História Coffee - (Mitzu) (G!P) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Mitzu
Visualizações 44
Palavras 861
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi? Então, eu vim trazer uma fic de Mitzu... embora eu seja Michaeng shipper. Ah, sei lá! Eu shippo tudo que interagir. Espero que gostem :3

Já já saí capítulo novo da outra fic, eu acho... lkkkkk

Boa leitura, rs :)

Capítulo 1 - First look.


Fanfic / Fanfiction Coffee - (Mitzu) (G!P) - Capítulo 1 - First look.

             Pov's Tzuyu

Depois de uma linda e longa noite de sono, levanto e olho para o relógio que havia sobre o guarda-roupa. Nossa, já eram 06:20, eu estava teoricamente atrasada. E boa atrasada nisso! Bom, sem muito papo furado, corro para o banheiro e tomo um banho rápido, porém, bem tomado. Visto uma roupa formal e desço às pressas, pego um pão e passo manteiga no mesmo. Despejo um pouco de café em um copo de alumínio, mas logo bato a mão na testa.

- Tzuyu, você é uma burra mesmo. - Bufo e pego o copo. Rapidamente, bebo o café e corro para o lado de fora.


 (.....)


Após um tempo andando, chego finalmente no meu estabelecimento. Pego as chaves e destranco a porcaria da porta. Entro no mesmo e viro a plaquinha para "aberto", embora não tinha chegado nenhuma das minhas garçonetes, mas tudo bem. Fico no balcão apenas esperando alguém chegar, alguém que seja as garçonetes. 


Mil anos depois....


Depois de um século, uma de minhas garçonetes chega. E eu não vou mentir, ela estava deslumbrante.


- Bom dia Tzuyu. - Ela sorri e acena. Mas logo se senta e espera que os clientes chegassem.


- Bom dia senhorita Park. - Deixo uma risada boba escapar e fico olhando para a janela, apenas vendo os flocos de neves caírem sobre o chão.


Bom, chegou minhas outras três garçonetes. Que seriam: Dahyun, Momo e Sana. Aish, eu tenho um encanto pela Sana, mas acho que ela gosta da Dahyun. Fazer o que né? 


Finalmente chega duas clientes, elas estavam de mãos dadas. Eu realmente achei elas maravilhosas, mas a que me interessou foi a maiorzinha. Não que eu esteja apaixonada, até porque, amor à primeira vista não existe. Amor leva tempo e trabalho, então isso deve ser apenas uma atração boba, melhor nem eu dar bola. Tudo bem, após elas entrarem, as duas sentam nos bancos que estavam de frente ao balcão.


- Bom dia, poderia me fazer dois cappuccinos? - A mais baixa fala com um tom de voz fofo. - Aliás, quanto custa?


- Quer saber? Tomem por conta da casa. - Sorrio e anoto os pedidos, dou para a Jihyo que logo entra. - Então, é a primeira vez de vocês aqui?


- Sim, eu vou tentar vir todo dia com minha namorada. - A mais baixa sorri e eu logo olho para o lado. - Qual seu nome?


- Meu nome é Chou Tzuyu. - Falo com um tom baixo e desinteressado. - Eu sou a dona deste estabelecimento.


- Eu me chamo Chaeyoung e essa é a Mina, minha futura esposa. - A Chaeyoung olha para Mina com um olhar malicioso e logo recebe um tapa no ombro. - Sim, deu para perceber pelo nome dele.


O nome nem entrega tanto gente. Só porque o nome é: Chou's. Mentira, é bem notável né?


- Então, Tzuyu, você só trabalha aqui? - Mina me encara, o que me faz apenas corar. - Nossa, tá com calor? Você está tão vermelha.


- S-Sim, eu só trabalho aqui mesmo. Mas eu confesso que se fosse para exercer outra profissão, eu escolheria ser uma escritora. - Sorrio e logo recebo um olhar mortal de Chaeyoung. - Ei, não fique com ciúmes, somos apenas conhecidas agora.


- Isso mesmo, eu sempre admirei as pessoas que são escritoras, sabe? - Mina sorri e Chaeyoung a beija em minha frente. - Aish, para com isso Chae, aqui não.


- Mas ela vai roubar você de mim. - A mais baixa faz uma carinha fofa de cachorro e eu logo me viro de costas, indo em direção ao lugar onde as meninas estavam.


- Gente, esses cappuccinos são pra hoje? - Dou gargalhada e logo recebo quatro tapas em meu rosto. - Suas mau.


- Olha, está pronto, é que paramos para conversar. - Fala Sana que logo vem em minha direção para me abraçar. - Mas tá aqui chefe, está tudo pronto.


- Obrigado, vocês são realmente demais. - Solto um beijinho no ar e pego as xícaras. Vou em direção aonde aquele "casalzinho" nojento estava. - Está aqui, espero que gostem.


- Obrigado, mas você tem certeza de que não vai querer que a gente pague? - Nego com a cabeça e observo cada movimento que Mina fazia. Até receber um lindo sorriso da mesma. - Hmm, poderia fazer o favor de parar de olhar para minha namorada? - Chaeyoung aumenta o tom de voz e levanta do banco, logo puxando Mina. - Isso é desgastante mesmo. - Elas saem do meu estabelecimento e eu sorrio.


-  Jesus tenha misericórdia dessa menina encapetada. - Dou gargalhada e volto à esperar os clientes. 


(......)


Após um dia cheio de loucuras, dou um simples "tchau" para as meninas e tranco o Chou's. Guardo as chaves em meu bolso e sigo para minha casa, totalmente morrendo de frio, pois eu não tinha levado nenhum casaco. 


Chego na minha residência e logo abro a porta, tranco no mesmo momento e me jogo no sofá.


- Eu não quero nem olhar para aquela anã de jardim. - Bufo e fecho os olhos. - E o que tem olhar para Mina? Huh? Todo mundo olha pra todo mundo, merda.


Após um tempo ali, xingando a anã, adormeço agarrada com um travesseiro.


Notas Finais


Estou vendo como vai ser o primeiro capítulo do imagine da Momo :3

Por isso, se eu demorar já sabem.

Beijus ;3;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...