1. Spirit Fanfics >
  2. Cold Feelings- Imagine Baekhyun >
  3. 01

História Cold Feelings- Imagine Baekhyun - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - 01


Me chamo Go S/N tenho 24 anos, sou investigadora forense.Desde criança quis ser investigadora, é claro que para isso tive que ser policial mas valeu a pena todo o esforço.

Grande parte da minha vida é o trabalho, quando não estou no escritório ou em uma cena de crime tenho de trabalhar em casa.

~

Sinto meu celular vibrar.

~HyunHa-S/N, houve um homicídio na  rua Einstein casa número 235.

~-já estou chegando.

Chego no local e me dirijo a sala onde encontro o corpo sem vida da vítima.

HyunHa-o nome dele é Park JinHo, tinha 52 anos e 2 filhos.

-Ótimo, alguma prova?

HyunHa-tudo que achamos foi uma faca suja com sangue no freezer da geladeira, sem digitais.As maçanetas também estão sem digitais, sem pegadas.

-vamos procurar mais, informar tudo oque acharmos.

QUEBRA DE TEMPO

Tudo indica que eram uma família normal, tinham raras brigas e ninguém os odiava.

HyunHa-ela chegou.

Vou para sala de depoimentos e avisto uma adolescente com a cabeça baixa, seus longos cabelos cobriam seu rosto.

-MinJee conhece alguém que não gosta dos seus pais?

MinJee-Não...todo mundo gostava do papai

-seus pais são divorciados não é?pode me dizer o motivo?

MinJee-meu pai gastava dinheiro em boates, voltava para casa depois de dias.Mas depois que minha mãe se separou dele ele parou.

- sua mãe não quis reatar?

MinJee-não.

-sabe o motivo?

MinJee-não...

-ótimo, obrigada MinJee você foi de grande ajuda.

Acompanho ela até a saída.

-HyunHa, chame a mãe dela.

Vou para meu escritório lá analiso as fotos do homicídio e noto que alguns cortes no pescoço formavam o formato de uma cruz, pego as fotos de outros homicídios na região que guardo na gaveta, todas as fotos tinham o mesmo símbolo no corpo das vítimas.

-droga...

Pego as fotos e me vou ate a sala de JiYeong.

-Detetive Kwon, temos um serial killer.

Ele fica surpreso.

-todas as fotos das vítimas tem um pequeno sinal no pescoço, como uma cruz, claro que em todas as fotos o sinal não é exatamente igual mas passa despercebido, é como se tivesse apenas esfaqueado o mesmo lugar mas foi proposital, isso é um sinal.

JiYeong-não podemos ter certeza disso S/N, ainda podem ser facadas dadas no mesmo lugar.

-Se não acredita, me deixe investigar.

Ele ri.

JiYeong-claro, o tal serial killer está nas suas mãos.

-Obrigada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...