1. Spirit Fanfics >
  2. Coisas que Eu Faria com Você - Red Velvet (Joy) >
  3. Inícios Estranhos

História Coisas que Eu Faria com Você - Red Velvet (Joy) - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


Pensou que ia ter hot?
pensou errado!
hoje ainda não, mais amanhã talvez heheh
Enjoy!

Capítulo 27 - Inícios Estranhos


 

Hoje é o dia em que Yeon vem para a mansão, teremos o nosso momento de casal tão esperado por mim. É inacreditável que depois de todos esses meses ela estivesse viva, bem e trabalhando. É maravilhoso ir ao restaurante e encontrar ela trabalhando com um sorriso nos lábios. Acabei de chegar, é quase fim de tarde estou esperando ela terminar de ajudar o Kun para irmos para a mansão. Enfim ela terminou de ajudar e entramos no carro.

- Nem acredito que finalmente vai conhecer o lugar onde moro. – falei muito animada.

- Lá é tão bom assim? – Yeon perguntou.

- Sim Nina, lá é muito tranquilo, tenho certeza de que você vai amar. – falei sem desgrudar os olhos da estrada.

Passamos a viagem conversando algumas amenidades e do nada Yeon perguntou se eu tinha namorado alguém recentemente.

- Sim, eu namorei uma mulher chamada Yeon, por que a pergunta? – perguntei curiosa.

- Nada, pesquisei algumas coisas sobre você no celular, descobri que além de ter muito dinheiro sequestraram e mataram a sua ex namorada a uns 4 ou 5 meses? É isso mesmo?

- Sim, é verdade. Por que isso é importante agora?

- Por que eu não sei se está pronta para se relacionar comigo, não está sofrendo pela falta que ela deve fazer na sua vida?

- Não estou sofrendo mais, por que voltei a ser feliz, por culpa sua, não tenho do que reclamar. – falei deixando Yeon sem palavras.

Chegamos na mansão vi os olhos da menor esbugalharem de tão surpresa.

- É exatamente igual a casa com a qual eu sonho quase todos os dias. – Yeon falou e fiquei chocada.

- Você lembra de estar aqui? – perguntei chocada.

- Só nos meus sonhos, nos meus sonhos eu tinha uma namorada, nunca consigo lembrar do rosto dela, mais o nome era igual ao seu, no meu sonho ela morava aqui. São realmente idênticas. – Yeon falava.

- Você sempre sonha com isso? tipo todo dia? – perguntei menos curiosa.

- Sim, todas as noite eu sonho com a mulher da casa chamada Joy, as vezes não sonho com a casa, mas sempre sonho com ela. Acho que sou muito carente, não consigo ao menos dormir e não sonhar que uma mulher tão legal é minha namorada.

- Chegamos, agora vou te apresentar meu primo e o noivo dele ok? Eles moram comigo.

Entramos e deixei ela na sala, subi as escadas e fui ao quarto dos rapazes.

- Ela chegou, venham falar com ela. – avisei e sai do quarto correndo de volta para a sala.

- Tudo aqui parece muito com as coisas dos meus sonhos, é como se eu já estivesse aqui. – Yeon falou.

- Se sente bem aqui?

- Sim, me sinto. É como estar em casa.

- Que bom se sente bem, venha conhecer meu quarto. – fiz um sinal com a cabeça e a chamei para o meu quarto.

No meio do corredor nos encontramos com meu primo e Lucas.

- Olá, você é a namorada da Joy? – Jungwoo falou não tão surpreso e ao mesmo tempo não entregando o jogo.

- Ainda não namoramos, estamos indo com calma, não é Joy? – Yeon falou e tive uma impressão que ela tinha falado de propósito como da primeira vez que Jungwoo perguntou se namorávamos a meses atrás. Ela sabia que eu tinha pressa de namorar ela, por que disse isso?

- Sim, com calma... – falei a baixando a cabeça.

- Levem o tempo que precisarem para se conhecer, quanto mais vocês saírem juntas melhor. – Lucas falou me ajudando a contornar a situação. – Foi um prazer conhecer você Nina, fiquem a vontade, eu e o Jungwoo vamos pedir pizza. – falou e desceu para pedir.

Seguimos para o meu quarto e sim esse foi o momento mais esquisito de todos, Yeon paralisou na porta e observava atentamente cada pedaço do ambiente que estava prestes a entrar.

- Joy, pode me explicar o porquê absolutamente todos os cômodos da sua casa estão nos meus sonhos? Especialmente o seu quarto?

- Como assim? – perguntei nervosa.

- Sempre que eu sonho com essa mulher chamada Joy, estamos sempre nesse quarto transando, e ESSE QUARTO É SEU!! – Yeon falou se exaltando um pouco.

- Nina, se acalma por favor. Eu não sei como te explicar esse tipo de coisa... – antes que eu pudesse falar mais algo Yeon colocou a mão na parte de trás da cabeça, fez uma cara de dor e caiu no chão. – NINA!! – falei tentando acordar o corpo que agora estava caído no chão do meu quarto e fiquei sem resposta.

Chamamos o médico da família e pedi que ele avaliasse a condição de Yeon, passamos um longo tempo conversando a respeito de tudo o que havia acontecido e logo o médico chegou a uma conclusão.

- Provocar as memórias dela a voltarem pode ser perigoso, mas é necessário. Acredito que com o tratamento correto as dores de cabeça vão passar, o fato dela sempre sonhar com a senhorita é algo bom e ao mesmo tempo preocupante. Ela lembra do quanto era feliz com você, mas não lembra do seu rosto por algum motivo, de alguma maneira do relacionamento de vocês duas parecia ser um peso para ela? No momento que ela foi agredida isso pode ter influenciado no fato de que ela esqueceu seu rosto, mas não o seu amor.

O médico falava e comecei a analisar o meu relacionamento com Yeon de outra perspectiva, será que eu fiz mal enquanto tentava ajuda-la? Não faço ideia, é o tipo de coisa que vou perguntar a ela quando tudo se ajustar.

Voltei para o quarto e vi que ela ainda dormia desacordada, peguei uma das mãos da minha namorada e apenas fiquei ao seu lado na cama e foi assim que eu adormeci, olhando para a minha namorada a espera de que ela acordasse.


Notas Finais


eitaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...