1. Spirit Fanfics >
  2. Cold nights >
  3. Continuação capítulo 1.

História Cold nights - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Primeira lembrança do passado.

Capítulo 2 - Continuação capítulo 1.


Fanfic / Fanfiction Cold nights - Capítulo 2 - Continuação capítulo 1.

Estou sentada sobre um chão frio num lugar onde tudo que vejo é branco não ah! paredes apenas um espaço sem fim e totalmente branco. Estou entrando em transe novamente voltando várias vezes para a mesma cena que me deixa aterrorizada e ansiosa vejo-me distante numa tela branca rodando uma fita Cassete, finalmente estou recuperando os meus (sentidos) deitada ao chão mal consigo abrir os olhos, pois estão pesados demais conforme vou recuperando os sentidos alguém toca-me e abraça-me o seu calor esta aquecendo o meu corpo frio e trémulo. Ouço um barulho de longe que vai entrando na minha mente me deixando louca… _ esse som? Pergunto-me de onde está vindo fecho os olhos e tenho uma lembrança bem distante do meu pai me chamando para beber água e batendo com uma colher sobre o copo de água estou no fim do corredor da nossa casa onde fui criada quando criança aos 4 anos de idade me vejo através de um espelho correndo para os braços do meu pai, ele fala ao meu ouvindo! _ vamos nos hidratar querida! _ sim! Papai, alegremente sinto a sua falta com os olhos transbordando em lágrimas alguém fala__ acorde? Estou novamente em transe na sala branca o som da fita Cassete dispara então vejo-me num vídeo correndo pelos jardins da minha casa quando criança segurando a mão de 'tokyo' ele corria puxando-me sorria para mim com os seus olhos claros como um diamante negro e raro de se vê, dizia coisas que eu não conseguia ouvir… _Eu perguntando, o que você está falando? Ele repetia várias vezes fazendo os mesmos movimentos com a boca__ dirrepente a fita começou a escurecer e aquele abraço quente passou a ser frio eu comecei a sentir cheiro de fumaça como-se uma borracha estivessem queimando? Com as suas mãos sobre os meus olhos tudo ficou escuro e uma voz gritante ao meu ouvido dizia? __ por que você é tão lenta? Corra mais rápido, eu reconheci aquela voz era de 'tokyo' aquele abraço frio começou a apertar-me fortemente os meus ossos estavam sendo esmagados pela força brutal da qual ele me apertava estou começando a ficar sem ar e sinto o meu coração batendo lentamente e forte como se fosse saltar do meu peito, a minha respiração forte consumia a minha mente e desesperante eu implorei por socorro 'Tokyo' solte-me por favor eu falava em alto pensamento de desespero e chamava __ papai… papai… pai ajude-me por favor.


Notas Finais


Seus olhos são como belos diamantes negros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...