1. Spirit Fanfics >
  2. Colegas de apartamento ( Romance Gay ) >
  3. Capítulo 5

História Colegas de apartamento ( Romance Gay ) - Capítulo 6


Escrita por: Will_meendes01

Notas do Autor


Espero que gostem ☺️💕
E uma ótima leitura para vocês ☺️😊
E uma ótima semana 💕👉👈

Capítulo 6 - Capítulo 5





Depois de um tempinho resolvi descer pra bebe água. Torcendo para que Aurek não estivesse lá embaixo.. descendo os degraus da escada vejo que o seu quarto está com a porta encostada e não ouço a sua voz. Bem, desci e não vi ele por aqui. Fui até a geladeira peguei uma garrafa de água gelada levei a mesma até a pia, peguei um copo no escorredor e coloco o líquido gelado dentro para beber. Enquanto bebia fiquei um pouco distraído com as costas para a sala até que senti alguém esbarrando em mim que parece te sido de propósito deixando a água cai na minha roupa e na pia. Olhei pra trás e rapidamente para o lado vendo Aurek ali pegando uma fluta. Suspiro e fico olhando pra minha blusa que agora está molhada. Deixei o copo ali na pia e olhei pra ele novamente. 






Benjamin: Poxa não me viu? - A água tava fria e tá frio.. ele simplesmente me ignorou passando por mim  " esbarrando " ele passa por mim novamente me empurrando..  olhei bravo pra ele mas, logo desfiz a expressão ligando a torneira lavando o copo e enchendo a garrafa. 





Depois que guardei a garrafa na geladeira subi para voltar pro quarto. Dessa vez Aurek deixou a porta do seu quarto aberta e nem olhei muito lá pra dentro, vai que ele brigue comigo. Subi a escada para ir ao meu quarto. Meio que quando andei tropeço no meu próprio pé fazendo com que eu caísse pra frente só que de vez ser o chão, fui de cara no... Aurek.. me afasto rapidamente olhando pra baixo, quero nem saber como tá a sua expressão. 




Aurek: É tão difícil você parar de ficar no meu pé? Não cansa de esbarrar em mim não? Isso é um saco muleke! - Olhei pra ele... E ele estava com os braços cruzados. 


Benjamin: Não sou um muleke... 


Aurek: Foda-se! - Ele simplesmente falou esse palavreado e passou reto " esbarrando "  novamente sua braço definido ao meu, porém ele me empurrou mesmo com força me fazendo cai de bunda no chão. Desse vez dói um pouco.. respirei bem fundo.. me levantei e olhei para o fundo do corredor.. agora que eu vi que ele é maior.. andei até chegar no final e vi uma portinha. Abri a mesma e vi quatros instrumentos... Aqui parece um quartinho só que menor. Entrei porque tava bem curioso... Mas, sei que vou levar uma bronca.. mas sou bem curioso.. Tinha um violão, um violino, um piano e um teclado. Então, Aurek toca esses quatros instrumentos? Que demais! Sorri bobo pra mim mesmo porque gostei muito daqui e ele deve ser muito bom tocando. Melhor eu sair daqui antes que ele volte. Assim que sai correndo pra sai dou de cara com ele.. seu olhar me olhava com raiva.. engoli em seco.. agora tô com medo. 




Benjamin: Já estou saindo.. - Falei com vergonha mas, também um pouco cheteado... assim que sai com um passo ele abre a boca. 



Aurek: Quero deixar bem claro que não gosto de você. Não gosto desse seu jeito afeminado, é ridículo! E agora odeio mais ainda por entrar aqui em permissão, mas mesmo pedindo você não ia ter a autorização pra entrar. Se vou te que conviver com uma bichinha agora vou te que me " acostumar " porém, não quero que fique no meu caminho e não quero te vê na minha frente. Mas, uma coisa, para de esbarrar em mim! - Ele falou bem irritado e com a voz firme e grave... Ele fechou a porta na minha cara... Levei um susto porque bateu mesmo.. suspiro e saio dali.. 



Benjamin: Não gosta de mim? Mas ele nem me conhece como pode dizer que não gosta de mim? Melhor da uma volta... Já que o dia está quase acabando, vou dá uma volta. - Troquei de roupa para sair...




Sai do apartamento querendo da um passeio. Senhor Juca estava lá em baixo cuidado das plantas e eu ajudei por uns segundos e depois sai pra da uma volta. Não queria ir muito longe pra não me perder, então fiquei andando por aqui mesmo que seja perto de casa. Tentei até ser mais masculino aqui na rua, mas algumas pessoas me olhavam torto.. que era normal.. já deveria te me acostumado... Durante a caminhada curta avistei um parque aqui perto. Andei até lá vendo as crianças brincando, alguns casais bem bonitos e isso tudo era lindo né. Mas depois de ouvi aquelas palavras de Aurek me deixou realmente muito chateado. Eu não prestei atenção na frente então lá vai você de novo Benjamin esbarrar em um desconhecido que estava com uma roupa bonita, larga que combina perfeitamente nele. Um casaco vermelho, e seu cabelo era grande bem bonito ( não comprido ) mas era grande escuro e lindo! 



Benjamin: Me desculpe.. tenho mania de esbarrar nas pessoas.. - Depois que a pessoa se virou fiquei de queixo caído depois que reconheci a pessoa.. 


Lee: Achava que esbarrava só em mim. - Aquele sorriso.. nunca vou esquecer na minha vida. 


Benjamin: Aah.. é você.. - Corei... 


Lee: Era pra ser outra pessoa? 


Benjamin: N-não.. não é isso é que.. não esperava vê você aqui.. - Ain.. estou corado.. que vergonha.. 


Lee: Humm tudo bem. Não precisa perdi desculpa por esbarrar em mim. - Ele sorri mais uma vez e eu virei o rosto corado com certeza... Me sentei no banco ao lado e ele faz a mesma coisa.. - Tá passeando? Conhecendo a cidade? 


Benjamin: Simm.. acho que sim..sai um pouco de casa pra pegar um ar e me alegrar um pouco.. 


Lee: Está triste? 


Benjamin: Aah.. só um pouco chateado com o meu colega de apartamento.. ele disse que não gosta de mim.. mais.. ele nem me conhece.. 


Lee: Aaah.. você mora com um colega de apartamento, deve ser legal. - Olhei pro mesmo.. legal até é.. porém.. né.. 


Benjamin: É... Legal é.. mas ele não gosta de mim..  Abaixei a cabeça..


Lee: Ele é idiota? Por não gosta de você? Você é incrível! É gente boa. Porque não ia gosta de você? Deve ser idiota mesmo. - Nossa.. nem corei.. magina.. minhas bochechas estão esquentando.. ele me.. olhou.. porque estou tão tímido agora? Ain senhor. - Que foi? 


Benjamin: An? Na-nada... - Suspira.. respira..


Lee: Seu colega de quarto, como se chama? 


Benjamin: Aurek.. - Não percebi.. e olhei pra ele que me olhava curioso.. ae.. é o Aurek.. esqueci que ele estuda na mesma escola.. 


Lee: Aurek? Aquele imbecil? Jura que você está dividindo o apartamento com esse idiota? - Ele me olha tipo.. '  sério mesmo? '


Benjamin: Olha.. não é que eu não tive escolha.. quando me mudei não sabia como ele era.. 


Lee: Tá certo.. mas.. foda.. 


Benjamin: Eh.. ele não gosta de mim.. mas tenho que viver com ele agora.. 


Lee: Apesar que o apartamento é muito bom. E os outros já estão ocupados.. 


Benjamin: Como você sabe? - Como ele sabe? 


Lee: Meu avô. Ele é dono do prédio todo, É de família. Mas, não moro lá. - Ele deu um riso rouco. - Moro em outra rua, mas as vezes bem as vezes vou visita-lo. 


Benjamin: Qual é o nome do seu avô? 


Lee: Juca você deve conhecê-lo já. 


Benjamin: olha.. ele é o seu avô? Que legal! Agora sei da onde vem tanta gentileza. Vocês dois são tão gentis. - Sorri até bobo por ouvi isso. 


Lee: Sempre fui gentil. Meus pais me deram educação. Mas, parece que o Aurek não teve.  


Benjamin: Seu avô parece conhecer ele muito bem. - Fiquei olhando pra ele. - O ajuda sempre nas compras de casa. 


Lee: é ele está desempregado. Mas acho que já conseguiu. - Ele suspira e eu ainda continuo olhando pra ele. - Ele te maltrata? 


Benjamin: Não.. mas eu.. affs.. só não gosto quando ele diz que o meu jeito é ruim.. não tenho culpa se tenho o jeito afeminado. 


Lee: Eu gosto de você assim. Você só está sendo você. Não ligue pra esse idiota você é lindo do jeito que é. - Lee me olhava tão.. profundo.. porque meu coração está acelerando? Ain.. porque estou sentindo a mesma coisa que senti pelo Aurek assim que vi ele pela primeira vez? ... - Você é tão fofinho corado sabia? 


Benjamin: O que? - Meu Deus estou corado??!! Não... !! Que vergonha.. porque ele está rindo?? 


Lee: Fofinho você. - Ele sorri... Agora tô tímido de novo.. - Tenho que ir. Vai ficar bem? 


Benjamin: Só vou ficar mais um pouco... 


Lee: Se cuida. Te vejo por aí ou no colégio. - Ele sorri enfiando as mãos no bolso da calça e eu sorri bem sem graça.... - Tchau 


Benjamin: Tchau.. - Ele acenou pra mim e corei... Porque estou assim?... 




Não demorei muito pra voltar pra casa. Falei com a minha irmã um pouco, meu pai tava trabalhando e minha mãe tava ocupada. Minha vó falou comigo também e eu tava morrendo de saudades de todos. Depois de uns minutinhos fiquei quieto no quarto e não tinha fome. Fiquei mexendo no celular normalmente... 



Depois comi alguma coisa leve e voltei pro quarto. Não sei onde tava Aurek, provavelmente no quartinho ou no quarto.. mas pra que eu quero saber mesmo? Humm.... Enquanto via uns vídeos no YouTube escutei uma voz feminina lá em baixo. Curioso.. fui vê quem era.. pela minha supresa? Era a namorada dele.. ela é linda.. tem um corpo lindo.. Melhor eu dormi um pouco.. Mas, porque me incomodou um pouco? 







Segunda feira.. 





Estava tão ansioso pra ir pro colégio e estou muito feliz porque vou rever meus amigos que fiz e o Lee... Porque fiquei bobo falando o nome dele? Hum.. é-é.. bem.. minhas coisas estavam arrumada, eu já tava arrumado só falta tomar café e ir pro colégio. Peguei a mochila descendo a escada e depois mais uma até que quando fui vira.. quase esbarro nele.. olhei pra ti que estava me olhando.. mas, logo ele passa por mim achando que ia esbarrar nele de novo.. suspiro..




Juca: Bom dia! Pronto para ir ao primeiro dia de aula? - Senhor Juca? Ele tá aqui! Sorri ao vê o mais velho e ele faz a mesma coisa quando me vê. 



Benjamin: Estou sim bem ansioso para ir. - Falei tão animado aaaa..


Juca: Fico muito feliz que esteja animado pra ir pra escola. - Ele sorri mais uma vez mordendo um pedaço do pão francês. Estou bem animado para vê meus amigos novos e quem sabe fazer mais amizades. Aurek tomou café com a gente, mas ele tava muito calado e mexendo no celular, eu não abri a boca quando ele tava presente. Depois que terminei de tomar o café descansei uns segundos até que fui escovar os dentes mais uma vez para sair. Por fim agradeci pelo café e sai indo a caminho da escola. Aurek não veio junto comigo óbvio.. ele tava seila.. talvez ia pra escola com os seus amigos. Enfim, depois de ontem.. queria evitar um pouco ele.. depois que cheguei na escola e muito feliz fiquei meio perdido, porque eu não sabia pra onde ir são muitos alunos então.. estava perdido.. tinha que achar o meu armário.. mas são tantas gente aqui no pátio que fica muito difícil de achar o meu armário. Fiquei tentando procurar o meu.. até que.. affs.. porque sempre esbarro nas pessoas? 



Benjamin: Perdão... - Ain...Meu coração.. porque ele é tão lindo de toca e sem.. 


Lee: Já vou me acostumar com isso. - Seu sorriso lindo aparece e eu fiquei tímido.. - Tá perdido? Posso ajudar? 


Benjamin: Aahh... Tava procurando o meu trabalho.. digo.. armário... - Eita Benjamin.. 


- Lee sorri um pouco sem graça. - tudo bem, aqui está. - Ele sorria muito mais aberto, pois meu armário era do lado do dele? Nossa... !! 


Benjamin: Aaah... É do lado do seu né.. - Falei bem fofo.. com certeza e bem tímido por sinal... me aproximei do armário abrindo o mesmo colocando a mochila dentro.. não sei quais aulas iria ter hoje... 


Lee: Você sabe a sua turma? - Olhei pro mesmo que me olhava. 


Benjamin: Não... Pior que não sei.. - Falei.. Lee sorrio e affs.. é tão lindo.. 


Lee: Mais que coisa né? Parece que já vi tudo pra você. - Ele da risada. - Por sorte talvez? Você está na mesma sala que eu, Mark e Gabi. - Ele piscou Aaaa.. 


Benjamin: Jura? Aah que legal. Cadê eles? 


Lee: Já devem está na sala eles são assim, sempre chegam mais cedo e ficam conversando na sala até o sinal tocar e espera as aulas começarem.. Quer vim? Vou pra lá já. 


Benjamin: Claro, eu vou sim. Mas você sabe que aula vamos ter agora? 


Lee: Não se preocupa com isso. Você é novo ainda vai receber os livros e as apostilas que temos. Posso te dizer quais lições já temos pra deixa você atualizado. 


Benjamin: Sim, por favor! - Ele sorri e eu sorri também bem sem graça.. assim que peguei o caderno dentro da mochila e a estojo uma garota bonita até e ruiva passa por mim e " Esbarra " em mim derrubando suco de uva na minha roupa... Foi de propósito... Não tive reação... Olhei pro lado e vi Aurek e aqueles seus amigos, a namorada e mais duas garotas.. Ela fez isso de propósito mesmo.. não falou nada, apenas " Esbarrou " em mim e saiu fora. 


Lee: Eu odeio esse grupo idiota. - Lee pegou na minha mão que por sinal me fez corar um pouco.. mas fiquei bem chateado.. Aurek estava junto daqueles... .. apesar que esse garoto faz meu coração acelerar... Mas dessa vez.. não.. nã


Notas Finais


Espero que tenham gostado 🙏
E até o próximo capítulo ☺️💕💕
Beijos 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...