História Cobertor - 2min - oneshot - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias SHINee
Personagens Minho Choi, Taemin Lee
Tags 2min, Fluffy, Minho, Oneshot, Taemin, Taeminho
Visualizações 59
Palavras 1.216
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mais uma oneshot de 2min para vcs

Capítulo 1 - Nosso Cobertor - Capitulo Único


- Taemin, para de puxar o cobertor! - Minho falou zangado durante a noite.

- Desculpa! - Falei e senti ele puxar o cobertor para si.

Se eu não estivesse morto de sono eu até iria começar uma discussão que iria acabar com um pedido de desculpa e eu beijinho na testa, não é como se a culpa fosse minha se Minho não me lembrou de comprar cobertor para cama de casal! 
Tá, talvez eu devesse começar a agir como um adulto responsável e passar a lembrar daquilo que tenho que fazer. Mas poxa! As vezes eu não lembro onde guardo minhas próprias calças!

E também que eu não tenho culpa nenhuma se Choi Minho é enorme em tudo que tem nele! Não que isso seja ruim, mas nesse caso é horrível mesmo, seu gigantão rabugento!

No meio da noite senti seu corpo grudar ainda mais no meu, antes seus braços circulavam minha cintura, agora eles me apertavam fortemente a si junto com suas pernas e me prenderam de vez ao seu corpo.

- Esquecer de comprar o cobertor foi uma desculpa para poder dormir grudadinho comigo? - perguntou cheio de humor, pude até sentir uma risada abafada na minha nuca me dando uma sensação agradável.

- Você me descobriu! - entrei na brincadeira ouvindo sua risada novamente, dessa vez mais alta. - Assim que eu sair do trabalho amanhã eu compro o cobertor, okay?

- Vê se não esquece de comprar toalha também!

- Eu esqueci isso também?

- Você só não esquece o meu nome porque me ama demais para isso.

- Se você prefere acreditar assim...

- O que?

- Nada, meu bem. 

Não demorou nada para que eu sentisse a respiração forte de Minho contra meu pescoço me indicando que ele tinha dormido e eu não demorei muito para fazer o mesmo.


 

- Cheguei! - Ouvi Minho dizer lá da entrada da casa, eu estava na sala enquanto terminava de arrumar a minha estante de livros.
Ouvi a porta se fechar e os passos deles até a sala, o barulho de sacola plástica se fez presente, meus olhos curiosos correram para onde vinha o som e então vi ele no batente da porta com uma sacola grande (enorme) em suas mãos.

- O que é isso? - perguntei colocando o livro que estava na minha mão na estante e indo até ele.

- Comprei o cobertor antes que você demorasse mais um mês para comprar isso... - disse com um revirar de olhos e eu sorriso debochado.

- Não tire sarro de seu noivo MinHo! - Falei pegando a sacola na mão e vendo a estampa azulada do cobertor.

- Você sabe que eu te amo mesmo com esse jeitinho esquecido, não se sinta mal! - falou e meu deu um selar em meu lábios e eu não evitei de sorrir com as palavras doces.

- Eu não me sinto nem um pouquinho mal... Vai lá guardar isso enquanto eu termino aqui!

- Okay, o que vai querer jantar hoje? - me perguntou enquanto pegava a sacola da minha mão.

- Pizza!

- Eu sabia que você iria dizer isso...

- Então porque pergunta? 

- Tenho esperança que você decida pedir sushi! - falou enquanto ia para o quarto.

- Nem pensar! - Falei alto para que ele ouvisse e em troca ouvi sua risada gostosa.

 

 

- Já está com sono? - MinHo me perguntei largando seu livro e deixando ele no criado-mudo

- Não tô. - respondi sentado entre suas pernas, estávamos lendo os livros juntos.

- Você estava de olhos fechados agora pouco.

- Era só para descansar a visão!

- Vamos dormir, seu Teimosinho. - deixou um beijinho no topo da minha cabeça.

- Só porque você está pedindo - saí de seu colo e deitei no meu lado da cama.

- Vamos estrear o cobertor! 

- Isso é tão bom assim? - perguntei

- agora não fico sem cobertor durante a noite! - falou animado e eu só pude rir do quão bobo era toda essa alegria, mas seu sorriso contente me deixava extremamente feliz, então que surgissem mais trezentos motivos bobos para ele sorrir assim.

- Okay, vamos dormir. - puxei o cobertor grosso e nos cobri com ele. - Boa noite, Min!

- Boa noite, Min! - imitou minha fala e sorriu no final

Eu não estaria mentindo em dizer que o sono me pegou em cheio, eu estava morto de sono! E seria maravilhoso se eu conseguisse dormir, mas não é bem assim que a vida funciona... 

- Pare de se mexer, MinHo! - falei e ele suspirou frustrado - Não to conseguindo dormir! 

- Tá tá, desculpa! - o tom irritado em sua voz era visível, ne virei de frente para ele. 

- O que foi, Min? - perguntei e mais um suspiro saiu dele. 

- Não to conseguindo dormir... 

- Aconteceu algo? - perguntei preocupado, geralmente  (quase sempre) era eu que tinha dificuldades com o sono. 

- Não gostei desse cobertor! - falou e se sentou na cama. 

- Mas foi você mesmo que comprou! - falei e ele se levantou. 

- Mas eu não gostei! - ele foi até nosso armário nas prateleiras lá do topo e de lá tirou o antigo cobertor que ele tanto reclamava. 

Eu definitivamente não entendo meu noivo! 

- Você vai dormir com isso? - perguntei e ele não respondeu, se deitou na cama e se cobriu com o cobertor - Você não ficou um mês reclamando disso? Aigoo! 

- Vou - respondeu simples. 

- Boa noite.- respondi e me virei, mesmo que a minha vontade fosse tacar uns tapas naquele rosto lindo. 

Eu não tive que aguentar Choi MinHo reclamando para depois ele dormir com a droga do cobertor de solteiro! 

- Não vai dormir comigo? - ele me perguntou e eu realmente quase dei um chutão nele. 

- Sério isso? - me virei para ele com a maior cara de bunda que vocês podem imaginar. 

- Seríssimo! Vem cá! - levantou o coberto em menção de me cobrir também - e nem adianta fazer cara feia! 

- Você é insuportável! - falei e me descobri com o enorme cobertor, me colei nele e ele me cobriu - Agora podemos dormir? 

- Falta uma coisa. - Minho me envolveu em um abraço apertado, me sentia um ursinho de pelúcia nos braços de uma criança com medo do escuro. 

E agora tudo faz sentido 

- Minho... - falei sorrindo e ele me olhou curioso - Você realmente não consegue dormir por causa do cobertor? 

- Sim... Porque? 

- Tem certeza? Isso não foi só uma desculpa para me abraçar desse jeito? - lancei um sorriso cínico para ele que sorriu derrotado. 

- Eu não! Era só saudades do cobertor mesmo! 

- Sei, sei... 

- Vamos dormir? - perguntou e eu me relaxei em seus braços - Boa noite, amor! 

- Boa noite... - fechei meus olhos de novo na esperança de finalmente conseguir dormir. 

Até que ouvi palavras serem sussurradas com tando carinho

- Parece que você me descobriu, Taemin - ele disse coladinho no meu ouvido e mesmo sem olhar eu conseguia imaginar seu sorrio lindo ao dizer tais palavras

E foi assim que decidimos que nosso casamento seria muito melhor com um cobertor de solteiro.


Notas Finais


Oiiiis! Segurem esse otp lindo!

Beijão da shawol, fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...