História Cold - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Skam (Vergonha)
Tags Amor, Evac, Romance, Sexo, Skam
Visualizações 134
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capitulo 7: Almoço com beijo


Fanfic / Fanfiction Cold - Capítulo 7 - Capitulo 7: Almoço com beijo

~Domingo 9h30~

Acordo pensando na grande batalha que ainda tenho que lutar , logo em um domingo! Ainda deitada estico meus braços para pegar meu celular , que estava lotado de mensagens.

Pai: Bom dia querida! Que tal vir pra cá em algum final de semana?

Não , muito obrigada pai . Não quero passar um final de semana com a sua esposa perfeitinha e com a sua filha cheirosa e miss universo!

Claro pai , marca o dia que eu vou!

Merda Eva!

Mãe: Bom dia filha , hoje eu chego em casa a noite , tenho algumas coisas para te contar . Se arruma que eu vou te levar pra jantar fora , ás 20hrs.

Outra bomba! Que merda!

Ta bom mãe , estou com saudades xoxo.

Eu estava ótima sem ela!

Noora: Bom dia flor do dia , quer vir almoçar aqui? O William vai vir também.

Merda , merda , MERDA!

Eu já tenho compromisso , obrigada!
Noora: Com quem?
Uma tia que veio pra Oslo , que almoçar comigo grrr!
Noora: Boa sorte então , xoxo

Essa foi por pouco!

PChris: Bom dia gatinha , ta animada pra ter o melhor almoço da sua vida?

Vai se fuder!

Após esse sessão de mensagens medonhas , levanto e vou direto para o banho. Precisava relaxar , afinal o dia vai ser ruim até a hora de dormir!
Separo um vestidinho de família , impressão é tudo. Uma sandália "sou mocinha" , umas pulseiras "menina educada e de família" , passo uma base e um batom rosa claro "menina delicada" e o cabelo solto com um toque de "menina comportada" . Pronta estou!
Olho pro relógio 13h40 , o frio na barriga começa e cada minuto era uma glória!
Ouço ele buzinar 14hrs em ponto , quem diria! Entro no carro com vontade de morrer!

- Olha que menina meiga - ele olha pra mim e sorri .
- Olha que menino de familia - olho pra sua roupa e dou risada - Afinal , que roupa é essa?
- É o meu desfarce "mamãe eu não bebo e nem uso drogas" , o que é verdade porque eu nao uso drogas!
- Eu vou ter que fazer o que lá? Fingir ser uma boa menina , comer e ir embora?
- Isso mesmo , nao tente encantar muito eles porque se não vao encher meu saco pra ser seu namorado!
- Só em sonho mesmo , deixa isso bem claro pra eles!

Ele para o carro , era uma casa enorme , fina e plena , estilo mansão!

- Vamos lá - ele suspira e abre a porta da sua grande casa para mim. - Chegamos! - ele grita
- Eva! Querida! - Sra.Schistad me puxa jesus me leve!
- Sra.Schistad! - faço cara de boa menina.
- Me chame se Rose querida! Essa é a minha mãe Marie Karl e esse o meu pai Julian Karl , e esta é a Valentina , minha filhinha de 1 ano.
- Prazer , Eva Mohn - cumprimento todos e brinco com a bebezinha.
- Essa é a boa menina que o Christoffer esta interessado? Prazer querida - diz a sra.Karl
- Vó , não! - Chris tenta melhorar a situação.
- Christoffer me ajude a cortar os legumes - sua mãe pede.
- Mãe eu não sei fazer isso não!
- Eu ajudo - vou ate a pia e lavo as mãos .

A família de Chris não era igual a minha , cheia de problemas! Era tranquila e legal , a mãe dele era tao tranquila e sua avó era um amor , me contando das histórias com o seu marido , que também era uma fofura!
Almoçamos , o que tambem foi de boa , sua mãe havia feito pudim , minha paixão! Ajudei a lavar a louça e ajeitar tudo , junto com Chris. Afinal , a boa menina a casa torna!
Ficamos conversando um bom tempo no jardim , a familia toda! Chris era diferente com eles , comportado e não era galinha! Acredita?

- Mostre a casa para Eva Christoffer - sua mãe ordenou.
- Ta bom - ele aceita . - Vem. - Saimos para o jardim e entramos em outra parte da casa , era enorme - Desculpa pelos comentários da minha avó , esta é a outra sala.
- Sua avó é um amor - Olho em volta - Rico!
- Eu não falei nada de você , muito menos que estou interessado - ele fica com vergonha - Essa é a biblioteca.
- Mas não é mentira , é normal você ficar interessado por mim , eu sou demais - Observo a grande biblioteca . - Que foda!

O silencio reina , ate chegarmos a outro comôdo.

- Esse é o meu quarto.
- Oloco - olho em volta , era diferente do que eu havia imaginado , era azul claro e organizado .
- O que?
- Cade o preto na parede e a pichação?
- Digamos que isso não convém a minha familia.
- Berço de ouro né - dou risada.
- Pelo menos meus pais não sao médicos - ele diz me levando para outra parte do jardim.
- É um saco!
- Esse é o jardim botânico - ele me observa
- Caraca - fico encantada , era tão lindo - Isso é incrivel.
- Toma - ele me da uma rosa - Essa rosa é diferente de todas , é uma rosa vermelha exclusiva.
- Hm , diz isso pra todas?
- Nenhum veio até aqui e muito menos conheceu meus pais .
- E a Iben? Você namoraram.
- Não era um namoro de verdade , ela era muito escandalosa pra ser apresentada.
- Já eu fui obrigada né - Observo ele.
- Um bom desfarce!

Olho para o relógio 19h20

- Eu tenho que ir , to atrasada!
- Pra que?
- Minha mãe chega de viagem hoje , tenho um jantar!
- Acabamos de comer!
- Eu sei , eu sei!

Ele abre um atalho até o jardim que a sua familia estava , começo a me despedir de todos.

- Eu tenho que ir , foi um prazer conhece-los .
- Igualmente querida - diz sra.Karl

Saimos da grande mansão a caminho do seu carro , entro e olho para a o hora novamente 19h35.

- Meu Deus! Minha mãe vai me matar se eu chegar atrasada.
- Da tempo de boa!

Novamente fica um silêncio , mas resolvo quebra-lo.

- Eu nem sabia que você tinha uma irmazinha!
- Você nao sabe muitas coisas de mim!
- Hoje infelizmente descobri. - dou risada - Christoffer comportado Schistad!
- Vai se ferrar! - Ele diz estacionando o carro - Chegamos - ele diz e sai do carro correndo para abri a porta pra mim.
- O que deu em você?
- Christoffer comportado Schistad! - damos risada
- Você tem problema garoto - falo saindo do carro e indo para a porta.
- Eva - ele me chama. - Obrigado por hoje.
- Bom , eu não tive muita opçao.
- Não , obrigado por ser legal e tudo mais .
- De nada então! - observo ele se aproximando e cada vez chegando mais perto.
- Obrigado - ele sussurra e com um passe de magica encosta seus labios aos meus .

Beijo é o nome disso , tento fugir mas o meu corpo não se mexe e o tempo não passa , minha alma responde com mais uma sintonia e uma série de beijos . Até que escuto uma voz.

- Eva? Querida? - era minha mãe as 20hrs em ponto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...