História Colégio Fairy Tail - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Nalu
Visualizações 18
Palavras 1.434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Conversa


Fanfic / Fanfiction Colégio Fairy Tail - Capítulo 11 - Conversa

POV Erza

Hoje acordei com o um pressentimento que algo bom iria acontecer. Neste momento estou a ir em direção a sala da associação de estudantes. Mirajaine me chamou porque está a pensar em organizar um festival para angariar dinheiro para a viagem de finalistas deste ano. Mirajaine Strauss uma das raparigas mais populares da nossa escola por ser modelo de biquínis numa revista muito famosa. Por essas fotos um monte de rapazes lhe caíram aos pés. Rapazes e suas hormonas saltitantes. Bem continuando mesmo que ela seja popular ela ainda assim é bem gentil com as pessoas. Menos comigo. Em criança tivemos uma discussão quando ela comeu o meu bolo de morango que eu com tanto carinho guardei. Bem desde então nós não nos damos tão bem, mas tentamos sempre não discutir já que as duas pertencemos a associação de estudantes.

Cheguei a sala da associação de estudantes e entrei.

-Mirajaine- Chamei

-Erza finalmente chegaste- Veio até mim - Estamos a tentar decidir o que fazer para o festival?

-O que tens até agora?- Perguntei me sentando numa cadeira livre

-Bem…-sentou-se também- Como o festival será daqui a um mês, será no meio de fevereiro, e como em fevereiro é o dia dos namorados podemos juntar tudo, não é uma ótima ideia?- Olhou para mim com os olhos brilhando imaginando como seria, mas….

-Não sei bem  Mirajaine, no dia dos namorados, as pessoas pessoas devem querer passar com os namorados não num festival da escola- Conclui cruzando as pernas.

-Sim, mas eles podem sempre dar uma passada pelo festival, e ainda temos os solteiros

-Solteiros a ir num festival de dia dos namorados? Não me parece.

-Erza tu virias ao festival?

-Penso que sim

-Ótimo tu como és solteira e vens ao festival, outros solteiros também viram, nem que seja para ver a felicidade dos outros- Debochou de mim. Este aspeto eu não posso fazer nada contra, não devo ter comentado mas Mirajaine namora o capitão de futebol da nossa escola, Laxus Dreyar. Um loiro muito musculado e com uma cicatriz no olho direito em forma de raio. Eu sei muito sexy. Bem continuando…

-Está bem Mirajaine faz o que quiseres- Falei dando por concluída a conversa.

-Ótimo deixa tudo comigo- Falou pondo-se a pé e saltando de felicidade- nos vemos por aí Erza- Saiu e eu suspirei me pondo em pé e saindo também.

 

Trimmm

 

Me apresei para ir para a aula quando me esbarro com o Gajeel.

-Ah, bom dia Erza- Cumprimentou quando reparou que era eu.

-Bom dia Gajeel

-Porque não vieste ter connosco? Não me digas que a presidente da associação de estudantes se atreveu atrasar? Ge-ge- Riu de mim com a sua risada estranha.

-Tive que ir resolver uns problemas com a associação e parabéns Gajeel.- Olhei para ele.

-Pelo que?- Olhou para mim confuso.

-Pelo namoro com a Levy.- Sorri para ele.

-Ah obrigado- Falou um pouco corado. Ver um rapaz com o Gajeel corado não é uma coisa que se vê todos os dias. Ri mentalmente com este pensamento.

Chegámos a sala e cada um se sentou na sua mesa, quando o professor chegou.

-Bom dia alunos hoje vamos receber mais um novo aluno- Mais um? - Ele vai chegar daqui a uns minutos ele está a acabar de resolver uns assuntos com o Diretor Makarov. Gostaria de um aluno que se voluntaria-se para lhe mostrar a escola depois da minha aula- Olhou para nós, como vi que ninguém se iria oferecer levantei a minha mão- Muito bem Erza, obrigado por te teres voluntariado. Agora turma abram os livros na página 93.

 

______25 MINUTOS DEPOIS______

 

Ouvimos alguém bater a porta, deve ser o aluno novo.

-Pode entrar- Quando a porta se abriu eu não podia acreditar em quem estava ali. Jellal.- Apresente-se

-O meu nome é Jellal Fernandes.- Disse apenas isso. 

-Muito bem por favor sente-se na mesa que está livre- Apontou para a única mesa que estava livre.

Quando ele passou por mim e olhou para mim eu pude ver a surpresa nos seus olhos, pude ver tudo em câmara lenta. Percebi como ele não tinha mudado muita coisa. Os seus cabelos continuavam com o mesmo estilo. Bagunçados de como quem só passa a mão de manhã. Os olhos agora um pouco mais frios de quando em criança, já não são tão calorosos como eram em criança, mas são tão atrativos ou mais do que eram antes. E a sua marca que ele tem no lado direito na cara. Ele agora está mais alto, mais que eu, e o seu corpo cresceu também. Quando ele se sentou na sua mesa que ficava na fila ao meu lado, 2 mesas a baixo, continuei a encará-lo como ele a mim.

-Voltando a aula, Jellal abre o livro na página 95- Concentrei-me na aula.

 

Trimmmm

 

Finalmente a aula tinha acabado, guardei os meus livros e me pus a pé, me direcionando ao professor.

-Jellal- Chamou o professor, ele veio até nós- Esta é a Erza ela te mostrara a escola- Avisou, ele assentiu com a cabeça e saímos da sala.

-Jellal…- Tentei começar a conversa que eu tanto queria ter e esperava à anos. Finalmente o consegui ver após tanto tempo.

-Sim Erza…-Falou sem olhar para mim

-Tu lembras-te de mim?- Perguntei um pouco constrangida e virando a cabeça para o lado oposto a ele.

-Como poderia esquecer? - Parou e virou se para mim, olhei para ele- A cor dos teus cabelos- Tocou-os e eu corei um pouco abaixando a cabeça- Não podia esquecer- Sorriu para mim.

-O que te aconteceu?- Perguntei agora séria olhando para ele - Sei que foste preso e foste parar num reformatório- Continuei.

-Não há muito que dizer, aos 18 anos, como já era maior de idade me colocaram para fora- Explicou

-Mas tu já fizeste 18 há alguns meses- Fiquei confusa.

-Eu sei, mas eles apenas me deram um apartamento pequeno e algum dinheiro, nos primeiros meses andei a procura de um emprego, quando consegui matriculei-me nesta escola para acabar o secundário.-Explicou.

-No que estás a trabalhar?- Perguntei voltando a andar

-Um café aqui perto da escola, todas as tardes no fim das aulas vou para lá- Explicou me acompanhando.

-Não te vai atrapalhar nos estudos?- Perguntei preocupada, afinal todas as tardes ele da semana ele estaria ocupado ficaria apenas livre nos fins de semana.

-Tenho que sobreviver de alguma forma. Mas não te preocupes hei de me arranjar- Olhou para mim- O que te aconteceu a ti?

-Bem…- Suspirei- 1 mês após seres apanhado, um homem chamado Igneel me encontrou e adotou.- Sorri me lembrando de Igneel

-Tiveste imensa sorte, quando fui apanhado fiquei preocupado em ter te deixado sozinha, saber disso me tira um peso na consciência- Riu um pouco.

-Tive sim, Igneel é um ótimo pai- Falei me lembrando do tempo em que morava com o Igneel- Mas bem vamos ver a escola, vêm- o puxei.

 

 

POV Levy (Enquanto isso)

 

Estamos no intervalo reunidos, faltando o Gajeel e a Erza. Avistei o Gajeel mas ele estava sozinho.

-Gajeel a Erza?- Perguntei curiosa

-Ela foi mostrar a escola a um aluno novo- Falou se sentando ao meu lado e me dando um selinho.

-Outro aluno novo?- Comentou Lucy surpresa- Nossa

-Quem é ele?- Perguntei sem muito interesse

-Um rapaz chamado Jellal- Me engasguei com o que estava a comer e olhei para a Lu-chan que estava na mesma situação que eu.

-Disseste Jellal?- Perguntei após ter melhorado, assentiu- Como a Erza reagiu quando o viu?- Afinal não sabia nada mais que o nome dele e duvido que ele tenha falado sobre a sua história, portanto até pode ser outro Jellal, mas a reação da Erza pode dizer alguma coisa.

-Agora que penso nisso, ela ficou muito estranha quando o viu, não parou de olhar como se estivesse surpreendida por o ver- Falou com a mão no queixo. Tem que ser o mesmo Jellal a final porque será que a Erza lhe daria tanta importância? Olhei para a Lu-Chan e percebi que ela estava a pensar no mesmo que eu.- Mas bem mudando de assunto, baixinha hoje vais para a biblioteca?

-Vou tu vens comigo?

-Vou sim, preciso de estudar, tenho teste amanhã- Comentou comigo começando a comer.

-Sei sei, vão estudar anatomia- Falou Lu-Chan com a mão apoiada no queixo e o cotovelo na mesa sorrindo maliciosa olhando para mim e para o Gajeel.

-Não sei Lu-Chan, é isso que vais estudar com o Natsu?- Copiei o seu sorriso e pose

-Tsc - Voltou a comer, e eu sorri vitoriosa, provocações nem me vence. Ri mentalmente com isso.

 

Trimmmm


Notas Finais


Espero que estejam a gostar :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...