que ela deve ligar pra isso, que você não é igual esses clichês que é um babaca, idiota, que aposta com os amigos, que vai conseguir levar a quieta da escola pra cama. Entre outras coisas. - Ela disse. 
- Você tem razão, obrigada Sakura, você é uma ótima pessoa. - Eu disse dando um abraço nela. 
- Obrigada Gaara, estou torcendo pro você. E me lembre segunda pra te ajudar sou meio esquecida. - Ela disse retribuindo o abraço.
- O que vocês estão fazendo aqui?- Escutamos uma voz e nos assustamos. Olhamos pra trás e vimos o Sasuke nós olhando. 
- E isso é da sua conta babaca? - Sakura disse, me empurrando e saindo da mesa e ficando na frente do Uchiha.
- Não. - Ele disse.
- Então pronto. - Sakura disse dando dois tapinhas no ombro dele, e se virou pra mim.  - Vamos? Antes que o diretor apareça. 
- Vamos. - Ela saiu trombando no ombro do Sasuke, e eu fui atrás. 

 P.V.O Sasuke 
- Essa garota tá testando a paciência que eu não possuo. Fui atrás deles. Tava distraido e acabei trombando na astroboy, quando ia brigar, escutei algo que me deixou surpreso. 
- Eu coloquei alfinete na cadeira do professor Orochimaru. - Hinata disse. O que fez nós todos gritarmos 
- VOCÊ FEZ O QUE?. 
- Ué gente, eu acabei de falar, o que vocês não entenderam? - Ela perguntou numa calma. E tirou uma das minhas curiosidades de saber o que esse povo tá fazendo aqui, por que eles não são disso. E eu vou descobrir, principalmente da Barbie humana ali, que ela não me desce. 
- Mas o porque Hinata? Você tem cara que não faz isso. - A Barbie disse e nos concordamos balançando a cabeça.
- Eu tava cansada dele dando em cima das meninas e o diretor simplesmente cagar, porque o professor é amigo de infância dele. - Ela disse com raiva.
- E porque você não fez um boletim na polícia? - Sakura perguntou.
- Não tinha provas contra ele, e eles poderiam não acreditar em mim. - Hinata disse como se fosse óbvio.
- Hinata as salas de aulas é repleta de câmeras, cada canto tem uma, era só eles pedirem as filmagens que iam ver a verdade. - Sakura disse. Pera nas salas tem câmeras? Por isso o velho sempre me pegava. 
- Tem câmeras? - Hinata disse surpresa. 
- Sim? Vocês não sabiam? - Sakura disse. 
- Não. - Todos falaram juntos.
- Ah então é por isso que o Jiraya me pegou. - Naruto disse.
- E me pegou. - Hinata disse. - Eu tinha achado que tinha sido suas amigas Sakura já que elas passaram bem na hora pra ir pro vestiário. Opa isso me interessa. 
- Ah não elas estavam ocupadas, pra fazer fofoca. - A Barbie disse com um sorriso forçado. Aí tem vou descobrir é agora. 
- Quer saber? Por que não contamos o por que estamos aqui? - Eu disse pra eles e me sentei no chão novamente.
- Eu vocês já sabem. - Hinata disse se sentando no chão.
- Mas o que deu lá com o diretor? - Sakura perguntou se sentando na minha frente no círculo que se formou no chão. 
- O diretor me esculhambou na frente do professor e doa meus pais, ele queria chamar a polícia, mas meu pai disse que se ele fizesse isso ia ser pior, porque eles iam processar a escola por assédio, e até que se resolvesse ia dá um grande problema pra escola. Aí eles entraram em um acordo, que se eu falasse que o Orochimaru fizesse novamente iam processar a escola. - Hinata disse. 
- Ah entendi, vou ficar de olho agora, qualquer coisa eu passo pra você. - Sakura disse. 
- E o restante, o que os trazem aqui? - Eu perguntei. Ficou um silêncio e eu tava quase perdendo a paciência, até que alguém disse.
- Eu briguei com o Kiba. - Naruto disse. 
- Você o que? - A Sakura perguntou surpresa. Eu também estava surpreso, mas nada saia da minha boca. Como assim esse nerd bateu no Kiba?
- É isso, eu como a Hinata tava cansada do que ele fazia comigo, cheguei no meu limite e briguei. - Ele disse.
- E como você não tá com nenhum machucado na cara? - Gaara perguntou.
- Ele não conseguiu me pegar, quando ele ia os bundões dos amigos dele chamaram o diretor. A Hinata viu tudo. - Ele disse apontando pra ela. 
- Sim ele desceu o cacete neles. Ela disse orgulhosa.
- Se ele não te pegou, por que você desceu do carro mancando? - Eu perguntei.
- Bom ele não me pegou, mas minha mãe sim, ele me deu um trato na bunda. - Ele disse passando a mão nela.
- Pera, pera, pera, sua mãe te bateu por que você bateu nele? Ela deveria tá orgulhosa isso sim. - Eu disse.
- Você tá louco? Ela me bateu por que foi chamada na escola, perdeu um dia de serviço por algo que poderia ter sido resolvido na justiça, você sabe que bullying é crime né? E eu não me orgulho de ter brigado, não foi essa educação que meus pais me deram, então. Mas serviu de lição para aqueles babacas. - Ele disse.
- Ele tem razão, briga nunca funciona. - Gaara disse.
- E porque você tá aqui? - Hinata perguntou, essa é das minhas adora uma informação. 
- Já que todos estão dizendo eu vou dizer. No dia que o Sasuke fez a guerra de comida, não sei se vocês repararam, eu estava em cima da mesa com o microfone do clube de teatro, ia me declarar pra uma garota e cantar, tipo no filme 10 coisas que eu odeio em você. Só que a garota percebeu o que eu ia fazer, saiu correndo do refeitório. E com q confusão do Sasuke e sua turma, o diretor me viu com o equipamento, e ele meio que estragou, porque quando foram jogar suco em mim, caiu no equipamento, me ferrei por causa disso.  - Ele disse. 
- E por que você disse que a culpa era minha? E que ela te odiava. - Eu perguntei. 
- Eu não tinha me tocado que ela não poderia gostar do que eu fiz, aí coloquei a culpa em você. Só que a Sakura abriu meus olhos. - Ele disse sorrindo pra Barbie.
- Vocês dois em, tem algo rolando? - Hinata perguntou, isso eu ia pergunta, mas ela foi mais rápida. 
- Que ? Eu e ele? Nunca. - A patricinha disse.
- Assim você me magoa Sakura. - Ele disse rindo. 
- E só falta você dizer o porquê tá aqui Barbie. - Eu disse pra ela.
- Pelo o que me lembre não fiz acordo com ninguém, eu falo o que eu quiser. - Ela disse toda cheia de si, eu odeio essa garota.
- Ohh você tá com medo de estragar sua linda reputação? Tá com medo do papai cortar o cartão de crédito? De pegar esses seus brincos de diamante? Pera, já era pra ele ter pegado com sua mãe por que ele não fez, ele passou a mão na sua cabeça de novo como sempre ? - Eu disse sem medir as palavras.
- Cala a sua boca, não ouse falar dos meus pais, você não sabe de nada, você não sabe sobre a minha vida. - Ela disse.
- Oh ela é a única aqui que tem problemas em casa, ela é a única que não dá bem com os pais, acorda garota todos nós temos, você pode até ser privilegiada em algumas coisas, mas nós não. - Naruto disse. 
- Cala a boca seu idiota. - Ela disse.
- Ela não sabe ouvir a verdade, o papai nunca disse pra ela. - Agora foi a vez da Hinata.
- Vocês tem razão, eu sou a privilegiada, nasci no berço de ouro. - Ela disse irônica.
- Não adianta ser irônica agora Barbie, seus pais fizeram um péssimo papel criando você, sua mimada do caralho. - Eu disse bravo.
- CALA A SUA BOCA. - Ela gritou chorando. O que me deixou surpreso, eu nunca vi ela chorando na vida. 

Continua….   

 


Notas Finais


Muitas coisas foram reveladas nesse capítulo, o que vocês acharam ? E algum palpite o porque da Sakura ter ficado assim tão mexida quando falaram dos seus pais?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...