1. Spirit Fanfics >
  2. Coffe cutie bunny >
  3. Encontro em família

História Coffe cutie bunny - Capítulo 20


Escrita por: Lorey_Bunny

Notas do Autor


Foi mal outro capitulo...se quiserem mais é só me avisar

Capítulo 20 - Encontro em família


ARTHUR POV...

Acordo,escutando o som da natureza,abro os olhos lentamente e vejo que não estava mais nevando e sim estava começando a derreter,me levantei e andei até a janela,abro a mesma e vejo que era primavera,o sol estava iluminando suavimente,hoje as flores merecem um sorriso do Sol,saio da janela e vejo Colly ainda a dormir,ando até ele,finalmente algo de bom estava acontecendo,eu e o Colly somos noivos,bem,estou feliz com isso e o que está por vir,enfim,sento do lado da cama onde Colly estava.

-amor acorda-falo cutucando em seu nariz-ele acorda abrindo os olhos lentamente.

-ah bom dia meu amor-ele fala mostrando um sorriso.

-bom dia bombom tá na hora de se levantar eu temos que trabalhar-falo a ele em tom calmo e suave.

-ahm tá mas,não quer me dá um beijo de bom dia?-ele fala em tom pidão e um pouco malício.

Viro meu rosto e mostro um sorriso pra ele,me viro e ando até ele,coloco minha mão em seu rosto,ele segura e aproximava o seu rosto lentamente até o meu,avanço e dou um beijo nele,demorado e apaixonante,me separo e volto a andar até o guarda-roupa,nem percebi que estava de cueca,ouço um celular tocar.

-ahm não é o meu não né?-pergunto ao Colly que parece que se alertou com o som do celular.

-bem se esse celular tivesse no silencioso seria um prazer voltar a dormir-ele fala e começa a procurar debaixo da coberta,percebo que ele estava sem cueca,ele se levanta e tenta encontrar,olho pro chão e vejo a calça de Colly vibrar,então era dali que estava saindo o som e a vibração que tocava no chão,ando até ela seguro e pego o celular dele,vejo que era um número desconhecido,quem será?

ARTHUR CELL/ONN...

-ahm alô?-pergunto quem era.

-é você Colly?-uma voz feminina pergunta,acabo me preocupando.

-ahm não é o namorado dele-falo e Colly aparece na minha frente,ele tava sinais com a mão.

-pera namorado?!-uma voz masculina pergunta em tom grosso.

-ahm...-vejo o Colly fazer sinal de negação com a cabeça-não,eu quis dizer que sou...-olho o Colly e vejo que ele estava falando algo.

-empregado-escuto ele falar.

-ahm sou o empregado dele-falo nervoso,Colly coloca a mão na cara e fica balaçando a cabeça.

-empregado?Eu escutei namorado não senhor?-a senhora pergunta desconfiada.

-ah não não não senhora eu poderia saber quem é que está,falando?-pergunto nervoso e vejo que Colly só me encarava.

-ah bem sou Medely Borge queria falar com o meu filho,Colly Willians Borges ele está?-Ela pergunta,Colly fazia sinal de negação com os seus indicadores(dedos).

-s-sinto mu-muito mas,ele não está,ele está ocupado no seu banho de sais de banho senhora-falo nervoso e corado ao mesmo tempo.

-ah ele não se importaria em escutar os seus pais,só que vamos querer saber em que motel ele está-ela pede,fico surpreso e encaro Colly nervoso.

-ahm,si-sinto muito mas...-Colly tenta me dizer algo mas eu não consigo escutar.

ARTHUR CELL/OFF...

Desligo na cara dela.

-ah ainda bem-Colly fala aliviado.

-Porque que sua mãe ligou pra você?-pergunto ainda nervoso.

-ai não,esqueci que hoje é...-Colly fala fazendo suspense.

-hoje é...-falo pra ele terminar o resto da frase.

-encontro de família-ele fala preocupante e tedioso.

-e o que tem de errado nisso?-falo sem surpresa.

-bem Arthur quer dizer que,eles vão vim pra cá 19:20!-ele fala nervoso e com raiva,ele resmunga e anda até o guarda-roupa.

-mas ah não quer dizer que vou ter faltar no trabalho hoje?!-falo pra ele surpreso,ele se vira fazendo drama.

-sim-ele confirma.

-ah qual é Colly-falo preocupado-eu disse pra eles que eu sou o seu empregado,então quer dizer que vou ter que...-falo pra ele,fico toltamente sem respostas pra poder falar pra ele,olho pro Colly e vejo que estava pensativo.

-já sei-ele fala.

-ok,então qual o plano?-pergunto a ele.

-tá eu possuo dois em minha cabeça-ele fala-o primeiro é que você pode fingir ser meu mordomo pessoal e continuarmos até que os meus pais cheguem ou-ele fala e faz suspense-agente se muda de lugar e vamos pra outro tipo apartamento-ele fala.

-ahm prefiro ser seu empregado,antes poderiamos vestir uma roupa-falo pra gente vestir,ele concorda e nos vestirmos,nunca pensei que a família do Colly era assim,bem,exigente,entendi porque o Colly odeia eles,não que sege um coelho que era descolado no colégio,mas é que ele sempre sofria nas mãos do pai.Termino de me vestir e espero Colly se vestir,será que falamos sobre o nosso noivado?

-Colly-chamo ele em tom um preocupante.

-o que foi?-ele pergunta abotoando a camisa preta que lhe emprestei.

-ahm...-ando até ele,fico na sua frente e ele me encara,começo abotoar os botões de sua camisa,ele fica parado esperando eu falar o que ia dizer,deu pra perceber que ele estava preocupado.

-você acha que seria melhor,contarmos sobre o nosso noivado?-pergunto a ele que ficou quieto por um tempo.

-não se preocupe amor vamos tentar falar a eles que nós estamos-ele fala calmo o que me faz acalmar.

-tá,então acho melhor agente arrumar esse apartamento antes que eles venham e vê essa bagunça-falo a ele e ele concorda. 

Saímos do quarto e fomos para cozinha pra fazer o nosso café da manhã primeiro pra poder ficar mais acordado. 

Bem receber visitas é comum pra alguém,menos pra mim ai estou tão nervoso com a situação.

Termino meu café e coloco a caneca na cuba da pia e a lavo.

-está nervoso Arthur?-Colly pergunta me encarando arrumando o balcão da pia.

-bem,sim eu nunca recebi uma visita quer dizer com você foi normal agora com os seus pais,eu só tenho 24 anos Colly e meio que já um pouco complicado-falo em tom alarmante. 

-não se preocupe amor,sabe eles meio que ficam nessa época há alguns-ele fala calmo e gentil.

-bem,pois isso já era pra parar a não sei quantos anos-falo sincero a ele.

-escuta as vezes temos que tentar aceitar do que rejeitar no final-ele fala o que me faz mostrar um sorriso.

-já vi que eu tenho um psicólogo na minha vida-falo brincando com o assunto.

-bem isso foi uma amiga que me disse hum não sei onde ela está agora-ele fala pensando um pouco.

-pois então poderia me ajudar a arrumar esse lugar agora já vi que gostou do café da manhã-falo vendo sua caneca vazia.

...

Começamos a limpar o apartamento antes que eles venham é vê essa bagunça,Colly limpou o banheiro com uma perfeição e eu limpei o quarto bem não era um lugar tão grande pra poder limpar,enquanto limpavamos Colly me disse que não foi fácil sair da casa dos pais,ele disse que foi por causa de uma briga que eles tiveram,melhor só saber quando nos casarmos.

...

Terminamos de arrumar o apartamento,bem foi até rápido,enfim,Colly estava se arrumando no quarto,eu já estou arrumado e bem só falta ele,ele sai do quarto com o...meu relógio dourado?!

Ah isso não,equilibra do meu avô que ele me deu,ando até o Colly e fico na sua frente e fico lhe encarando seriamente.

-o que foi Arthur parece que algo ocorreu tá tudo bem?-le pergunta confuso e sem saber.

-anda me dê o relógio você já tem um-falo seriamente a ele. 

-ué porque eu não posso amor ele é tão bonito que até o leilão quer vender-ele fala admirado.

-mas o relógio não é seu Colly usa o seu de prata-falo a ele em tom mais sério.

Ele resmunga e me entrega.

-bem se quiser usar tem que prometer a não quebrar okay-falo e ele acente.

...

Bem esperamos um tempo pros pais dele chegar Colly não estava nervoso mas eu sim...ah cara só de pensar eu estou tão,seguro a mão de Colly e aperto a mesma,ele me encara e estava suando frio.

-não se preocupe...-olho pra ele e ele segura o meu queixo-...não precisa estar nervoso com isso-ele fala calmo gentil e amoroso,gosto desse lado dele me faz querer...Acabo percebendo que estou avançando meu rosto no seu,ele faz a mesma coisa  e nos beijamos,bem foi um rápido depois no separamos,alguém bate na porta Colly anda até ela e a  abre normalmente.

-oi Collyzinho como vai as coisas por aqui-escuto uma voz feminina na porta.

COLLY POV,

-ah oi mãe está indo bem por aqui,e oi pai-falo encarando o seu rosto.

-filho-ele fala.





































Continua...


Notas Finais


Bem desculpa tive que fazer só isso e amanhã estarei ocupado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...