1. Spirit Fanfics >
  2. Colegas de quarto (sasunaru) >
  3. 1 dia, ou melhor, último dia na academia

História Colegas de quarto (sasunaru) - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


Hey Hey, a bct do cap atrasou em 4 dias, era pra sair faz um tempão mano, mas qm n viu meu último Post, eu tava fazendo e o trabalho todo foi por água a baixo, apagou td, aí eu fiquei puta e tive q reescrever.

Desculpem Erros >:'[

Capítulo 32 - 1 dia, ou melhor, último dia na academia


💠LEIA AS NOTAS >:'/

🌻Naruto on

- Ok, ok! Eu fui no campo de treino e depois subi na árvore, aí eu sentei no galho e tentei controlar essa coisa dentro de mim sentindo raiva, eu não me lembro de mais nada, juro. Eu falo observando o moreno, que se levanta agonizado.

- PORRA CARA, VOCÊ TEM MERDA NA CABEÇA? VOCÊ PODERIA TER MACHUCADO OS OUTROS, OU SEI LÁ, SE MACHUCADO! Sasuke grita segurando meu rosto.

- Idai? É como se alguém se importasse. Eu falo sem intenção nenhuma.

- Droga mano... Eu... Eu me importo cara, seus amigos e sua mãe, e até a própria Tsunade se importa com você porque por mais que pra você seja difícil aceitar, você não tá sozinho... Eu... eu tô sozinho... Sasuke falando desse jeito chega a me deixar mal...

- Não é verdade você tem a Sakura, a Hinata, o Kakashi sensei, o esquisitão do Sai, e o mais importante, você tem meu amor, você não tá sozinho Sasuke. Eu falo me levantando e tentando caminhar até Sasuke, porém era como se eu tivesse desaprendido a andar, eu caia a cada 3 passos.

- Ei, tá tudo bem, agora relaxa e senta na maca, você ainda vai ficar um tempo aqui. Sasuke diz me ajudando a me sentar de novo, ele é muito atencioso quando se trata de alguém que ele goste ferido.

- Fica aqui comigo? Eu só fiquei olhando pra esse teto sem graça desde que você me trouxe. Eu coro levemente olhando para Sasuke, que se senta ao meu lado e começa a dar risada.

- Nada de interessante lá fora também, estão tentando descobrir que foi que destruiu o campo. Sasuke acaricia meu cabelo.

- me parece bem mais interessante do que olhar paredes. Eu cruzo os braços e viro a cabeça pro outro lado.

- como você se sente sobre o treino? Sasuke se joga na maca e começa a observar o teto.

- Eu queria que você pudesse vir comigo pra esse treino, eu tô com medo, e você sempre deixa as coisas mais divertidas, mas eu preciso de um motivo pra vovó deixar você ir. Eu falo me deitando ao lado de Sasuke.

- E você tem algum? Sasuke diz duvidando das minhas capacidades de pensar.

- Tenho vários, Pra começar eu acho que você funcionária como um calmante tipo, se essa coisa ativa com raiva, talvez amor acabe com isso, outra que você me ajudaria a completar o treino mais rápido pra eu não perder os treinos da academia. Eu falo me gabando da ideia.

- mas então eu perderia os treinos gênio. Sasuke diz me desanimando.

- O que custa tentar? Eu falo olhando Sasuke rir.

- Ok, eu tenho que ir, já fiz tudo que eu tinha que fazer por aqui, não hesite em se levantar dessa maca de novo seu irresponsável. Sasuke diz me dando um beijo na testa e indo embora.

🌻Tsunade on

Eu entro na sala da direção e me sento entrelaçando os dedos.

- Eu conheço esse olhar, o que aconteceu? Suzuki diz carregando uma pilha de papéis para organiza-los.

- Alguém destruiu os equipamentos de treino, os campos e rachou o prédio da academia, tenho que descobrir quem foi e dar a esse delinquente uma punição, SUZUKI, PEGUE AS FICHAS DOS ESTUDANTES! Eu grito, logo vendo a mais nova colocar a pilha em um canto e pegar todas as fichas que estavam numa gaveta vermelha e as jogando na minha mesa em ordem alfabética.

Eu olho para as fichas uma por uma, observando os alunos que teriam motivos para fazer isso.

~shikamaru... Não... Hinata... Não... Eu sussurrava enquanto observava a pasta de cada aluno, porém eu estava com um certo alguém na cabeça que poderia ter feito, e se realmente fosse, a punição era perfeita.

Eu estava vendo as listas quando derrepente ouço duas batidas leves na porta, era notável que quem estava do outro lado estava sem força alguma, porém fora o barulho suficiente para tirar minha concentração.

- Pode entrar. Eu falo notando que Shizune já havia aberto a porta, era Naruto, ele estava manco e caindo para os lados, como se estivesse reaprendendo a andar.

Shizune o ajuda a se sentar na cadeira e volta a arrumar sua pilha de papéis.

- Naruto? Por que o senhor não está na enfermaria? Eu pergunto jogando as pastas com as fichas para fora da mesa, elas só não caem no chão porque Shizune as pega.

- Sabe vovó Tsunade, A senhora tá bonita hoje sabia? Naruto pergunta colocando a mão na nuca e sorrindo.

- Cof* Cof* bajulador Cof*, enfim, vá direto ao ponto eu estou ocupada. Eu falo entrelaçando os dedos e olhando fixo para o loiro.

- Eu queria saber se Sasuke pode ir junto a mim no meu treino. Naruto fala com a voz falhada.

- Pra isso acontecer eu preciso da confirmação do próprio Sasuke, depois de um sensei que queira por vontade própria ir para ensinar Sasuke tudo que ele vai aprender, e por fim e mais importante, minha confirmação de que ele pode ir. Eu falo com pressa e sem coerência.

- Fácil as duas primeiras coisas, mas vovó Tsunade, você permite que Sasuke me acompanhe nesse treino? Naruto pergunta meio tímido e corando levemente.

-....... Por um certo preço, acho que talvez eu te conceda essa permissão. Eu falo me levantando da cadeira.

- Naruto Uzumaki, me diga o que você sabe sobre o "vandalismo" que ocorreu aqui na academia, e dependendo do que você dizer, eu concedo a permissão. Eu falo colocando minhas mãos sobre o ombro do mais novo.

- Haha, fácil, eu fiz o "vandalismo" se isso ajuda, mas eu juro que foi sem querer. Naruto fala tirando minhas mãos de seus ombros e afastando a cadeira de mim, provavelmente estava com medo de eu lê dar um soco.

- unf, EU SABIA, ou melhor, desconfiava, Ugh! era tudo que eu precisava, ok, sobre o Uchiha, eu lamento muito, mas você não poderá leva-lo. Eu falo vendo o loiro segurar o choro.

- E... não podemos esquecer da punição, como sua punição você não partirá amanhã, e sim hoje assim que se recuperar, então se prepare por que ele vai vir te buscar assim que se recuperar. Eu falo vendo sua alegria virar um desprezo.

- É melhor o senhor voltar logo pra enfermeira se quiser estar pronto um tempo antes de partir, vai querer se despedir de todos os seus amigos. Shizune estava aguardando meu sinal para ajudar o loiro a voltar para a enfermaria, então eu dou o sinal e ela sai da sala com o loiro nos braços.

 🌻Naruto on

A ajudante da senhora Tsunade me carregou pelos corredores e me deixou na maca da minha sala, aonde Gaara estava esperando, ela se despede e vai embora, ignorando a existência de tudo e de todos a sua volta.

- Ugh! Que dia. Eu murmuro me jogando na maca.

- Oi pra você também! Gaara diz meio puto por eu ter ignorando ele.

- Ah, oi, o que cê tá fazendo aqui? Eu olho para Gaara que estava escorado na maca, ele se levanta e olha pela janela que tinha lá 

- Tsunade Não te disse? Ele pergunta meio sério.

- Disse o que?

- Eu vou te acompanhar no seu treino, já passei por isso então eu vou estar lá pra te dar uma força ou, sei lá. Gaara diz Olhando para o céu.

Okay, eu estava um pouco mais animado ao saber que um grande amigo aqui iria comigo.

- Naruto?! Era Sasuke, ele entra no quarto dando de cara com Gaara.

- Ah... Oi Gaara. Ele diz meio arrogante.

- Oi Sasuke. Gaara diz animado, eu já sabia que Sasuke estava com ciúme então eu talvez soubesse como isso acabaria.

- Oi Sasu. Eu falo quase rindo.

- Boa notícia! O Gaara vai comigo! Eu falo vendo Sasuke ficar neutro, ou melhor, parecendo estar neutro...

- E sobre aquilo de hoje mais cedo. Ele pergunta meio emburrado.

- Aquilo o que? Eu finjo demência.

- Ok, brincadeira, eu falei com a Tsunade e ela não deixou você ir... E... teve um imprevisto... vamos partir Hoje, assim que eu me recuperar. Eu falo meio triste, vendo Sasuke se entristecer e ao mesmo tempo ficar agonizado, a mesma reação de Gaara.

- HOJE? Os dois perguntam juntos, quase em sintonia.

- Sim,e se vocês não se importam eu vou dormir. Eu me viro para o lado e fecho os olhos por alguns minutos.

- Argh, eu não.. não consigo dormir.. eu lentamente abro os olhos, porém eu não acordo na enfermaria, eu estava em uma praça na vila da folha.

- o que que.....

- Ei! Olhem é o Sasuke! Algumas garotas gritavam formando um tumulto.

- Espera, o que? Eu estava confuso, eram algumas garotas pequenas, eu me levanto e as sigo, dando de cara com Sasuke e eu crianças.

- Espera, eu lembro disso. Eu e Sasuke estávamos segurando um na gola da camisa do outro.

- Eu estava rezando pra ele não me bater, e acabou que os dois fracotes saíram chorando pros responsáveis. O pequeno Sasuke e o pequeno eu se soltam e saem correndo enquanto as garotas né xingavam por ter machucado Sasuke.

Eu sou transportado para a enfermaria aonde eu estava, porém parecia mais sinistro, as janelas estavam quebradas e as cortinas rasgavsm, o ambiente estava escuro e um silêncio ecoava pelas paredes.

- Hehehehe... Uma risada ecoa pelo quarto.

- Quem tá aí? Eu pergunto seguindo a risada, ao sair do quarto eu noto que estava na academia, porém ela parecia tora destruída e estava escura.

- Você pensa que vai me treinar e me controlar como um cachorrinho né? Alguém fala ecoando por cada corredor da academia, eu subo todas as escadas até o último andar, aonde a voz estava mais profunda e forte.

Eu caminho até a porta do meu dormitório aonde a luz piscava a cada segundo, podia-se ouvir várias risadas do outro lado da porta.

- Tem alguém aí? Uma voz de criança pergunta do outro lado da porta, bastante familiar por sinal.

- Ei criança, se acalma, eu me chamo.... Quem sou eu mesmo?

Rapidamente a academia some então eu fico flutuando no nada.

- o idiota não sabe o próprio nome hihihi. Sakura diz surgindo do além, porém ela estava com olhos vermelhos com as pupilas iguais a de gato e com bigodes desenhados no rosto.

- Será que ele a menos se  lembra dos amigos? Sasuke pergunta aparecendo da nesna maneira que Sakura, e com as mesmas características.

- Espera, isso é um sonho né? Eu preciso acordar! Eu falo desesperado.

- Ah.. nossa visitinha já quer ir embora? Minha mãe  diz agarrando meu braço.

- ACORDAAA! Eu grito na esperança de acordar, nada acontece.

- Já sei! Eu solto um braço da mão da mamãe e me belisco, e então eu acordo, eu estava ofegante.

O relógio marcava 14:00 horas, eu né sentia sem dores e Sasuke estava ao meu lado com algumas malas empilhadas uma em cima da outra, no canto do quarto tinha um homem alto ele estava com um capuz preto, sendo impossível de identifica-lo.

- Uzumaki Naruto certo? Ele fala com uma voz familiar, porém irreconhecível.

~Quebra de tempo

Eu estava lá, na frente do enorme portão junto a Gaara, Sasuke e todos os meus amigos da academia.

- Jura que você vai embora sem beijar seu namorado uma última vez? Sakura grita me deixando sem graça.

- Eu.... Sasuke me beija ali mesmo na frente de todos sem me dar chance de falar, nossas línguas estavam em uma guerra por espaço, ficamos ali por minutos ouvindo nossos amigos gritando como bando de bichos, só nos separamos quando estávamos com falta de ar, ambos ofegantes e um pouco tristes.

- Me promete que vai ligar todo dia? Sasuke diz me entregando um anel daqueles de doce.

- Prometo. Eu digo beijando sua bochecha.

- Ugh, anda logo loirinho. O homem encapuzado diz saindo pelo portão de ferro.

- Eu estou te aguardando lá fora Naruto. Gaara diz saindo também.

Era isso, apenas faltava eu sair da academia, eu sabia que a partir do momento que eu saísse de lá, eu estaria marcando o começo de um longo período, onde tudo poderia acontecer.

- Espera Sasuke, eu tenho uma coisa pra você também. Eu falo tirando um colar de doces de uma das bolsas e colocando eu seu pescoço, cada doce tinha o formato de um clã diferente, inclusive o Uchiha e o Uzumaki.

- Eu não sei se eu estou pronto pra ir na verdade. Eu falo vendo o olhar vazio de Sasuke.

- Não se preocupe, vamos ficar bem, eu... Vou ficar bem... Sasuke diz claramente segurando o choro, a esse momento, todos que estavam lá estavam tristes ou chorando.

- Por favor Sasuke, me prometa que nunca mais vai chorar, apartir de hoje eu só quero te ver sorrir. Eu falo segurando o choro é o abraçando.

- NARUTO! O encapuzado grita do lado de fora.

- VAMOS NOS ATRASAR! Ele grita.

- Acho que é isso, não é um adeus né? Ainda vamos nos ver... Eu falo me soltando de Sasuke e caminhando até o grande portão.

- Com certeza. Ele diz se despedindo.

Então era isso, esse era o fim...

Continua...


Notas Finais


Sem contar q eu tava reescrevendo e metade da história sumiu do nada, meu celular anda bugando, acho q tá na hr de trocar '-' xau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...