1. Spirit Fanfics >
  2. Coffee and Cigarettes - Seongsang >
  3. Chapter 4

História Coffee and Cigarettes - Seongsang - Capítulo 4


Escrita por: hwabubbles

Capítulo 4 - Chapter 4


O coração de Seonghwa só faltava sair pela boca.


Havia esquecido que morria de medo de altura, e só de colocar seus pés na entrada do aeroporto, já quis dar meia volta.


Yeosang estava com um sorriso enorme no rosto, dando alguns pulinhos de alegria, parecia que era a primeira vez que viajava.


O loiro engoliu seco, as mãos suavam e seus pés não se mexiam, se não fosse pelo mais novo que o puxou para dentro, ficaria parado lá até o amanhã.


─ Primeira vez? ─ o moreno no qual puxava a mão grande do outro com delicadeza, sentindo a palma da mão suar, se pronunciou com receio, temendo estar indo longe de mais com suas perguntas.


─ Sim. 


Seonghwa nem conseguia prestar atenção direito no que via a sua volta ou no que ouvia, ambos os dedos entrelaçados, deixavam seu coração louco.


Sentaram em um banco no centro, com algumas plantas e uma fonte atrás de ambos, esperando o vôo ser chamado para depois, embarcarem.


Yeosang não soltava a mão do Park de jeito nenhum, talvez porque não percebeu ainda, ou porque queria ficar daquele jeito, entretanto, a primeira opção.


─ Com licença, posso tirar foto do casal?


Uma mulher, no qual a aparência parecia de ter uma idade avançada, perguntou posicionando a câmera na frente do rosto, esperando as palavras saírem da boca de um deles.


Ambos estavam com olhares assustados, porém surpresos, nunca pensaram que qualquer pessoa que passasse ali, achariam que eram um casal.


─ Desculpe senhora, mas, não somos um casal. ─ Kang falou desesperado de nervoso, o loiro estava na mesma situação.


─ Oh, mil desculpas, eu estava passando por aqui e não me contive em ver isso... 


Apontou para as mãos dos dois ainda juntas, o que os fizeram olhar e soltarem rapidamente com os olhares envergonhados.


─ Eu vou naquela cafeteria, quer alguma coisa? ─ o moreno se levantou, colocando as mãos para trás e olhando para um canto, sem ser os olhos do mais velho.


─ Não, obrigado.


Yeosang saiu em direção a cafeteria, deixando um Park Seonghwa cobrindo o rosto de tão envergonhado que estava.


A mulher no qual estava em pé com a câmera em mãos, se sentou ao lado do garoto, observando algumas pessoas passarem por ali.


─ Se gosta dele, devia contar.


Seonghwa que antes estava com a cabeça baixa, olhou para senhora ao seu lado, meio que assustado, porém, aliviado.


─ Irei me machucar se ele disser que não sente o mesmo.


─ Mas irá se machucar mais ainda se não contar, e outra, você não tem certeza se ele não irá sentir o mesmo. ─ a mulher se levantou, arrumando o vestido florido no qual usava. ─ pense Park. ─ foram as únicas palavras ditas antes de sair e deixar o loiro completamente sozinho, e assustado.


Não podia negar que ela estava certa, afinal, qualquer um conseguiria contar os próprios sentimentos mesmo que doesse lá no fundo da alma. 


Mas ele não conseguia.


─ Seonghwa. ─ estalou os dedos na frente do loiro, o vendo sair do transe e se levantar. ─ Vamos? Já chamaram nosso vôo.


Park concordou e começou a caminhar até o corredor no qual no fim tinha a entrada do avião, e só de colocar seus pés lá, sentia que ia desmaiar.


Mas não tinha mais volta.


Sentou na sua cadeira que era do lado da janela, colocando sua mochila no qual carregava, entre suas pernas, colando suas costas no encosto da cadeira macia, sentindo um vento gelado bater em seus braços por o ar condicionado estar ligado.


Yeosang se sentou ao seu lado, guardando seu celular, ─ colocando no modo avião ─ na mochila, olhando aos redores, vendo o avião lotado.


─ Califórnia, aí vamos nós. ─ sussurrou, abrindo um sorriso e encarando o Park, que também sorria. ─ Você está bem Park?


─ Estou sim, não precisa se preocupar.


Tudo o que Seonghwa podia sentir era medo, já viu alguns filmes onde os aviões caiam ou explodiam, e desde então, pensou em nunca viajar em um.


Prometia a si mesmo que não varia mais esses tipos de filme, só para deixar seu medo de lado e passar a experimentar o que nunca experimentou.


Apenas aceitou essa viagem para não magoar o mais novo, só de imaginar o olhar triste e o biquinho no rosto angelical do outro, era de partir o coração.


Yeosang mesmo com vergonha, pegou a mão do outro com certo receio, entrelaçando os dedos e respirando fundo. Seonghwa até então, não estava normal, já basta alguém achar que eram namorados ou noivos por estarem de mãos dadas.


─ Não precisa ter medo, está bem?


Kang parecia que apenas queria protegê-lo, e o loiro percebeu, e isso era o que mais o chamava atenção, seu coração palpitava rapidamente e as suas orelhas estavam queimando.


Kang nem precisava de palavras ou de um simples gesto, sabia que o mais velho concordou mesmo fazendo nada.


Assim, o avião decolou.


Seonghwa estava normal, não queria abrir a pequena janela para não ter um pequeno pânico, então preferia descansar um pouco, dormir talvez, mas o sono nem vinha.


Yeosang lia um livro no qual levará para a viagem, parecia bem focado, por isso o mais alto não queria atrapalha-lo, mas ambas as mão continuavam juntas.


Kang sentiu todos os pelos de seu corpo arrepiarem após sentir uma mão na sua coxa esquerda, coberta pela calça jeans, não era a mão de Park com certeza.


Seonghwa percebeu que o moreno estava tenso, olhou para seu lado e viu um homem apertando a coxa do outro, a raiva subiu por todo o seu corpo e tudo o que fez, foi jogar em cima do homem, causando uma briga, chamando atenção de várias pessoas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...