História Cold Demons - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Jikook, Jinmin, Namjin, Sugamon, Taegi, Taeyoonseok, Vjin, Yoonseok
Visualizações 77
Palavras 1.630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu fui ameaçada
Senhor
Sccr
Falaram que eu ia virar churrasquinho e pudim se eu não att
Adoro vocês <3
Boa leitura

Capítulo 4 - Prazer em conhece-lo


Fanfic / Fanfiction Cold Demons - Capítulo 4 - Prazer em conhece-lo

Minha cabeça doía, meu corpo doía, tudo doía nessa joça.

 

Me levantei juntando toda a força de vontade que eu não tinha, sentindo minha cabeça rodar por conta da ressaca.

E é por isso que eu não gosto de beber.

Olhei em volta tentando descobrir aonde eu vim parar, lembro de encher a cara com um cara mas acho que a bebida me afetou mais que o normal já que eu não me lembrava de seu rosto e muito menos de seu nome.

Senti um frio na espinha ao tentar me recordar dele, levei minha mão ao meu pescoço inconscientemente e senti uma leve dor na região me fazendo franzi a testa.

- Fazia tempo que não tinha um porre desses. – Sussurrei pra mim mesmo, me levantei da cama e olhei para o quarto onde estava e percebi que eu realmente não conhecia aquele cômodo.

Senti certo desespero passar por mim, eu estava com a minha roupa então isso quer dizer que nada rolou não é mesmo?

Sai do quarto meio receoso e ouvi algumas vozes e as segui no intuito de saber onde eu estava.

- JIMIN SSI VOCÊ ACORDOU? – Minha cabeça deu uma de bambolê é deu um giro de 360º graus, me fazendo ter que apoiar na parede para não cair.

 “- ...Eu avisei que não era para encostar no que é meu”

  “- Não deveria ter o deixado sozinho, perdoe-me Jimin ssi “.

 “ - Até daqui a pouco Jimin ssi.”

- Jimin você ta bem? - Elevei a cabeça e vi Sejeong me olhando com o semblante preocupado.

 

- To... - Respondi meio trêmulo.

 

Era ele, o maldito de anos atrás.

 

Mas... Tinha mais alguém, eu sei que tinha porem não consigo me lembrar seu rosto ou seu nome.

 

- Tae me ajuda aqui! - Sejeong chamou o mais novo e logo em seguida senti meu corpo sendo erguido e levado ate um sofá. 

 

- Acho que você exagerou dessa vez Jimin. - Ouvi a voz de Taehyung e Ergui a cabeça para fita-lo. - Toma. 

 

Peguei um comprimido o engolindo e então Sejeong me da um copo d’água. 

 

- Onde estamos? - Perguntei baixo. 

 

- Na minha casa, você tinha apagado no beco da boate então o trouxemos para cá que era mais perto. - Acenei demonstrando que tinha entendido. Olhei para Tae em uma clara mensagem de "Quero minha casa" que logo foi entendida pelo moreno. 

 

- Bem Eonnie, agora que Jimin acordou, eu vou levá-lo para casa.  - Disse me ajudando a levantar. - Ele precisa de um banho e a cama dele. - Vi a garota concordar e ir conosco ate a porta onde estava o carro do moreno estacionado. 

 

Após uns minutos dentro do automóvel, comecei a sentir meu pescoço arder me fazendo por a mão instintivamente sobre o local. Acariciei sobre o incomodo, em modo de relaxar, até sentir duas pequenas feridas sobre um pequeno inchaço, me fazendo arrepiar internamente. 

 

- Vimos você sair da boate com um homem Jimin. - Ouvi a voz seria de Taehyung - E logo em seguida encontramos você desmaiado no beco, sabe o quanto ficamos preocupados? 

 

- Eu...  Não me lembro dele. - Disse baixo. 

 

- Claro que não deve se lembrar estava caindo de tão bêbado. - Revirou os olhos. 

 

- Eu não me lembro dele Tae, realmente não lembro nada dele... Lembro de ter bebido, de ter caído, de sair da boate, mas não lembro o rosto dele... E depois eu me lembro de... - Minha voz falhou por uns instantes. 

 

- De que ChimChim? 

 

- Ele estava lá. - falei me virando para Tae que já tinha estacionado em frente a minha casa - O cara do beco, era ele Tae! Ele me salvou de alguém... Mas eu não lembro de quem.- Taehyung suspirou e me encarou duvidoso. 

 

- Vamos entrar, você precisa de um banho.

 

 우

 

O resto do final de semana se passou lentamente, eu não conseguia tirar aquela voz autoritária da cabeça e ao mesmo tempo queria me lembrar do que eu não me lembrava. Havia algo a mais, havia ocorrido algo, porem eu não me recordo.

 

Me levantei da cama já ouvindo os resmungos de Chanyeol pela casa. Pela segunda ele costuma ter que chegar mais cedo na loja, já que o único funcionário a quem ele tem confiança de entregar a chave da loja tem folga.

 

- Bom dia. - Adentrei a cozinha após já está pronto para faculdade.

 

- Odeio segundas Feiras. - Resmungou quando deixou sua torrada cair no chão.

 

- Realmente. - Disse comendo minha maça inocentemente - Pra você um dia sem o Baek deve ser uma tortura.

 

- Jimin desaparece. - Revirou os olhos. 

 

- Também te amo irmãozinho.

 

- Papai ligou. - Falou terminando de comer.

 

- O que ele queria? 

 

- Ele disse que a Soonie vai vim ficar umas semanas aqui, enquanto ele e a mamãe vão viajar.

 

- Jisoo tem 17 anos, por que não a deixam em casa sozinha? - perguntei revirando os olhos.

 

- Talvez porque seja A Jisoo. - Falou em um tom óbvio. - Até parece que não conhece o demônio que tem como irmã.

 

- Por que você acha que eu preferia que ela ficasse lá?

 

- Ela destruiria a casa em dois dias Jimin. - Chanyeol disse rindo.

 

- Talvez, mas e melhor a casa deles do que a nossa não acha?

 

- Vou colocar ela pra trabalhar na loja comigo. - falou pegando a chave do carro. - Eu não sou louco de deixá-la sozinha em casa enquanto trabalhamos, tenho que ir, pela noite discutimos isso. - Saiu fechando a porta.

 

A idéia de ter a Jisoo por aqui me anima e me irrita ao mesmo tempo, ela é completamente pirada, alem de não ter filtro entre a cabeça e a boca, tinha a péssima mania de querer dar festas em todas as oportunidades cabíveis.

 

Após um tempo eu sentia o vento cortante contra meu capacete enquanto ia em direção à escola, mantida uma velocidade razoável até parar no portão. Eu não gostava de chamar a atenção é realmente chato aquele bando de mulheres se esfregando contra mim.

 

- Bom dia coisa fofa. - Me virei vendo o trio, maravilha, do meu curso.

 

- Bom dia Blackpink. Pegaram muitas pepecas no final de semana? – Perguntei com um toque de escárnio, descendo da moto e guardando o capacete.

 

- Rosennie agora é oficial Chimchim, sou a encalhada do grupo. - Lalisa disse me abraçando fingindo chorar.

 

 

- Lisa você esta no curso errado, artes cênicas é no outro prédio. - Me virei ouvindo a voz de Taehyung e o vendo Hobi vindo em nossa direção.

 

- Minhas lagrimas são verdadeiras, essa vida de encalhada é muito triste. – Disse a loira, fingindo secar uma lagrima, enquanto as duas atrás riam desacreditadas.

 

- Lalisa, ontem você passou o rodo na boate. – Jennie disse, fazendo a garota a olhar por cima dos olhos.

 

- So fiquei com uma pessoa. – Disse dando de ombros.

 

- Chi Choo novamente? – Rosé perguntou, a loira desviou o olhar rapidamente. – Jimin, ela ta apaixonada.

 

- O que?!- Hoseok, Taehyung e eu exclamamos ao mesmo tempo, fazendo todos, menos a Lisa, na rodinha rirem.

 

- Já é a terceira vez esse mês. – Disse Jennie.

 

- Ta, já chega. – A loira interferiu já irritada. – Quais as novidades?  

 

- Soube que vai ter uns transferidos. – Hoseok disse, ainda rindo da loira que revirava os olhos. 

 

- Serio? - Jennie perguntou.

 

- Sim, também estava sabendo – Respondeu Taehyung -Artes Cênicas e fotografia.

 

-Opa, um novato na minha área? - Tae perguntou com um sorriso malicioso, fazendo Hoseok revirar os olhos.  

 

- Como você sabe disso? - Perguntei arqueando a sobrancelha.

 

- Faculdade de artes gerais já é pequena e você acha que alguém não ia saber? - Disse.

 

- Bando de fofoqueiro, vamos entrar. - Peguei minha mochila e segui para o interior do campus, meus olhos corriam por cada rosto familiar, não vou admitir, mas estava curioso sobre os estudantes novos, e talvez isso tenha me feito esbarrar com uma parede em forma de pessoa.

 

- Opa, desculpa gracinha. - Senti braços na minha cintura me impedindo de cair de bunda no chão. - Acabei me distraindo e não pude perceber que um príncipe como você estava no meu caminho. - Piscou para mim enquanto eu estava digerindo aquela frase.

Observei aquele garoto e senti uma vaga sensação de que conhecia seus cabelos e olhos castanhos, seus ombros largos e céus... Ele era muito alto.

- J-Jin hyung, P-pare. - Ouvi uma voz doce e acanhada, senti um impulso de querer ver o dono dela, me afastei do mais alto e direcionei meu olhar para um moreno mais baixo, seus cabelos eram pretos como seus olhos, sua pele morena e claramente ele era bem mais novo que eu, sua aparência me lembrava alunos do ensino médio, não universitários. - Me d-desculpem, por ele. - Disse se curvando.

 

- Ta tudo bem. - Falei devagar ainda meio perdido naquele garoto, ouvi um pigarrear de Taehyung e desviei o olhar. - Meu nome e Park Jimin. - Vi o mais novo sorrir e abaixar a cabeça em cumprimento.

 

- Meu nome e Kim Seokjin. - Falou o mais alto com um sorriso galanteador, me fazendo encará-lo.

 

- Eu te conheço de algum lugar? - Perguntei levemente incomodado com a sensação que ele me passava.

 

- Infelizmente, terei que responder que não. – Disse com um sorriso malicioso.

 

- Ahn... E qual e o seu nome? - Me virei para o outro que mantinha um olhar afiado ao mais alto.

 

- Jungkook. – Se apresentou com um sorriso fofo, que fez sua expressão juvenil se assemelhar a um coelho, me fazendo sorrir junto. - Jeon Jungkook.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Obrigada por lerem <3
Desculpe os erros
e nos vemos nos comentários
Bjus de lux


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...