1. Spirit Fanfics >
  2. Coffee shop >
  3. Desmaio

História Coffee shop - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


capa aleatória🍒
se quiserem comentar ficarei feliz mas não estou exijindo 🍒
boa leitura🍒

Capítulo 3 - Desmaio


Fanfic / Fanfiction Coffee shop - Capítulo 3 - Desmaio

Lisa mais uma vez convida Solar para vir com a gente,não me sinto encomodada com isso,Solar é uma garota legal,durante o caminho vamos conversando sobre assuntos aleatórios e no ponto de ônibus,Lisa foi embora primeiro ficando apenas eu e Solar 

-Você havia perguntado de como foi fazer dupla com a Emma por ciúmes certo?-pergunto a olhando apreensiva,ela logo desmanchou o sorriso e fica um silêncio no local,mas ela não perguntaria aquilo sem nenhum motivo 

-Sim-diz baixo e abaixa a cabeça -desculpa-levanta a cabeça e me olha 

-não tem problema-sorrio mínimo 

o próximo ônibus chega vejo Solar ajeitar as suas coisas dando a entender que aquele era o ônibus que ela iria entrar

Assim que o ônibus parou ela foi andando antes de entrar no ônibus ela vira e diz-tchau cherry até-acenando sorrindo 

-tchau Solar até-digo acenando também sorrindo

ela entra no ônibus e o ônibus da partida,não demorou muito e o meu ônibus também chegou entrei,paguei a passagem e me sentei na Janela.Chegando na cafateria faço o mesmo de todos os dias me troco e o meu espediente começa,a melhor parte de estar na cafeteria é sentir o cheiro do café feito na hora é tão relaxante que me sinto em casa,em momentos livres quando não tinha nenhum cliente aproveitava para limpar o balcão e acabava pensando na tal moça,não é preucupação..é?

Quando o espediente havia acabado,troquei de roupa e peguei as minhas coisas,sai da cafateria para ir para casa até que vejo na rua a mesma moça,ela estava andando torto com o rosto coberto que nem ontem por esse fator a reconheci ,ela não parecia bem então fui ajuda-la 

-Moça você está bem?-pergunto ficando na frente da mesma

-Tá pensando que eu sou fraca né vazia? - diz em pausas nitidamente pude sentir o cheiro de maconha e álcool 

-moça qual o seu nome?onde é a sua casa-pergunto paciente 

-Não ri não vou para lá -diz e em seguida desmaia caindo para frente caindo em meus braços,quase tirei oque cobria o seu rosto mas acho que seria invasão de privacidade então decidi que seria melhor não tirar, dei um jeito de coloca-la sentada na calçada,peguei o meu celular para ligar para o Samu mas está descarregado 

-merda-digo baixo,tentei ligar o celular de diversas formas e não consegui,olhei para  os lados tentando pensar em uma solução mas nada vinha na minha cabeça até que vejo que no bolso da moça havia um celular ,provavelmente dela 

-Me desculpe mas terei que olhar o seu celular- chego perto da mesma em silêncio,a observo um pouco mesmo não dando para ver seu rosto seu cheiro me lembra do de alguém mas não sei quem,  segundos a observado percebo que perdi o foco então balanço a minha cabeça em tentativa de me concentrar,peguei o celular da mesma e minha nossa é um   Iphone de última  geração, ligo e o seu papel de parede é rosa aaa nem para ter uma foto dela,perdi o foco novamente então dou uma tapa leve no meu rosto,  como tem senha pude ligar apenas para o samu na parte da tela em baixo estava "chamadas de emergência" clico,e ligo para o Samu 

-Alô,é o Samu qual a emergência?  -pergunta o atendente 

-Eu estava voltando do trabalho e vi uma moça drogada e bêbada,ela desmainou e eu não sei oque fazer-digo colocando a mão na testa 

-Se acalmasse e me diga onde você está? -pergunta 

Após dar todas as informações necessárias,10 minutos depois eles chegaram com uma ambulância,colocaram a moça na maca já que ela estava desmaiada e a leva para o hospital

-Você quer ir junto com ela senhoria? - diz o moço do qual eu falei com a porta da ambulância aberta. Não sabia oque responder,eu não há conheço mas ela é intrigante de mais quero saber se ela está bem e já estava ficando tarde seria perigoso ir muito tarde sozinha 

-Não..eu não há conheço- digo arrastado no  "Não" por dúvida se devia ou não 

-Ok,Boa noite-diz fechando a porta da ambulância

-Boa noite-digo pausadamente 

O moço entra na porta da frente da ambulância e ela da partida,fiquei um tempo parada no mesmo lugar onde estava pensando naquela moça,em momento nenhum vi o seu rosto ao menos sei seu nome,ela é muito "estranha" porque diabos ela estava bebendo e fumando ? muitas perguntas de uma vez.Quando percebi que estava no meio da rua ainda parada me desperto dos meus pensamentos e vou para o ponto de ônibus,eu havia perdido o meu ônibus que costumo pegar mas ainda vai passar outros então espero até chegar o qual eu vou ir,me sento e no caminho vou ouvindo música mas não parava de pensar nela que garota intrigante 

>Dia seguinte<

Já na escola na primeira aula a professora diz 

-Alunos a  aluna Emma está ausente hoje por questões pessoais mas,digam a ela depois sobre o trabalho que irei passar-

Aleluia que essa garota não veio,um dia de paz pelo menos,amém? 

horas depois 

-Sério?que babado menina-diz Lisa de boca aberta um tanto surpresa dando uma mordida no seu salgado em seguida 

-Eu não sei como ela está já que não sei em que hospital ela foi e eu nem conheço ela..espero encontrar ela hoje-digo olhando para um lugar aleatório 

Sim,eu havia dito sobre ontem para Solar e Lisa já que elas são minhas amigas 

-Tá toda preucupada com ela hmmm-Solar da uma cotovelada em mim como provocação e seu sorriso pervertido fazendo Lisa rir e eu também 

horas depois 

Já estava na hora do meu espediente,Eu estava organizando as notas no caixa concentrada até ouvir 

-Moça quero uma mini torta de maçã e um café puro-quando levantei a minha cabeça e vejo a bendita moça,fico em choque por alguns segundos mas logo mantenho o foco já que estou em horário de trabalho,vou preparar o pedido da mesma e tenho uma ideia..e se eu...














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...