1. Spirit Fanfics >
  2. Coisas novas >
  3. Tentando entender...

História Coisas novas - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Um pouco maior hehe, espero que gostem dessa. ( ˘ ³˘)♡

Capítulo 4 - Tentando entender...


Fanfic / Fanfiction Coisas novas - Capítulo 4 - Tentando entender...

Hiroshi on

Voltamos pra sala em silêncio e eu ainda estava tentando segurar meus surtos por conta de Haru, eu me lembro de surtar assim quando vi minha irmâzinha pela primeira vez, ela era tão pequena e eu ficava olhando pra ela com vontade de morde de tanta fofura, senti o mesmo quando vi ele, acho que estou ficando louco.

Chegando na sala ele se sentou na carteira dele e eu na minha, eu queria ir até la conversar mais com ele mas na hora que eu pensei em me levantar chegou outro garoto e começou a falar com ele, mas... não sei porque senti que ele não estava tão interessado na conversa com o amigo dele pois ele so estava olhando pra mesa e escrevendo algo e parecia até que seu amigo estava falando sozinho. E então o professor entrou na sala e começou sua aula e todos voltaram aos seus lugares.

As aulas se passaram e tudo que pensava era naqueles olhos totalmente pretos e quase sem brilho, parecia que eles não tinha um motivo para brilhar e por algum motivo sinto que ja tinha visto esses olhos antes, eram tão famíliar, e fiquei viajando, peguei meu celular para olhar meus olhos para ver se era so coisa da minha cabeça ou os dele era realmente sem brilho, até que vejo alguém para na minha frente e eu olho lentamente para cima.

- Você é novo por aqui não é? Pois não sei de onde veio mas em todas as escolas é proibido usar o celular mocinho, então guarde antes que eu te leve pra diretória. - o professor fala para mim se abaixando um pouco para meu lado,.

- Ah..ah... sim claro! Me desculpe eu estava apenas vendo as horas. - digo nervoso e totalmente atrapalhado.

- Por isso temos um relógio na sala sabia. - ele fala apontando para o relógio na parede a cima da mesa dele.

- Ah... me despulpe. - falo olhando para a mesa.

O professor volta pra sua mesa e eu fico totalmente envergonhado, sinto meu rosto queimar, acabo escutando umas risadinhas do meu lado e isso me deixa mais envergonhado ainda. A fico torceno para a aula acabar logo, eu so queria ir embora depois disso tudo, não era assim que imaginava meu primeiro dia de aula, foi terrível.

Fiquei as aulas todas quieto na minha, sem sair pra nada, e enfim bate o sinal, pego minhas coisas e saio o mais rápido possível.

Minha mãe disse que iria me buscar na saída mas eu ligo pra ele e peço pra me deixar ir embora a pé, dei como desculpa que queria decorar o caminho pra casa e ela deixou. Eu ja tinha decorado o caminho, consigo decorar fácil as coisas, então fui caminhando, chutando pedras e cantarolando qualquer coisa que vinha na minha mente. A cidade era muito bonita, estavamos na primavera e tinham tantas flores por todo o canto, árvores lindas, paisagens que toda hora parava pra tirar foto delas, estou realmente ansioso para conhecer mais dessa cidade.

Vou caminhando até que chego em uma ponte, de um lado era um rio e o outro era a continuação, era a tarde e o sol estava se pondo, era uma vista linda então eu parei e me apoiei no parapeito da ponte e fiquei olhando para o por do sol, estava um clima agradável com um leve vento, fiquei viajando um pouco e de repente senti uma mão no meu ombro.

- Ei! Você não é o garoto novo que entro na nossa sala ?

Me virei meio assustado e percebi que era aquele amigo do Haru e logo atrás dele estava ele olhando para mim.

- Eh...sim sou eu, me chamo Hiroshi. - eu disse olhando para o amigo dele.

- A sim! Me chamo Mitsuo Tanaka, melhor amigo do Haru! - ele diz todo empolgado.

- Des de quando? - Haru disse surpreso olhando pra Mitsuo.

- Como assim "des de quando?", somos amigos faz tempo ja.

- Se conhecemos ano passado baka, não faz tanto tempo assim para sermos melhores amigos. - Haru disse olhando para o por do sol.

- Que?! Por que você é sempre assim? - Mitsuo fala com voz de choro.

E os dois ficam discutindo por um tempo, e então eu digo:

- Você namoram? - "por que perguntou isso?" pensei na hora, e antes de falar mais alguma coisa Mitsuo começa a rir.

- O que? Hahaha, a gente pareçe namorados? Vem cá Haru me da um beijinho - ele fala indo abraçar Haru.

E Haru da um soco na bochecha dele.

- Nem pense nisso seu baka! - Haru disse com um tom mais alto.

Fiquei olhando para Haru por um tempinho, "ele e tão fofo quando está bravo" pensei.

- Ah desculpe por isso do nada, eu estava apenas brincando. - digo meio envergonhado.

- Eu também estava mas alguém aqui não sabe brincar! - Mitsuo fala olhando bravo para Haru com uma das mãos na bochecha.

- Eu apenas me defendi - Haru disse calmo.

Mitsuo fica choramingando do lado, e eu fico rindo de canto da boca.

- Mas... eae, onde é sua casa? Podemos te fazer companhia até la se quiser - diz Mitsuo.

- Ah não é tão longe, mas seria otimo uma companhia - falo sorrindo e então começamos a andar.

Mitsuo não calava a boca, ele gostava de conversar, e eu estava so rindo das coisas que ele falava, mas Haru não dizia nada, parecia pensativo.

- Tem algum esporte preferido Hiroshi? - pergunta Mitsuo.

- Faço nataçao des de pequeno, sou apaixonado por água. - fala meio empolgado.

E depois que falei, percebo que Haru deu um leve pulo e olhou para mim, e eu me virei e olhei pra frente e tentei enconder o nervosismo que senti ao me encontrar com os olhos dele.

- Uou que legal! Sempre quis participar do clube natação mas não sei nadar muito bem, eu me afogaria fácil naquela piscina enorme. - disse Mitsuo.

- Tem clube de natação na nossa escola? - eu perguntei.

- Sim, você pode até se escrever pra participar, quem é do clube de natação sempre vira o mais famosinho da escola, pode até conseguir mais popularidade com as meninas em - Mitsuo disse me cutucando com o cotovelo e dando um sorrissinho malicioso.

- O que? Hahaha eu não ligo pra popularidade, não mais... - eu falo, e fica um silêncio por um bom tempo.

Andamos mais um pouco até chegar em uma esquina onde os dois pararam.

- Bom, minha casa e pra esse lado então vou ter que deixar vocês aqui, até amanhã. - disse Mitsuo indo para o outro lado.

Ficamos parado la por um bom tempo olhando o Mitsuo ir embora até Haru falar comigo.

- Pra onde é sua casa ? - ele me perguntou.

- Eh...e pra esse lado. - disse apontando pra outra rua.

- Então vamos. - ele disse ja andando.

- Okay. - disse seguindo ele.

No caminho nenhum de nos falava nada, a rua estava bem quieta o vento estava um pouco mais forte. Disfarçava um pouco e ficava olhando para ele, os cabelos laranjas dele voando e eu acabei ficando hipnotizado.

- Você está bem? - ele disse

- Ah? - falo meio assustado.

- Por causa do que aconteceu hoje com o professor. - ele fala

- Ah, isso, eu tinha até me esquecido.

- Você ficou quieto o resto das aulas depois disso.

" Ele tava prestando atenção em mim?" me perguntei.

- Bem eu realmente fiquei mal, mas tudo bem, ja tinha até esquecido depois que vocês apareceram.

- Ah sim, que bom - ele fala olhando pra frente ainda.

Eu fico um pouco vermelho na hora mas ele passa rapido. Continuamos até que ele para na frente de uma casa e eu me viro pra ele.

- Essa é sua casa? - eu pergunto.

- Sim.

- Okay... bem eu vou indo, até amanhã na escola. - falo acenando pra ele vou indo embora, e vejo ele acenando de volta.

Isso tudo foi bem estranho, será que eu... Que? Não! Não pode ser isso, eu pensava que quando chegasse na escola iria conhecer varias meninas, mas as meninas que chegaram hoje eu literalmente recusei e não senti nada por elas, bom, isso deve ser coisa da minha cabeça amanhã isso passa. Andando mais um pouco eu chego em casa, "não é tão longe da casa do Haru" pensei e na hora balancei a cabeça e entrei.

- Olha so quem chegou, como foi na escola filho? - falou minha mãe indo até minha direção pra me dar um beijo.

- Foi legal mãe. - falo tentando parecer animado.

- Irmão! - surge uma menininha correndo até mim.

- Oi Yumi! Como foi na sua escola?

- Eu amei, a gente brinco e eu fiz varios amigos e...- peguei ela no colo e ela continuo falando e falando.

Parece que alguém teve um dia bom na escola e não foi eu esse alguém, me sentei no sofá com a Yumi e ela ficou contando sobre a escola dela, ela estava tão animada falando que eu acabei ficando animado também. Minha mãe se juntou a nos e ficamos so escutando aquela coisinha fofa falar, até que minha mãe joga uma bomba do nada.

- E você Hiroshi, conta pra gente como foi na sua escola, você tava tão animado deve ter sido muito bom não é mesmo Yumi?

- Sim, sim, conta pra gente maninho - Yumi disse toda animadinha olhando pra mim.

- Ah..que? - na hora congelei, "não vou falar que foi horrível, odeio mentir mas..." - Foi legal! Fiz dois amigos e descobri que tem um clube de natação que posso me escrever! - disse com um sorriso e elas não perceberam meu nervosismo, acho...

- Que otimo! Que alivio que tem natação por aqui não é? E seus amigos, como eles são? - minha mãe disse.

- Eles são legais, eles me acompanharam e me mostraram algumas coisas daqui.

- Que bom! Na próxima porque não convida eles para vir aqui?

- Ah? Aqui? Em casa? O Haru? - disse assustado.

- E por que não? E quem é Haru, e um dos amigos? - minha mãe perguntou meio surpresa.

- Aah e... - estava procura algo para eu fugir até que meu pai chega do nada.

- Olha só todo mundo reunido! Estão bem? - ele diz ficando em pé perto da minha mãe.

- Bem pai, agora preciso ir tomar banho, to bem cansado sabe. - falo se levantando e subindo pro meu quarto.

Entro no meu quarto e fecho a porta, "o que foi aquilo Hiroshi?" foi terrível mas acho que eles não perceberam. Coloco minhas coisas na cama e vou direto pro banheiro, ligo o chuveiro e fico parado so sentindo a água gelada em meu corpo, foi um dia cansativo e eu estava com dor de cabeça precisa descansar. Termino meu banho e deito na minha cama, volta em minha mente a cena dos cabelos laranjas dele voando, penso tanto que acabo pegando no sono.

★ Haru on ★

Quando chego em casa vou direto tomar um banho, tomo um banho rápido, termino meu banho e enrolo a toalha na minha cintura e vou pra cozinha fazer alguma coisa pra comer, acabo fazendo uma torrada e pego um pouco de refri que estava na geladeira e vou para meu quarto. Troco de roupa e me sento na minha cama, como rápido e me preparo para deitar até que penso e pego minha mochila e me sento de novo na cama. Quando tinha chegado do intervalo eu pensei em anotar tudo que estava sentindo em meu caderno.


Caderno do Haru

- Nervosismo

- Soando frio

- Coração acelerado

- O que é isso? - me pergutei.


Eu me senti assim uma vez so na minha vida a muito tempo atrás, aqueles olhos... eles me fizeram ficar assim, um sentimento bom mas ao mesmo tempo me deixa com medo. Não conseguia para de olhar para ele na aula, logo depois do professor xingar ele eu percebia que ele não estava bem e queria ir la falar com ele, mas fiquei bem depois de saber que ele estava bem mesmo depois disso. Nunca gostei muito de piscinas, tenho alguns alguns traumas antigos em relação a isso, fiquei surpreso dele gostar de natação e fiquei curioso do porque dele amar isso.

Fiquei pensando por um tempo sobre isso tudo, era tão confuso, então decidi continuar falando com ele para descobrir o que era isso tudo, se for o que estou pensando pode causar algo pior ou...não. Acabo pensando tanto e pego no sono com meu caderno em mãos.


Notas Finais


Estou com várias ideias, me digam se tão gostando ou não! Bye ╰(^3^)╯


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...