História Colégio Fairy Tail - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Nalu
Visualizações 284
Palavras 1.357
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem demorar tanto para postar

Capítulo 12 - Desconfiança


Fanfic / Fanfiction Colégio Fairy Tail - Capítulo 12 - Desconfiança

POV Natsu

Faz já algum tempo que eu ando a desconfiar que o meu pai me anda a esconder alguma coisa. Ele anda muito estranho ultimamente, fica mais pelos cantos da casa com o telemóvel e sem contar as vezes que ele sai de casa durante horas. Eu passo bastante tempo na casa da Lucy, mas quando fico por casa eu reparo nas saídas dele. Já comentei com o Zeref e ele concorda comigo, daqui a um tempo já não poderei contar com o Zeref para me ajudar a descobrir o que o meu pai esconde, já que ele se irá mudar em breve com a sua namorada Mavis para uma casa só deles, e se bem conheço o Zeref ele vai aparecer aqui 1 vez por mês. Voltando ao meu pai, eu bem que lhe podia perguntar diretamente mas e se ele não se sentir confortável para dizer, ou se for algo grave que eu não vou querer ouvir. E se ele estiver doente e todas as vezes que sai de casa durante horas vai a um hospital para fazer algum tipo de tratamento? Isso explicaria o porquê de ele querer ter netos tão rapidamente, porquê tem pouco tempo de vida. Será? Não pode ser eu não quero perder o meu pai.

-Natsu…- Sinto uma mão no meu ombro- Está tudo bem? Estás pálido- A Lucy olhava para mim com uma cara de preocupada.

-Lucy o meu pai está a morrer- Olhei para ela e a vi ficar sem cor.

-Co..Como? O Igneel vai morrer? Como?- Notava-se que ela iria começar a chorar em breve. O meu pai e a Lucy tinham-se aproximado bastante, já que eu muitas vezes levava a Lucy até minha casa, e ela sempre falava com o meu pai.

-Eu não sei ele não me disse nada- Suspirei e olhei para o céu, já que estávamos a andar em direção ao parque. Era fim de semana e marcamos de sair.

-Espera então ele não te disse do que estava doente, só disse que iria morrer?- Perguntou confusa

-Ele não me disse nada, ele têm andado muito estranho eu suspeito que ele esteja a morrer, por isso é que sempre me pede netos tão rapidamente- Corou um pouco ao se lembrar da quantidade de vezes que o meu pai referiu de como os nossos filhos seriam lindos. E seriam mesmo.

-Mas não tens a certeza de nada, se calhar é só um mal entendido, vai falar com o teu pai, se não vais ficar a pensar besteira quando pode ser algo tão simples.- Parou de andar

-Tens razão é melhor esclarecer isto de uma vez- Dei meia volta e fui em direção a minha casa.- Não vens?- Perguntei quando reparei que ela ficou parada no mesmo sitio.

-É melhor não. É um assunto de família.

-Tu és família, vêm - Estendi-lhe a mão.

-Mas…- Excitou

-Vêm- Fui até ela e agarrei-a na mão e fomos em direção a minha casa.

 

Quando chegamos a minha casa, ouvi vozes na cozinha, sabia que o Zeref não estava em casa pois ele iria sair com a Mavis para preparar as coisas da mudança de casa. Então quem estaria na cozinha com o meu pai?

-Pai?- Entrei na cozinha e vi uma mulher a beira do meu pai, ela era um pouco mais baixa que o meu pai, e tinha o cabelo azul, e olhos igualmente azuis, peitos fartos - E você é…?

-Grandeeney Marvell, e tu deves ser o Natsu certo?- Falou se aproximando de mim e me sorrindo

-Sim sou eu- Respondi ainda desconfiado já que não sabia o porquê de ela estar ali- Porque está aqui?-Perguntei finalmente.

-Oh…- ficou surpresa - Bem….

-Depois falamos sobre isso Natsu, ao almoço- Falou Igneel mudando de assunto.

-Certo…- Fiquei ainda mais desconfiado e certezas de que o meu pai me escondia algo.

-Com todo este falatório nos esquecemos da minha linda nora. Desculpa lá Lucy

-Não faz mal Senhor Igneel- Corou ao ser chamada de nora.

-Já te disse para não me chamares de Senhor, me faz sentir velho

-Peço desculpas- Riu um pouco a Lucy e eu acompanhei.

-O Zeref vêm almoçar connosco?- Perguntei

-Vêm sim e ele vai trazer a Mavis, para eu finalmente a conhecer- Falou com uma gota na cabeça- O teu irmão namora com esta moça a 3 anos, já vão morar juntos e eu ainda não a conheço, como isso é possível? - Ficou com uma aura depressiva

-Estás melhor que eu, nem sabia que ele namorava, pensei que só se tivessem conhecido este ano- Ri sem humor.

-Bem meninos, são 11:30 é melhor começar a fazer o almoço, se não quiserem ajudar saiam daqui- Informou Grandeeney

-Eu ajudo- Sorriu Lucy para ela

-Ótimo, rapazes saiam- Empurrou-nos para fora da cozinha

 

Pelo que pude ver a Lucy e a Grandeeney se deram muito bem. Eu e o meu pai ficamos a falar sobre assuntos aleatórios a espera que o Zeref e a sua namorada chegassem.

Passaram-se 15 minutos quando o Zeref entra e atrás de si está…

Uma criança?

 

-Zeref quem é a criança?- Perguntei me aproximando dele e apontando para a rapariga loira que após eu falar me olhou irritada.

-É a Mavis, a minha namorada- Falou calmo, mas podia se ver a veia de irritação na testa. Fiquei a olhar entre eles os dois de olhos arregalados com um ponto de interrogação na testa.

-Zeref? Tu és um pedófilo- Exclamei apontando o dedo na cara dele.

-O QUE?

-Ela deve ter uns 14 anos

-Tenho 20, idiota- Mavis finalmente falou, se o olhar matasse coitado de mim.

-Sério?- Exclamei surpreso, só ouvi o suspiro de alívio de o meu pai atrás de mim, provavelmente ele estava a pensar o mesmo que eu.

 

POV AUTORA

 

-Meninos o almoço está pronto- Falou Grandenney entrando na sala e vindo até nós- Vocês devem ser o Zeref e a Mavis, certo?- Sorriu para os dois.

-Somos nós, eu sou a namorada do Zeref- Sorriu Mavis.

-Prazer em vos conhecer, agora vamos, a Lucy já deve ter posto a mesa.- Falou indo em direção a cozinha.

-Lucy, quem é a Lucy?- Sussurrou Mavis ao ouvido do Zeref

-Namorada do meu irmão- Falou no mesmo tom.

-Ei, ela não é a minha namorada- Falou corado- Pelo menos ainda- Falou baixo, para ninguém ouvir.

 

POV Natsu

 

Após as devidas apresentações entre o resto da família que faltava, todos sentaram a mesa e começaram a comer. Quando chegou a hora da sobremesa, o meu pai começou.

-Eu sei que vocês se devem estar a perguntar o porquê da Grandeeney estar aqui-Assenti com a cabeça cruzando os braços- Bem, eu e a Grandeeney… estamos a namorar.

.

.

.

.

-Disseste namorar?- Perguntei confuso, assentiu

-Eu sei que deves estar confuso, por estar a namorar alguém após a tua mãe, mas….

-Tem calma pai- Ri- Eu não estou zangado ou algo assim, só que faz tempos que vi que tens andado a agir estranho, pensava que estavas doente, saber que estás a namorar até que é um alívio- Lucy riu por se lembrar de hoje mais cedo, ri também e quando dei por mim todos estavam a rir.

-Bem já que estamos assim vou aproveitar para dizer que a Grandeeney virá morar connosco, e ela vai trazer com ela uma filha- Falou

-Filha? Quantos anos? Onde ela vai ficar? Quando se vão mudar?- Fiz um monte de perguntas. O meu pai riu.

-Bem, ela chama-se Wendy e têm 13 anos e ela irá ficar no quarto do Zeref quando ele se mudar- Concluiu e eu apenas assenti com a cabeça.

-Bem já que estamos num momento tão bom e familiar, tenho a anunciar que pedi a Mavis em casamento- Zeref falou e Mavis corou

-Parabéns- Disseram Lucy e Grandeeney com os olhos brilhando puxando Mavis para fora da mesa lhe perguntando tudo. Mulheres.

 

Após dar os parabéns ao Zeref e ficamos a falar a tarde toda. E quando chegou a noite encomendamos uma pizza e ficamos a ver um filme. Aparentemente ia ser uma noite na casa dos Dragneel já que hoje todos iriamos dormir aqui em casa.

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...