História Coffee Pot - Moonsun - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, G-Friend, Mamamoo
Personagens Chen, Hwasa, Moonbyul, SinB, Solar, Sowon, Wheein, Xiumin, Yuju
Tags Eric Nam, Exo, Mamamoo, Menção Exo, Moonsun, Park Jimin 15&, Wheesa, Xiuchen
Visualizações 376
Palavras 1.594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eai meus carinhos, tudo bom?

Capítulo recém saído do forno pois assim como semana passada, eu cheguei da escola e acabei capotando na cama, bom que desta vez eu consegui acordar às 19:00.
Venho andado sem criatividade esses dias, e cada vez que ela aparece, é para uma história nova. Já tenho três one-shot's e uma 2shot prontas mas eu não tenho certeza quando postar [Ps: Até as capas e capas dos capítulos já estão prontas, eu não sei o que to fazendo da minha vida!]

Sexta eu tenho outro fucking simulado e eu já to me sentindo morta sem nem mesmo faze-lo.

Espero que gostem desse capítulo, vocês vão perceber que ao contrário dos outros, esse aqui está no ponto de vista do autor.
-ignorem erros pois eu praticamente acabei de acordar-

Boa leitura!!!

Capítulo 11 - 1.1 - Black Eye


Fanfic / Fanfiction Coffee Pot - Moonsun - Capítulo 11 - 1.1 - Black Eye

11 – Black Eye

Quando o caso é SoJung, Solar amadurece de uma forma absurda, e Moonbyul sabe disso.

A loira, por mais que goste muito de cuidar da, futuramente sua, castanha, gosta de vê-la cuidando da irmã mesmo que indiretamente, sendo por não comer algo da geladeira pois é o favorito da mais nova, até mesmo em se prontificar a ficar em casa quando a mais nova está doente.

Se formos parar para pensar, levando em conta o histórico de cuidado paterno e materno que as irmãs Kim tiveram, Solar cuida de sua irmã de uma forma na qual seus pais nunca cuidaram, afinal, eles nunca estavam presentes.

Não estavam presentes quando a mais nova menstruou pela primeira vez. Não estavam presentes para saber sobre suas conquistas na escola. Não estavam presentes para saber sobre seu primeiro beijo. Apenas estavam presentes para controla-la como quisessem.

Já Solar? Foi aquela que emprestou absorvente para a mais nova e a explicou como se cuidar dali pra frente. Estava ao seu lado quando ela ganhou a medalha de segundo lugar nas olimpíadas de química da escola e cuidou de si quando o garoto no qual ela estafa a fim tinha magoado seus sentimentos.

Solar para SoJung foi a mãe que ela nunca teve.

“Querem um spoiler meus carinhos? Futuramente, para SoJung, Moonbyul também será importante, quase que como uma terceira mãe.”

-x-

As irmãs se encaravam e Moonbyul se sentia entre uma batalha de olhares. Aqueles dois dias que Solar tinha para pensar no que diria para a irmã havia se passado rapidamente e o dia do encontro havia chegado. Era visível o nervosismo em ambas as partes, o de Solar em não ser entendida e o de SoJung em não conseguir saber a verdade. Inconscientemente, SoJung sabia que tinha algo de errado em tudo o que sua mãe a dissera.

O copo de black eye em cima da mesa já se encontrava parcialmente frio. Já faziam alguns minutos que elas apenas se olhavam sem dizer uma palavra sequer. Moonbyul que já havia visto fotos da mais nova, percebeu que ela tinha mudado muito em apenas um mês, e sabia que Solar pensava a mesma coisa enquanto analisava-a.

SoJung parecia entediada e brincava com a colher que estava do lado da xícara. Seu corpo estava estirado na cadeira e Moonbyul se perguntava internamente o por quê de estar ali quando aquela conversa em particular era para ser apenas entre as duas irmãs, entretanto, logo se lembrou do pedido de Solar para que ficasse ao seu lado durante o diálogo.

 —Olha, eu vim aqui atrás de explicações...e é isso que eu vou conseguir. —a mais nova das três disse enquanto se ajeitava na cadeira —Por que se afastou de mim? Sei que nada daquilo que nossos pais disse é verdade, você nunca pensaria isso de mim, pensaria?

Seu semblante era mais sério do que o de dias atrás e sua voz era questionadora entretanto vacilante. Moonbyul sabia que ela tinha medo de Solar dizer que era tudo verdade, ela não conseguia e muito menos queria acreditar que tudo aquilo não fazia parte de uma cena de um dorama qualquer com o enredo ruim.

Solar mexia seus dedos ansiosamente e retirava o esmalte das unhas entre lascas, em um puro sinal de nervosismo que não conseguia conter. Olhava para a tela do celular que estava em cima da mesa de momentos em momentos, a espera de alguma desculpa que pudesse ser usada para se retirar da mesa, como uma ligação.

SoJung estava a espera de uma resposta e YongSun a enrolava enquanto se voltava para o teto a procura de palavras. Não queria colocar a mãe em uma saia justa mesmo depois de tudo que tinha feito e vendo que a irmã não conseguia dizer nada, a Kim mais nova riu soprado e se levantou bruscamente da cadeira se dirigindo entre passos largos em direção a porta.

Com isso, Solar pareceu acordar e resolveu dizer o que estava em sua mente antes que ela alcançasse a saída.

—Não. Você sabe que não. —respondeu de forma calma fazendo sua SoJung parar de andar —Você quer a verdade Sowon, pois bem, vou te contar a verdade. Nossa mãe ameaçou-te indiretamente por minha culpa.

Sua voz soou no ambiente quase que vazio do café e Sowon se virou na direção da mesa que antes ocupava para olhar a irmã e a possível futura cunhada. Trocou o peso das pernas, e cruzou os braços em puro sinal de insegurança enquanto olhava para baixo tentando assimilar o que fora dito.

—Eu contei a ela que havia terminado com o Eric e que agora estava com a Moonbyul. Pelo que parece, além de todos os outros motivos existentes para ela não gostar de mim, mais um foi adicionado à lista, minha sexualidade. —Solar continuou a falar enquanto olhava fixamente para a irmã já que a cadeira em que estava tinha livre visão para a saída do café —Ela ameaçou você, SoJung, disse que iria dar um jeito de fazer você não ser aceita em nenhuma faculdade se por acaso eu não me afastasse, e você sabe que eu não faria nada para te prejudicar, por isso eu obedeci.

—Nós poderíamos ter enfrentado isso juntas, Solar, você não entende? —o tom de voz de SoJung era de decepção —Você ser minha irmã significa que apesar de todos aqueles desentendimentos bobos que tivemos, nos apoiamos e contamos uma com a outra para qualquer situação, principalmente em uma como essa. —a mais nova soava magoada enquanto puxava um pouco os cabelos para trás em sinal de estresse.  

—O que você queria que eu fizesse? Se eu continuasse a manter contato ela iria descobrir, não duvido nada que cumprisse as ameaças feitas. —a Kim mais velha tornou a responder um pouco exaltada e Moonbyul pegou em sua mão rapidamente a apertando em seguida.

Naquele momento, a proprietária do café entendeu o porquê da sua presença ser necessária. Precisava estar ali para acalmar Solar se por acaso algo acontecesse e ficou secretamente feliz ao perceber que Solar precisava de si para “manter-se em si”.

—Você pode saber muito sobre tudo, mas continua sendo uma criança perante a lei. Você precisa daquelas pessoas como responsáveis. Você ainda precisa viver sob a asa deles. —continuou com seu monólogo vendo aos  poucos a mais nova se aproximar e sentar na cadeira onde estava antes.

—Você sabe que eu não quero ficar naquela casa Solar, eu não quero. —a mais nova das três disse enquanto apoiava os cotovelos na mesa e colocava ambas as mãos no rosto, frustrada.

YongSun vendo aquilo não pode evitar de sorrir minimamente. Era como se estivesse vendo a si mesma a anos atrás, quando decidiu que iria contra a ideia dos pais de seguir a faculdade  que eles queriam para escolher uma por conta própria. Por esse motivo, seus pais acabaram por não ajuda-la em nada e Solar se viu obrigada a sair daquela casa, conseguir um dormitório e fazer o teste para ver se estava qualificada a entrar no curso que mais queria, arquitetura.

Felizmente, tudo deu certo para si, mas ela se preocupava com a irmã. Sabia que a mais nova queria seguir no ramo da moda e tinha completa certeza que seus pais não sabiam disso, pois se soubessem, já teriam feito o mesmo com a outra filha e a história se repetiria.

Solar não tinha ninguém para se apoiar quando veio para Seoul, entretanto, sua irmã tinha a si, e não mediria esforços em ajuda-la a sair das asas dos pais.

—Faremos o seguinte. —Solar começou a dizer enquanto abaixava as mãos da irmã fazendo-a olha-la —Quando você terminar o ensino médio, você irá vir morar comigo. Farei de tudo para ter minha casa própria já que ainda moro no dormitório da faculdade, e quando você estiver para ingressar na mesma, você irá tentar entrar para o curso que você quiser mesmo que nossos pais forem contra. Eu não tinha ninguém para me ajudar quando saí de casa, mas isso não precisa acontecer com você.

Moonbyul sorriu de leve com as palavras da morena, um tanto quanto orgulhosa. Viu naquele momento, o amadurecimento que Solar teve com o passar do tempo, e arriscava dizer que era por causa da irmã. Sabia que a Kim mais velha se via obrigada a cuidar de Sowon já que os pais dela não o fazia.

Enquanto Moonbyul estava orgulhosa, Sowon estava surpresa. Tinha o pensamento que mesmo após conversar com a irmã mais velha, nada adiantaria e ela continuaria por ignorá-la. Para si, fora uma surpresa ela ter aceitado seu “convite” e agora, estava mais surpresa ainda de Solar ter planejado um futuro na qual ambas estão lado a lado contra o controle dos progenitores.

A mais nova entre as três não se segurou e acabou por perguntar.

—Por que você faria isso, YongSun-unnie?

A castanha citada sorriu com a pergunta e olhou de soslaio para Moonbyul que apertou sua mão novamente em um gesto de segurança. Esta, sem desfazer do aperto que a loira havia dado, respondeu a pergunta sendo seguida da fala da mais velha entre as três.

—Por você maninha. Não quero que assim como eu, você tenha que se virar sozinha para seguir seus próprios sonhos. E é como você havia falado, nós somos irmãs, precisamos nos apoiar e contar uma com a outra em qualquer situação.

—E tenham certeza que até lá, vocês duas não estarão sozinhas nesta luta, pois eu estarei do lado de vocês o tempo todo pro que der e vier.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Corri contra o tempo aqui pessoal; neste exato momento são 00:56 aoidjoidj

AGRADECIMENTOS SKJDFJSNI'MYOURFANTASY

Coments: @Birgui ; @YuByulShipper ; @FSNCNE ; @Sangela ; @Kim_HeeYoung ; @MandhUnnie ; @Aquriana ;

Favs: @backtosuburbia ; @Covalesky ; @michaenglovesz ; @cookiebyul ; @yoonminart ; @FuuZ ; @Mabz ; @LinHanS ; @marianadias98 ; @Ariadnebernardo

OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS E PELOS NOVOS FAVORITOS!!! SEJAM BEM VINDOS NOVOS CARINHOS, ESPERO QUE GOSTEM DE FAZER PARTE DESSA FAMÍLIA.
Aos que comentaram no 1.0 , eu irei respondê-los, juro, eu apenas acabei por me atrasar por conta de tanta coisa que vêm acontecendo.

Até semana que vem carinhos, tenham um bom resto da semana. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...