1. Spirit Fanfics >
  2. Colega de quarto >
  3. Provocação

História Colega de quarto - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Provocação


...Saí do meu quarto, era impossível ficar ali e não se excitar com aqueles gritos. 

Céus, eles me ouviram gemer.

Com que cara vou olhar pro meu ototuto depois disso? 

Sentei no sofá da sala, decidindo ligar a televisão mas nem ao menos prestei atenção para o que passava na tela. Minha preocupação eram aqueles dois que estavam silenciosos demais. O que devem estar pensando de mim? Ou será que decidiram esquecer e dormir? 

Sim, seria tudo mais fácil se eles simplesmente ignorassem. Eu poderia fazer isso também.

Mas essa esperança foi pro ralo quando, cerca de uma hora depois do "acidente", ouvi o barulho da fechadura abrindo.

Gelei. Esquecendo o plano de ignorar e me preparando pra conversa constrangedora que teria com meu irmão.

De alguma forma, senti alívio quando vi o loiro parado na minha frente. Pelo menos não era Sasuke. 

Não que a visão daquela criatura fosse muito boa mas circunstâncias também. 

Na verdade, era boa até demais.

Ele estava só com uma toalha enrolada na cintura e parecia ter acabado de sair do banho. Cruzou os braços e me encarou. 

-Podia ter ido me dar uma ajudinha! - sua voz saiu indignada - tem noção do desespero daquele garoto? Agora que consegui fazer ele dormir! 

-Hum... desculpe...?  - eu realmente não sabia o que dizer, ainda mais com a visão do seu peitoral magro tirando qualquer traço de concentração que eu tentava ter. 

Ele percebeu que eu observava sua nudez, abriu um sorriso safado. Sentou-se ao meu lado no sofá e curvei para encará-lo.

-Sabe, poderia ter ajudado em outras coisas também, parecia estar tão animadinho.

Corei, como aquela criatura conseguia fazer eu me sentir envergonhado assim? Como conseguia bagunçar toda a nossa vida em tão  poucos dias? 

-Não vai falar nada?

-O que eu poderia dizer? 

-Poderia dizer... - ele parecia ponderar seriamente, abriu a boca e, quando pensei que  ele me daria uma solução - Poderia dizer "desculpe, Naruto, eu estava batendo uma enquanto ouvia você comer meu irmão e prometo que da próxima vou lá te ajudar a foder ele"

-Como você consegue ser tão safado assim? - resmunguei, irritado. Eu estava indeciso entre admirar sua beleza e socar sua cara. 

Ele riu.

-E isso ainda não é nada.

Ele falou olhando diretamente nos meus olhos, abaixando seu tom de voz. 

O loiro moveu-se rápido, atacando minha boca com a sua. Minha primeira reação era afastá-lo mas perdi completamente o raciocínio quando senti sua mão me acariciar sobre o tecido do pijama. Parei de resistir ao beijo, deixando sua língua entrar na minha boca, ele me beijava com desespero enquanto sentia meu pênis endurecendo na sua mão. Separou o beijo, aproveitando pra passear com os lábios pelo meu pescoço, deixando um chupão ali.

-Você é uma delícia, mas eu não esqueci que não quis dividir seu leite comigo - murmurou quando afastou a boca da minha pele. 

Ele escorregou do sofá, ajoelhando-se entre minha pernas.

-O q-que tá fazendo?

Ele apertou meu pênis, antes de puxá-lo pra fora da roupa. 

-Por que não me chama pelo meu nome? - indagou, fazendo uma voz magoada, antes de passar a língua por aquela extensão, da base até a cabeça - Você não gosta de mim? - ele perguntava entre uma lambida e outra - Seria tão...mais fácil...se...me aceitasse aqui como seu irmãozinho também....podemos ser grandes amigos - abocanhou a cabeça do meu pau, chupando com força o suficiente pra me fazer gemer.

Ele se afastou um pouco, soltei um grunido, frustrado. 

-Eu quero que me chame pelo nome - e continuou o que fazia, me envolvendo como se quisesse me engolir. Ele conseguia colocar tudo na boca, movendo pra cima e pra baixo, mas logo voltou a chupar só a ponta, fazendo movimentos de sucção como se estivesse mamando, enquanto sua mão massageou a parte que não estava sugando. 

-Na..n-Naruto....

Ele ergueu a cabeça, sorrindo vitorioso.

- Agora sim - desfez o nó da toalha e escalou até me colo, voltou a segurar meu pênis, guiando-o até si. 

Um pensamento cruzou minha mente. 

-Mas... você e Sasuke...

Naruto deu uma risadinha 

-Agora quer dar uma de casto? - mas decidiu explicar quando viu que eu não o deixaria seguir com aquilo - Não é como se eu e seu irmão fôssemos namorados, idiota! - falou, irritado, sentando em mim de uma vez.

-Aaahhmm. Isso. Doeu. Muito. 

O loiro respirava pesadamente no meu colo, talvez se arrependendo de ter se deixado levar por uma raiva momentânea.

Não demorou para se recuperar, envolvendo meu pescoço para ter mais apoio antes de começar a se mover. Seu interior tentava me sugar e só com aquele aperto eu quase gozei. O loiro cavalgava com força sobre mim, fazendo barulhos estalados da sua pele batendo de encontro à minha. Agarrei suas nádegas, separando-as e permitindo que ele me enterrasse ainda mais fundo.  Sua bunda batia nas minhas coxas, indo e voltando cada vez mais rápido. Naruto desceu uma mão para as minhas costas, arranhando a pele enquanto a outra iniciou uma masturbação desajeitada em si próprio. Logo senti ele jorrando na minha barriga, a cavalgada foi ficando cada vez mais lenta até Naruto tombar no sofá, ofegante. 

Mas eu ainda estava excitado e debrucei-me sobre ele.

-Itachi! Annn - gemeu quando invadi seu interior outra vez, colocando tudo numa só investida. Estocava nele com brutalidade, fazendo-o soltar gritos de dor e prazer. Mordeu meu pescoço, como que pra "se vingar". Aquilo foi o estopim. 

-Naruto eu vou... - tentei me afastar, mas suas pernas envolveram minha cintura, puxando pra mais perto. 

- Pode. D-dentro

Parei de segurar, deixando minha porra se espalhar dentro dele. 

-Pelo menos dessa vez não me negou leite...

Ri, como aquele demônio conseguia fazer piada numa hora dessas? 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...