1. Spirit Fanfics >
  2. Coffee, Bubble Tea, Choko Bank and Candy Shop (hiatus) >
  3. Capítulo 3-Stalker

História Coffee, Bubble Tea, Choko Bank and Candy Shop (hiatus) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Nî hao Lùs.🦌

Boa Leitura e deem viws em MARIA da nossa Queen Hwasa.

Capítulo 7 - Capítulo 3-Stalker


Fanfic / Fanfiction Coffee, Bubble Tea, Choko Bank and Candy Shop (hiatus) - Capítulo 7 - Capítulo 3-Stalker


Já era tarde quando os ocupantes daquele apartamento resolveram levantar. Uma tarde chuvosa de sábado.



—Nossa que preguiça.—Luhan fala se despreguiçando.

— Que horas são? —Tao pergunta se sentando devagar. Dormiram na sala e certamente estavam quebrados. 

—17 queridos.—Kyung fala passando pela pequena sala e segue para  a cozinha.

—Já? Nossa eu tô quebrado. Acho que não vou sair hoje.—Baekhyun fala se jogando no estofado novamente.

—Você ia para onde mesmo? Para aquela boate de novo? 

—Sim Soo. Mas acabei de cancelar. 

—Eu realmente não sei o que você vê de tão legal nesse tipo de lugar. —Luhan fala.

—O lugar não,...

—O que então? Falando nisso, vamos fazer um mini bar no ap quando mudarmos ok?—Tao fala.

—Olha, não direi nada agora, só digo uma coisa, é um cara.—Baek fala.

—Fiquei curioso. Nome?

—As pessoas o chamam de C.Y. Ele é o melhor  DJ e ele é muito gato.—Baek fala.

—Sabe o que acho?—Todos olham  para Luhan.—Que deveríamos ir a essa boate, conhecer o paquera do Baek e quem sabe, conhecer  pessoas novas?

—Vocês topariam?—Baek pergunta.

—Eu não.

—Você vai sim Tao. Até eu vou. Que horas ele estará lá? 

—Ele sempre chega as 22:00pm. 

—Hum. Está decidido então,  iremos a essa boate.

— Não,  hoje é a inauguração da boate dele, com certeza estará lá mais cedo então.

—Um, me parece bem interessante. Vamos ver se esse  C.Y é o que você diz que é.  Não tem nehuma foto dele não? 

—Nunhuma Tao. Eu fiquei bastante intrigado com isso mas né? Vamos que horas em tão? 

—Às 21. Nem muito cedo e nem muito tarde. Bom dá licença que eu tenho que sair.—Luhan se levanta e todos o olham.—Vou ter que ir na loja de Bubble Tea, parece que a sonsa da Yeji perdeu a chave e iriam entregar algumas coisas lá hoje e agora o escravo aqui vai ter que resolver essa bosta. Vou pedi aumento. —Luhan sai batendo o pé em direção ao quarto.

—Tô com fome. Soo, faz bolinhos?—Baekhyun fez cara de cachorro abandonado. 

—Aff. O que eu ganho com isso?

—Meu eterno agradecimento?

—Nossa Baekhyun, vou te ensinar a cozinhar, se não você morre de fome.—Kyung  fala.

—Me ensina? Começa com a receita desses bolinhos por favor.—Riram.

—Nossa, ainda tem que sair nessa chuva. Vou fazer essa vaca pagar o táxi porque eu não sou obrigado.—Luhan apareceu. Estava vestindo um conjunto de moletom e um sobre tudo por cima.

—Você consegue Lu. Pode trazer Bubble Tea pra mim?—Tao disse.

—Não. AHHHH. Ainda mato a Yeji.—Saiu dali após pegar o guarda chuva.


[...]


Luhan pegou um táxi seguindo para a loja de chá. Demorou um pouco devido a chuva forte que caía. O menor pagou o taxista e desceu do veículo em baixo do guarda chuva. Adentrou ao local e ligou as luzes e esperaria por Yeji e os entregadores.


—Quem é você e o que está fazendo aqui? RESPONDE!—Apontou o objeto para o homem que estava em sua frente.  Este era alto e bem atraente ainda mais usando aquele terno vermelho.

—Oi Luhan.—Luhan ficou um tempo calado pensando de onde  ouviu essa voz. Se lembrou. Quando desligou achando que era cobrança. Mas como esse homem tinha seu número? Ele era um stalker? Perseguidor? Estuprador? Assassino? Sereal Killer?

—C-como entrou aqui e como sabe quem eu sou e por que me ligou? Responde se-se não eu vou chamar a polícia. —Ameaçou,  num piscar de olhos os de cabelos cinza estava atrás de si.

—Pela porta.—Luhan deu um grito e se virou rapidamente.—Não fique com medo, eu não sou nada que você pensou.—Luhan rapidamente tateou o bolso do sobre tudo procurando o celular.

—Procurando isto?—Sehun balançou o aparelho em sua mão e Luhan o encarou.

— Me devolva.—Ditou.

—Promete não gritar ou fazer qualquer coisa que chame a atenção.

—Só me devolve ok? Se não fazer,  ai sim que eu vou sair e vou começar a berrar no meio da rua que tem um louco desvairado aqui tentando me fazer mal.—Luhan disse.

—An, sair como?—Luhan olhou para a entrada do local e estava fechada e a chave não estava mais ali como agora a pouco.

—Seu...ok, ok. Quem é você? Como sabe meu nome? Ou melhor,  como sabe quem eu sou e como tem meu contato e como foi que entrou aqui?—Perguntou dando pequenos passos para trás. 

—Por enquanto você pode saber que me chamo Sehun, Oh Sehun. Eu já o conhecia à muitos anos Xiao Lu. Não foi difícil saber seus dados pessoais e seu endereço e foi sua amiga que me deixou entrar. 

—C-calma. Você é um stalker não é?  E o que a Yeji têm haver com isso...Sehun?

—Não sou. Bom, digamos que eu contei para sua amiga minhas intenções com você e ela aceitou me ajudar. 

—Haha. Intenções?  E a Yeji nunca, nunca ajuda ninguém sem ter nada em troca.—Pronunciou Luhan se sentando numa das mesas do local.

—Eu sei e já paguei a ela o favor.—Sorriu malicioso.

—E-enfim, o que quer comigo? —Perguntou. Não queria ficar mais ali.

—Quero que saia comigo, hoje a noite.

—Eu nem te conheço. Como eu poderia?

—Então é para isso que eu quero sair com você. Para nos conhecemos. 

—Tudo bem, contudo, tenho uma condição. 

—Amo condições. 

—Você não vai ficar  me perseguindo se não nos dermos bem escutou? 

—O que  não vai acontecer e por que não hoje a noite? 

—Vou sair.

—Para onde?

—Isso não lhe interessa Oh. Agora—seguiu até o mesmo e pegou as chaves e seu celular—dê licença daqui que eu preciso ir.

—Quando vou ter ver novamente?—Perguntou já do lado de fora em quanto Luhan fechava o local.

—Você não sabe tudo sobre mim? Então isso não será problema Oh. Tchau.—Luhan abriu o guarda chuva e começou andar. Quando virou  para  trás o homem não estava mais ali.


[...]


—E ai Lu, resolveu?—Soo perguntou assim que Luhan entrou no apartamento. Luhan seguiu para as janelas e fechou as cortinas deixando o ambiente escuro.—Luhan?

—Viu um fantasma foi?—Tao brincou.

—Gente...—Se sentou —Tem um saesang na minha cola. E olha que eu nem sou idol.—Luhan falou e os três amigos começaram a rir.—Parem de rir que não é brincadeira.

—Ok, ok quem é esse e como você sabe?—Soo perguntou. 

—B-bom, ele inventou a história que a Yeji perdeu a chave pra ficar sozinho comigo na loja gente...e-eu não tô de brincadeira. Ele havia me ligado antes só que eu não dei importância e hoje ele me disse que sabe tudo sobre mim, inclusive o nosso endereço e-e só vai me deixar em paz se eu sair com ele...—O chinês tremia então os amigos ficaram sérios. 

—Calma Lu. Ligou para a polícia  pra denunciar ele? —Tao perguntou e ele negou. 

—Olha, ele propôs um acordo, você aceitou? —Kyung perguntou. 

—S-sim. Sério, eu vou matar Yeji por ajudar um completo desconhecido a se aproximar de mim e sabe o pior?—o celular de Luhan começou a tocar então o mesmo o tirou do bolso.

—Quem é?—Baek perguntou. 

—Desconhecido. —Falou atendendo.


Call on


—"Oi Hannie. Salve esse número ok? Hannie?"—Luhan não sabia o que dizer.

—Ah, oi Sehun. Tudo bem,  salvo sim. 

—"Que bom. Está disponível amanhã?"

—N-não. 

—"Domingo? Ok, na segunda a noite irei te levar num lugar ok?"

—E-espera um pouco, não sei se estarei disponível. Vou checar e depois de ligo. Bye.


Ended Call


—Então o nome dele é Sehun?—Baekhyun perguntou. 

—Se eu fosse você Lu denunciava ele. Salva o número dele logo e chama ele num chat pois eu quero foto já que você não descreveu seu possível perseguidor.—Zitao disse.

—Eu não vou pedir foto dele não. 

—É só vermos o perfil.—Kyung fala.

—Como ele era Lu?—Baek pergunta em quanto Luhan salvava o número de Sehun e tratava de chama-lo num chat.

—Alto.

—O que mais?

—Ah Baekhyun calma, deixa eu mandar mensagem para ele primeiro.—Disse.


Sehun (Saesang)


Oi. É o Lu.

Eu sei Hannie e faça me o favor de tirar o "saesang" ok? Não sou nenhum perseguidor.


Nesse momento Luhan deixou o celular cair no chão tendo a atenção dos amigos. Kyung pegou o aparelho e leu as mensagens junto com Baek e Tao.

—Lu...eu tô ficando com medo.—Baek disse pegando o celular e digitando alguma coisa. 


Onde você está Seh?

Na minha casa. Por que?

Nada. Bom, fiquei pensando, por que você não tem foto no perfil ou redes sociais?

Não havia pensado nisso. 

Ah. Seria bom você ter não é? O que acha? Eu até ia gostar.

Se você diz vou fazer. 

Que bom. Bom, quando fizer me mande seu nome de usuário tá bom? Ah, pensei bem e acho que deveríamos nos ver amanhã, amanhã a noite. O que acha? 

Excelente. Você quer escolher o lugar?

Não, vou deixar isso com você. Quando escolher me mande o endereço e ai marcamos a hora ok?

Certo. 

Tchau Seh.




—O que você falou pra ele Baek?—Luhan perguntou. 

—Marquei de vocês se encontrarem, pedi indiretamente fotos. Temos que saber quem é esse cara e eu tenho a estratégia perfeita. 

—Assim Lu, ele é um gato.—Tao falou mechendo no celular de Luhan. O Huang estava no Instagram stalkeando o recém feito perfil de Sehun.

—Deixa eu ver.—Soo e Baek disseram ao mesmo tempo. 

—Vou começar a segui-lo.—Baek disse.—Lu do céu,  assim, eu não acho que esse demônio de homem vai querer fazer mal à você.  Olha esse corpo...

—Baekhyun!—Luhan disse.

—É,  ele é bonito sim mas não podemos nos deixar enganar.—Kyung falou.

—Qual o nome dele no ista mesmo? Ah, OhSeh_un. Seguindo. E ele já tem um monte de seguidores. Como é possível? —Baek se perguntou.

—Tá,  me devolva meu celular. Escutem, esse cara é meio louco então vocês devem tomar  cuidado.—Luhan disse.

—Olha Lu, ele está me seguindo. Haha. Acabei de adicionar ele no chat, tem algum problema? 

—Nossa Baekhyun você também em...

—Oxe, não fiz nada Lu, se acalma.

—Vai descansar vai Lu. Amanhã você resolve esse problema.—Tao falou e o chinês saiu dali.

—E você Tao?

—Eu o quê Baekhyun?

—Não tá' seguindo o Kris Wu por que?

—Vai se ferrar Baekhyun. —O Huang saiu dali seguindo para seu quarto.

—Sabe o que é isso né Soo?

—Sei. Se chama saco cheio de Byun Baekhyun.

—He he he he he. Vocês são uns chatos. E não,  isso ai é tesão acumulado. Ah, espero que hoje a noite ele libere isso. Ah Soo, você corou! Que bonitinho.

—Não enche Baekhyun.—Saiu dali.

—Eu em. Que povo extressado. —O Byun falou.




        Horas mais tarde [...]




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...