História Cola - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 565
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Prosa, sexo e qual é o seu nome?


Eu estava sentado na minha moto vermelha vendo aquela cena daquele casalzinho brincando de casinha no meio da rua, que raiva! 

Meu baby veio da Califórnia mora em Nova York, tem seus olhos azues e seu cabelo loirinho o tipo de homem que eu não gosto, mas ele tem seu charme especial, ele vive na sua tristeza diária a qual faço parte, ele dirige seu carro por toda a cidade, e deveria chamar por mim e não por aquela vadia! Mas não posso fazer nada ele tem sua vida medíocre e eu minha vida triste. Ele vive por amor ama suas drogas ama seu bebe  também, tudo seria tão perfeito se não fosse ela. Poderia deixar essa minha vida e até minha liberdade tipica dos anos 70. 

-Oi, Ray! Disse ela em quanto chegava perto de mim com ele.

-Oi, linda! Você está mais bonita hoje parece que a noite foi ótima ontem não é?-Vagabunda! Otaria, te odeio!

-Ai! Sempre exagerado, sim tive uma notícia ótima: ele resolveu se casar mais cedo aço que ele não aguenta experar- Ela dizia aquilo na minha frente? Ah sim esqueci que eu sou o amante do marido dela e não um namorado aparte.

-Temos que ir embora agora. Vamos!- ele arrastou ela pra dentro do carro e ela me acenou com a mão.

Eu lembro perfeitamente da primeira vez que andei nesse carro. Eu tinha 20 anos e era uma sexta à noite e eu estava esperando alguem me chamar para um sexo casual qualquer em uma esquina escura de um bairro violento em Nova York:

-oi? Disse ele chegando em seu carro perto de mim.

-Oi.- eu disse botando a cabeça dentro do carro querendo me aproveitar da situação, ele era um homem que eu não conhecia e alem dele ser atraente parecia perdido então resolvi dizer que estava procurando uma carona e que em troca o ajudaria- Você está perdido? Eu posso te ajudar mais você poderia me dar uma carona ate meu prédio? É que não passam mais táxis nessa hora.

-Sim, entra.-Sem serimonias abri a porta do carro e sentei no banco da frente, fiquei olhando pra ele.

-Você não é daqui... Oque veio fazer?

-Desculpa mais..  Minha mãe me ensinou a não falar com estranhos.-nós rimos de sua piada- eu estou a passeio não vejo mais graça em ficar em um só lugar... Disse dobrando uma rua e parou em um sinal.

- Desculpa ficar reparando mais você é muito bonito...- Ele sorriu.

-Qual é amor? Está querendo se aproveitar de mim?- disse ainda parado.

-Você não queria se aproveitar de mim?- Falei pegando a mão dele e esfregando no meu pênis.

-Você quer que eu me aproveite?

-Você pode fazer oque quiser de mim contando que faça feliz...- ele me posicionou em cima dele e começou a me beijar, ele chupava muito forte meus lábios e eu mordia os dele, ele começou a tirar minha camisa e me amaçar bem forte, ele começou a chupar meus peitos e eu a tirar toda sua roupa. Nós ficamos nús nos esfregando e se chupando intensamente, mordendo pescoço, puxando o cabelo.

-Você vai entrar logo dentro de mim?

-Entro sim!- Ele pegou uma camisinha colocou e me posicionou em cima dele e comecei amme movimentar lento e rápido, nós nos  mordiamos e nos beijavamos intensamente até o nosso esplendoroso orgamo lá, dentro do carro.

-Eu só quero fazer uma pergunta.- ele disse esfregando a mão na minha coxa.

-sim?

-Qual é o seu nome?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...