1. Spirit Fanfics >
  2. Colecionando corações >
  3. Capítulo 2

História Colecionando corações - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Colecionando corações - Capítulo 2 - Capítulo 2

Bruna

Na manhã seguinte acordei com extremo bom humor, combinando com o dia ensolarado. Estava contente por finalmente ter finalizado o caso Torres e com altas perspectivas para receber o telefonema da loira de ontem.

Rapidamente vesti minha calça flare, combinando com meu scarpin preto e desci para garagem do prédio. Hoje o dia seria longo, iria me aprofundar nas investigações sobre os desaparecimentos das garotas.

Liguei para meu melhor amigo informando que já estava a porta de sua casa para busca-lo, como vinha fazendo nas últimas semanas.

- Bom dia, chefinha! – Disse animado me dando um beijo no rosto ao entrar no carro.

- Bom dia, Lucas. Quando seu carro fica pronto? Não pretendo te dar essa carona para sempre, o pessoal da delegacia vai achar que tenho preferência com um de meus agentes.

- Ué, e não tem? - Sorriu, presunçoso

- Sim, mas ninguém precisa saber, otário!

Nos conhecíamos desde faculdade. Compartilhávamos esse sonho e entramos para força policial juntos. Era uma dádiva trabalhar com seu melhor amigo.

Gabriela

Estava na fila para pegar meu habitual café, quando ouvi o sino da porta tocar, sinalizando a entrada de mais um cliente. Não foi preciso olhar para trás para sentir que se tratava de uma mulher, pois seu perfume chegou muito antes dela, contagiando o ambiente com a fragrância amadeirada. Estava acompanhada de um rapaz e ambos andavam a passos largos, como se conhecessem o lugar e já fosse íntimos dele.
Percebi que cortaram a fila e isso já me irritou. Pegaram um pedido demasiadamente grande para apenas duas pessoas, e retornaram rindo sobre algo, aparentemente, muito engraçado.

De súbito, a mulher, no meio de uma gargalhada, se esbarra em mim e derrama todo seu café, sujando meu alvo jaleco que estava pendurado em meu braço.

- Ei!! 

- Mil desculpas! – Disse ela tentando limpar, inutilmente, meu jaleco com guardanapos.

- Qual o seu problema?! Além de furar fila também não olha por onde anda? Obviamente você não percebeu, mas estou aqui! Eu e essas outras pessoas da fila!

Ela deu um passo para traz, arqueando uma sobrancelha frente ao meu desaforo. Olhou para os lados e todos olhavam a cena. Ela pareceu odiar alarde, pois se recolheu quando percebeu os curiosos. Mas não facilitei, ela deveria sentir vergonha mesmo. Sacudi com veemência meu braço ensopado a sua frente

- Calma! Para sua informação, já havia feito meu pedido e ele já estava pronto, e não precisa desse alarde, irei resolver o problema, conheço uma lavanderia excelente. – Disse sarcasticamente sem elevar a voz.

- Claro que vai pagar! Quem não vai pagar sou eu por sua displicência

Ela revirou os olhos e pegou o celular dentro de sua bolsa – Me dê seu contato que avisarei quando estiver pronto – disse estendendo a mão para pegar o jaleco.

Não disse mais nada, apenas lhe entreguei e retornei pare meu lugar como se nada tivesse acontecido.

Bruna

- Que mulher mais estridente! Consigo ouvir sua voz aguda até agora ecoando em meus ouvidos - disse colocando o jaleco em um saco de evidências para não sujar o carro.

- Por um momento achei que você iria terminar de rega-la com o café só por seu olhar de ódio quando ela fez aquele escândalo – Lucas falou, e percebi que estava segurando uma risada.

- Vontade não me faltou. Enfim, agora estou sem café! Mais tarde irei pedir pra Maria pegar outro para mim – Coloquei o cinto e segui para delegacia.

- Claro que vai... ultimamente você tem pedido muitas coisas a ela – disse em tom sarcástico

- Sim, sou sua chefe, dou ordens – disse com um sorriso no canto dos lábios.

Chegando na delegacia me debrucei sobre as informações que tinha até agora sobre o novo caso. Não era muito, apenas 3 garotas desaparecidas nos últimos 4 meses, com poucas coisas em comum entre elas. Além de serem mulheres, foram vistas pela última vez na mesma região da cidade e por volta do mesmo horário.

Poucas horas depois, notei uma movimentação e Lucas entrou às pressas na minha sala.

- Você precisa ver o que acabou de chegar!

Era uma mensagem com letras recortadas de revistas com os dizeres "Para delegada". Parecia uma carta. Imediatamente chamei a perícia para colheita de possível DNA, e com os devidos cuidados, abri para ler seu interior.
 

"Cara delegada,

Verdade não deveria ser o lema da polícia? Onde estão seus modos mentindo em rede nacional?!

"As investigações estão no caminho certo e não há demora para soluciona-lo"

Cuidado com as palavras, doutora, não diga o que não pode cumprir"

Enviarei um presentinho ainda hoje".

Estava pasmem, toda delegacia olhava para mim.

- Foi o que eu disse na coletiva quando a repórter me perguntou sobre o andamento das investigações sobre o desaparecimento das garotas! – Me pronunciei olhando para minha equipe.

- Será que é o cara, doutora? – Perguntou o novato

- Claro que é ele! – Respondi com um sorriso, já conseguia sentir a adrenalina percorrendo meu corpo, não imaginava a hora de pegar o responsável.

- Mas o que será que ele quer dizer com "presentinho"?

- É isso que vamos saber, só nos resta aguardar!

Minutos depois, o presente chegou. Três corpos foram encontrados em três lugares distintos. Na porta de um restaurante, de um cinema e no parque da cidade. Eram as garotas desaparecidas. O curioso é que estavam conservadas, arrumadas e até mesmo tinham maquiagem no rosto.

Assim que o relatório da perícia saiu, não havia nada novo além do fato de estarem arrumadas. Mas já era o bastante, havia um padrão, uma comunicação direta, e os fatos eram claros: eu enfrentava meu primeiro serial killer.

A cruel mídia não tardou a fazer seu trabalho. Logo mais meu nome surgiu na TV, exigindo uma resposta da polícia. E eu as daria. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...